terça-feira, 23 de maio de 2017

A RENÚNCIA

Enquanto isso naquela reunião de cúpula

- E aí? Todo mundo já chegou?
- Todos estão aí...
- Então muito bem. Eu queria comunicar para vocês, que vou renunciar ao cargo. 
- Mas presidente. O que é isso? O senhor não pode fazer isso. Não é justo.
- Eu refleti muito. Não tem mais clima, estou deixando a minha mulher em casa sozinha, vai que o Ricardão aparece...
- Olha. Faz o seguinte. Vá pra Fernando de Noronha uns dias pra espairecer, leve a esposa...enquanto isso a gente toma conta do queijo, quer dizer...da política, né? Dessa crise que não acaba.
- Nada disso. Eu vou passar a presidência para o meu vice.
- Pra mim? Nem pensar. Eu estou impedido. Tenho 380 processos contra mim.
- Ah é? Então vc, ministra do supremo?
- Eu? De jeito nenhum. Eu não me sinto em condições de assumir tamanha responsabilidade.
- Então vai um dos outros ministros do supremo?
- Sr. Presidente. Nós já conversamos sobre isso. Nós todos temos culpa no cartório. Tem de ir o senhor mesmo.
- Sr presidente do senado?
- A Lava gato me pegou...
- Quer saber uma coisa. Me passem o telefone...
- Mas presidente. O sr vai ligar pra quem?
- Alô...é o barbudo? Como é que tá? Aqui...vc tá querendo a presidencia né? Vamos fazer o seguinte. Vamos aprovar essa diretas já de uma vez, você assume e leva procê.
- Espere companheiro. Não é bem assim. Não é o momento de pegar. Vou esperar você fazer as reformas primeiro aí vc fica como vilão e eu chego como mocinho. (Tu...tu...tu...tu...caiu a ligação).
- Já sei...vou ligar pra ela...ô minha presidenta. Eu fiz aquela malcriação...aquele golpezinho...mas tô arrependido. Quer pegar de volta? Hein? Tá dando palestra num hotel em porto rico? Tomando Amarulla? Ah que pena. Tá bom então. Tchau querida...
- E aí presidente?
- Última tentativa...alô...e aí? Olha...eu tô pensando em renunciar a presidência mas ninguém quer pegar. Você topa? Topa mesmo? Viva...até que enfim...
- Sr Presidente? Quem topou?
- O Tiririca... 


segunda-feira, 15 de maio de 2017

DENTE CADENTE


Enquanto isso naquele bar das paqueras ... uma recém separada investia sobre um tímido no balcão.

- Olá. Posso beber ao seu lado?
- Claro.
- Vc vem sempre aqui?
- Sim. Gosto de beber aqui, sempre venho sim.
- Procurando alguém?
- Não exatamente...venho pra beber e pensar na vida.
- Mas num bar como esse?
- Nesse bar vem pessoas pra beber por que perderam o amor, outros procurando outro amor.
- E qual é o seu caso?
- Minha situação é pior. É um problema de infância que nunca consegui resolver.
- Mas não é possível.Vc também é viado?
- Não. De jeito nenhum. Eu pareço um ?
- Mas hoje em dia não precisa parecer mais. Antigamente eles eram efeminados né? Hoje em dia costumam parecer másculos...mais até do que alguns que realmente são. É uma confusão.
- Mas não é o meu caso. O que você está bebendo?
- Vodka pura. Eu quero ficar de foguinho rápido.
- Sei. Mas qual é o seu caso.
- Pois é. Meu marido me largou por causa de um rapaz. Acredita? E eu não desconfiava de nada. Mudou-se com ele para Macacos. Pelo menos continua pagando minha pensão.
- Puxa. Mas você bebeu quase um copo de uma vez. Assim vai passar mal.
- Eu quero é esquecer. Mas me diga aí. Qual é o seu problema?
- Uhn. Não sei não. Acho que vc vai sair correndo daqui quando souber...
- O que foi? Tem alguma doença grave contagiosa?
- Não. Eu tenho é dente cadente.
- Mas o que é isso?
- É o seguinte. Quando adolescente eu levei um tombo de bicicleta e quebrei os dois dentes da frente. O dentista colocou dentes postiços pra mim, mas eles sempre caem nas situações mais inusitadas.
- Ah...mas isso é motivo pra se isolar do mundo?
- Eu não quero passar mais vergonha. Viu aquele caso do ministro cujo dente caiu na hora que ele estava falando? Puxa...outro copo de vodka?
- Olha...quer saber de uma coisa?
- Já sei...vai me deixar sozinho aqui né? Eu já esperava. Fique à vontade.
- Não...eu vou fazer outra coisa...
( E lascou um beijo na boca do moço. E ele que estava na seca há muito tempo correspondeu com entusiasmo. Foi um beijo de 10 minutos)
- Puxa, vc me surpreendeu.
- Nossa...eu engoli o seu chicletes...espera aí...você está banguelo...ahhhhhhhhhhhhhhh !!!!

segunda-feira, 8 de maio de 2017

SUPER JEAN

Enquanto isso naquela escola, o professor iniciava a sua aula de filosofia...

