terça-feira, 10 de janeiro de 2017

NETO E VÔ FILOSOFANDO NA PESCARIA

A beira da lagoa, Neto e Vô esperam calados e nada de peixe. De repente o menino resolve romper o silêncio...

- Ô vô ...
- Fala, Julim...
- Devia ter wifi aqui...tá um tédio.
- Fale baixo. Assim você espanta os peixes.
- Mas vô...eu ia poder jogar uns games...tem até um legal de pescaria....
- Que isso, minino. Conecte-se à natureza. Ouça os grilos cantando, o som das águas, os pássaros.
- Ih...vô. Eu tenho isso tudo salvo no meu celular.
- Não é a mesma coisa. O que você tem é cópia. O original é isso aí ó.
- Mas vô...é verdade que foi Deus quem fez isso tudo?
- É sim. Foi o criador.
- Mas vô...que Deus tá valendo?
- Como assim?
- Sabe o que é, vô? A nossa professora de geografia nos falou que os povos no planeta adoram deuses diferentes. Tem Buda, Khrisna, Jeová, Alah, Baal, Jesus, Javé, Maradona, uma deusada danada.
- Ah...mas no fundo é um Deus só. Cada povo faz segundo sua imagem e semelhança.
- Mas assim fica difícil da gente rezar. A gente tem de pensar em que?
- Uai. Como Deus foi feito a nossa imagem e semelhança, imagine que ele tem a sua cara. Reze pensando em você.
- Ah não, vô. Assim eu não gosto. Eu penso num velho cabeludo e barbudo usando uma bengala de ouro.
- Tá valendo. Deus vai ter a cara que você quiser.
- E os santos e anjos?
- Ahh...anjos são pessoas atentas pra te salvar na hora do aperto. E os santos são aquelas pessoas muito boas, que só fazem o bem.
- Mas vô...Deus é poderoso mesmo? Pode tudo?
- Para Deus nada é impossível.  
- Mas então por que não mandou botar wifi na lagoa?
- Por que isso não é tarefa pra Deus. E quer saber? Se a gente tivesse wifi aqui a gente não tava nem conversando.
- Vô. Parece que fisguei alguma coisa...veja...
- Legal...cuidado pra não machucar a mão com o anzol.
- Puxa, vô coitado do peixinho. É muito pequeno...deve ser um bebê peixe.
- Tem razão. Quer devolver ele pra água?
- Podemos. Mas primeiro vamos colocar um band-aid na boca dele.
- Bom...já tá caindo a noite...hora de ir embora...
- Que pena vô. A conversa tá boa. A última pergunta então...será que os peixes sabem que Deus existe?

Um comentário:

  1. Crianças nos surpreende mesmo. minha filha quando tinha uns seis anos me falou: Pai vamos viajar de avião, la dentro vou abrir a janelinha e pegar uma estrela.

    ResponderExcluir