- Hoje eu quero provocar vocês. Eu quero saber quem é o maior herói da nossa cidade. Alguém sabe me dizer o nome dele? Hein? Luizinho levantou a mão! Sabe quem é?
- O Vinícius Araujo?
- Não. Não é o Vinícius Araújo. Ele inclusive anda meio sumido. Quem mais quer arriscar?
- Eu...
- Viviane...pra você quem é o nosso herói?
- O soldado Otávio.
- Mas quem é esse soldado Otávio?
- Um guardinha que salvou o meu gato que tinha subido no poste de luz. Ele foi muito corajoso. Podia ter morrido esturricado. E até que ele era um gato também....
- Olha Viviane. Os policiais são heróis mesmo, mas não é dele que estou falando. Mais alguém quer arriscar?
- Professor...eu sei de quem o sr está falando. É do Jean, não é?
- Até que enfim. Agora diga para os seus colegas quem é o Jean.
- Jean é o cara que traz uns games irados pra gente dos Estados Unidos. Gente boa ele viu.
- Você está de brincadeira né?
- Uai. Achei que tinha acertado. Não é ele?
- Quase. Vou lhe dar mais uma chance.
- Já sei...JEAN foi o cara que inventou a calça JEANS.
(risos gerais)
- Minha nossa senhora. Vou dar uma pista pra vocês. Qual é o nome da nossa cidade?
TODA SALA FALOU JUNTO:
- João Monlevade.
- E agora...pra vocês quem é o nosso principal herói?
E TODA A SALA FALOU JUNTO NOVAMENTE: JOÃO MONLEVADE
- Ufa. Até que enfim. Só que o nome dele era JEAN. Os brasileiros da época é que adaptaram, assim Jean virou João.
- Puxa professor. Mas por que ele foi herói?
- Uai. Ele saiu da França há 200 anos atrás pra fundar a Belgo Mineira e a nossa cidade. Se não fosse por ele, não estaríamos aqui.
- Mas ele tinha algum super poder? Onde já se viu herói sem super poder?
- Sim. Ele tinha super inteligência, super persistência e super visão de futuro.
- Que nem o Scoth dos Xmen com sua visão de raio laser?
- Muito maior...a visão dele atravessou dois séculos e chegou até os dias de hoje.
- Mas tem HQ com a história dele? Tem série pra gente ver?
- Ainda não. Mas, esperamos que a cidade comemore com muita festa, pois não é qualquer lugar que tem um herói tão importante.
- Mas professor. Se ele era mesmo um herói, usava capa? Podia voar?
- Não. Era um herói de carne, osso e atitude. Mas suas ações foram tão marcantes que influenciaram o futuro de uma região inteira.
- Puxa professor. Que maneiro. Que bom que temos um herói.
- Pois é, meus queridos. Os orientais veneram seus antepassados e honram seus exemplos. Espero que vocês tenham gostado da aula. Tomara que instalem o espírito do Jean no coração de vocês.  
- Professor...professor...nós estamos pensando em criar um HQ. Sabe qual vai ser o nome?
E DISSERAM JUNTOS:

- SUPER JEAN...

segunda-feira, 24 de abril de 2017

CACHAÇA EMPREENDEDORA


Aqueles  aposentados saem todas as manhãs pra comprar pão, mas param num boteco pra tomar umas cagibrinas.

- Ô, lasqueira! Cachaça ruim essa hein baianim?. Desce que nem gato nervoso de perna aberta.
- Por 10 centavos queria o que? Muito barata...
- E deve ser feita de barata mesmo.
- Vc reclama demais. E aí Afonsim? Já comprou o pãozim?
- Vou só acabar de ver o esporte e vou lá levar pra muié. Ela tem de pegar serviço...
- Ô Betão. Que coisa hein? Nós aqui abandonados, sem nada pra fazer...ô baianim...serve mais uma aí...
- Eu discordo. A gente tem nossa utilidade. Eu saio, compro pãozim, compro as coisas pra fazer almoço, limpo a casa...
- Que destino hein? Dono de casa! Depois de trabalhar mais de 50 anos virou mulherzinha...
- Peraí. Assim vc tá me ofendendo. 
- Calma, sô. Só brincadeira. Eu é que tô entediado. Vontade de montar um negocim pra passar o tempo. Serve mais uma pro amigo aqui, Baianim.
- Por que você não abre um negócio pela internet?
- Abrir o negócio pela internet? Tá me estranhando? Abrir o negócio é pra vocês que são mais mudernos. Meu negócio é fechado e eu não abro pra ninguém.
- Eu tô falando sério. Hoje em dia o bicho tá pegando é na internet...mais uma baianinho.
- Tá bom então, seu sabichão. O que nós podemos fazer pra ganhar dinheiro pela internet.
- Sei lá...que tal um serviço de entregas de flores ? 
- Ah...não sei não...acho que o pessoal não tá muito romântico mais não. Não dá certo.
- Já sei...vamos criar uma funerária virtual. Tem muita gente morrendo. A gente resolve tudo pela internet. Se bobear até enterra, contrata figurantes pro velório e tudo. Desce mais uma, Baianim.
- Não dá. As funerárias já estão fazendo isso...
- Tive uma ideia boa. Vamos montar um Partido Político Virtual...o PPV. Vai ser um sucesso. Não vai ter comícios físicos, só virtuais. Não vamos gastar com papel, atitude sustentável. Nós mesmos de candidatos. Que tal?
- É um caso a pensar. Mas teremos de conseguir milhões de assinaturas.
- Mais uma, Baianim.Vai dar muito trabalho né?
- Isso vai. Melhor pensarmos em algo mais simples.
- Já sei. Que tal um serviço de acompanhantes da terceira idade?
- Como assim?
- Veja só - serve mais uma baianim -Tem muitas pessoas que são sozinhas, que não tem com quem conversar. Você  oferece seu serviço de amigo temporário.
- E se a pessoa quiser algo mais?
- Ai a gente cobra à parte.
- É isso que eles chamam de empreendedorismo né?
- Isso tá me cheirando a semvergonhice.
- Larga de ser pudento, home. Hoje é tudo prestação de serviços.
- Não sei não...mas deixa eu ir embora pois tá na hora de levar o pãozim senão a patroa me mata...
- Mas e os nossos planos?
- Amanhã nós continuamos...
- Desce a saideira então...baianim.
- Outra uma pra mim também...e me traz  um halls, uma bala icekiss e dois chicletes de caixinha...

quarta-feira, 19 de abril de 2017

RESPEITA O MORTO !



Enquanto isso naquele velório...

- Esse ano o Cruzeiro vai, viu.
- Que isso, Zé. Respeita o defunto
- Mas que o Cruzeiro vai, isso vai...
- Vai pra onde? Só se for pra segunda divisão.
- Que isso. Esse título já lhes pertence. Não vamos querer roubar isso de vocês...
- E os 9x2?
- Fala baixo, sô. Respeita o morto.
- O time seus vai cair é hoje. Vai perder em casa pro SP.
- Vai nada. Rogério Ceni é freguês antigo.
- O time seus é muito feio. Esse arrascaeta é foguete molhado.
- É. Mas vocês não podem ver ele que tremem nas bases.
- Olha quem tá falando. As marias sempre tremem.
- Olha o respeito com o morto. O irmão do defunto tá olhando nós com cara feia.
- Nosso time vai começar a jogar é agora.
- Com essa zaga peneira? Com esses volantes mocinhas?
- Mocinha é a...
- Respeita o morto...
- Nós vamos acertar o time agora, sô. Só lutar mais um pouco. Time nós temos.
- Vocês se iludem com pouco. Esse Roger é no mesmo nível que o Deivid. Vai enterrar vocês.
- Nós vamos enterrar é o morto daqui a pouquinho. Vc tá falando alto.
- Sei lá se vcs vão passar pela URT. Eles vestem aquela camisa azul. Vcs tremem...
- Tremem nada. Nosso time acostumou-se aos grandes  torneios. 5 anos direto na Libertadores...
- Grande coisa. Nós participamos de 16.
- Mas na época dos faraós não vale.
- E ganhamos de vocês de 14x3.
NISSO O MORTO ACORDOU...
- Esperem aí. Isso também já é demais. Esse 14x3 é falso.
- Falso nada. Tem matéria de jornal e tudo. E tem o 6x1 mais recente.
Todos no velório começaram a discutir e virou uma bagunça. O padre resolveu botar moral...
-  Ordem no recinto. Que isso pessoal! Vamos respeitar o morto. Não é possível que ele vai passar dessa pra melhor com pensamentos negativos.
- Seu Padre. Quer saber de uma coisa? Com essa eu desisti de morrer. Gaaaalo...
- Tá vendo o que vcs fizeram?  É por isso que o mundo tá desse jeito. Um sujeito se recusar a morrer. Onde já se viu?
- Relaxa Padre...e respeita o vivo. 

terça-feira, 18 de abril de 2017

CORRUPÇÃO NÃO É PECADO



Bem meus amigos, hoje temos a honra de receber em nosso programa o Dr Jader Gianetti, PHD em Corruptologia pela Faculdade de Brasília.

- Boa noite, Dr Gianetti
- Boa noite Paulo. Boa noite internautas espalhados por todo o planeta.
- Dr Gianetti, o Sr então está lançando seu novo livro em que prova que Corrupção não é pecado.
- É verdade Paulo. É um grande erro histórico que o Brasil está cometendo ao perseguir os corruptos, esses sim os grandes operários do desenvolvimento do país.
- Mas Sr Gianetti. Corrupção é roubo. É apropriação das riquezas do país.
- E quem te falou isso? Com base em que a sociedade chegou a essa conclusão? É exatamente o contrário.
- Sr Gianetti. O sr vai nos desculpar. Mas a corrupção é roubo.
- Sua visão está equivocada. Corrupção é desenvolvimento. Quer um exemplo?
- Por favor...
- Vc está vendo os estádios maravilhosos de primeiro mundo que temos no Brasil hoje. Se não fosse a corrupção,  ainda teríamos estádios de cimento, desatualizados e desconfortáveis.
- Mas Dr Gianetti...
- Veja o caso da transposição do São Francisco. Sem a corrupção não seria possível a sua construção. E vai levar agua para todos os nordestinos, esse povo sofrido.
- Mas Sr Gianetti. E essas denúncias da Odebrescht?
- Outro erro. A família Odebrescht devia ser condecorada. São heróis nacionais. Grandes nomes que vão passar pra história como benfeitores do país.
- Mas Dr Gianetti. Eles utilizaram bilhões para comprar presidentes, governadores, senadores, deputados, o povo e se bobear até o senhor.
- Eu? De jeito nenhum. O fato da empresa ter patrocinado meu livro não quer dizer nada.
- Dr Gianetti. Mas e o caixa 2? Esse pessoal sabia que o caixa 2 era proibido e todos recorreram ao mesmo expediente...
- Mas é claro. O caixa 2 é uma tradição no Brasil. Não vão acabar com uma instituição nacional com uma canetada.
- Mas não concorda que Caixa 2 é uma aberração?
- Discordo radicalmente. Quer um exemplo?
- Claro.
- Imagine que vc vai num restaurante e resolve dar uma gorjeta para o garçon.
- E o que tem?
- Essa gorjeta será um caixa 2. Será um dinheiro pago à parte e não contabilizado.
- Uai. Mas nesse caso não houve um pagamento para que o sujeito fizesse algo em troca. Não houve corruptor.
- Aí é que você se engana. No outro dia que você voltar lá, o garçon vai te dar um tratamento diferenciado. Pode ter certeza disso. E estará estabelecido um laço de amizade e uma relação de mútuos benefícios.
- Mas então o que o senhor recomenda para sairmos da crise em que nos encontramos?
- É muito fácil e tá tudo explicado aqui no meu livro CORRUPÇÃO NÃO É PECADO. A medida número 1 será a descriminalização da corrupção, com liberação do Caixa 2, Caixa 3 e todos os caixas. Isso vai oxigenar a nossa economia.
- Muito bem sr Gianetti. Nosso programa está chegando ao fim. Obrigado pela sua presença e estaremos de volta na semana que vem. Tchau pessoal...

( Em off)

- Sr Gianetti, vai me desculpar mas essa teoria do senhor não entra na minha cabeça.
- E no seu bolso? Entraria um anúncio aqui no seu programa divulgando o meu livro?
- Espere aí. Vc por acaso está tentando me corromper?
- De maneira alguma. Seu programa tem grande audiência e tenho certeza que se eu divulgar aqui conseguirei difundir ainda mais a minha linha de pensamento. Deixa eu ver aqui...tenho comigo aqui na bolsa esse dinheiro aqui...deve dar uns 50 mil reais aqui...se o senhor interessar...
- Uai. Não posso negar uma solicitação de um cliente. O senhor precisa de Nota Fiscal?
- Não precisa. Só queria mesmo a sua alma... 

E se quiserem ler mais algumas entrevistas do Dr Jader Gianetti, tão aí ó...





segunda-feira, 10 de abril de 2017

ASSÉDIO FATAL


Enquanto isso naquele clube.

- Nossa. Que delicia aquela menina hein?
- Fala baixo, rapaz...
- Por que?
- Não tá sabendo da lei não? Cantar uma menina tá dando até cadeia.
- Ué. Mas eu não estou cantando. Estou comentando com você.
- Nem pensar é bom. Vai que tem um microfone escondido aqui, câmeras de segurança.
- Calma sô. Não é assim também não.
- Não é assim? Sabe o Waltão? Ele foi denunciado por uma menina por que chegou perto dela e falou: E aí?  Tudo bem?
- Por causa de um: “E aí, tudo bem?”
- Sim. Ela virou pra ele e falou: como assim tudo bem? Você está querendo insinuar que tá tudo bem, que eu levo vida fácil? Tá insinuando que eu sou uma prostituta é ? Ela chamou a segurança e denunciou que ele tinha chamado ela de puta. Ele foi expulso do clube.
- Sério mesmo?
- Hoje em dia você tem de tomar cuidado pra chegar numa menina.
- Pois é. Precisamos encontrar táticas perfeitas, sem riscos.
- A gente pode usar o celular. Pode mandar mensagens.
- Mas pra isso precisamos saber o nome delas.
- Então vamos perguntar, uai.
- Que isso, sô. Ela pode encarar isso como assédio.
- Mas como assim?
- Vai que você chega perto dela e diz: E aí? Qual é seu nome? Ela pode interpretar que você tá cantando ela e chamar o segurança. Viu o que aconteceu com o Waltão?
- Minha nossa senhora. O que vamos fazer então?
- Só tem um jeito.
- E qual?

- É só você ficar comigo ...

domingo, 26 de março de 2017

VAI COM KARMA


Enquanto isso naquela seção espírita.

- Calma que o espírito está incorporando...
- Sr Laerte. É o senhor?
- Oi. Sou eu. Quem são vcs?
- Nós estamos numa seção espírita. Tem uma pessoa aqui que quer vê-lo.
- Quem é mesmo?
- Sou o Messias, Sr Laerte.
- Messias? Eu não conheço nenhum Messias.
- Eu sou da Pacheco Cobranças...preciso que o sr acerte aquela dívida com nosso cliente.
- Mas era só essa que faltava. Cobrança depois de morto é inédito
- A nossa empresa é inovadora, Sr Laerte.
- Vai me desculpar mas eu conheço de direito. Quando a gente morre preescreve tudo.
- Olha, Dr Laerte. Já vi que o sr não leu todo o contrato. Tem uma cláusula que diz que a nossa empresa pode executar a dívida inclusive no pós mortem.
- Era só essa que faltava. Faz o seguinte. Vai cobrar do capeta.
-Não dá. Ele é o dono da firma.
- Quer saber? Devo, não nego. Mas não tenho como pagar. Não existe uma moeda no além.
- Preciso informa-lo que a dívida tá passando até pra outra encarnação, ok? Tá no contrato.
- Eu não vou mais pagar nada. Lálálálá.
- Vai pagar sim.
- Ah... quer saber? O atendimento de vcs é péssimo. Esse negócio de baixar na seção espírita não tá com nada. Esse pessoal não serve nem uma água, nem um cafezinho. Da próxima vez, me chamem num terreno de macumba. Pelo menos tem uma cachacinha, uma farofinha. Esses espíritas são muito muquiranas.
- Sr Laerte. Não enrole. O sr não escapa da lei do karma.
- Vc está perdendo seu tempo. Eu não tenho nada a oferecer.
- Tem sim. Tem aquela conta secreta.
- Que conta secreta?
- Não finja de morto, sr Laerte. Nós botamos escuta telefônica, espionamos toda a sua vida. Nós temos convênio com a CIA. E com o MIB também. O SR não tem escapatória.
- Putaquipariu. Diziam que morrer era descanso eterno.
- Só nos passe a senha da sua conta secreta que a gente te deixa em paz por toda a eternidade.
- Espere um pouco. Se eu lhes der a senha, quero perdão dos meus pecados e ir direto pro andar de cima?
- Uhn... o chefe já tem planos pra você no andar de baixo...
 - Ah...lá em baixo serei só mais um e já tá maior superlotação. Lá em cima tá faltando gente. Quero aproveitar pra refletir bastante, rever conceitos...
- Tá certo então. Mas me passe a senha, por favor.
- 123456789
- Tá brincando. Uma senha tão idiota dessas?
- Genial né? Ninguém iria imaginar.
- Se fudeu, Mané. Ninguém mandou confiar em funcionário do capeta. Vai arder no mármore do inferno.
- Eu já desconfiava. Por isso dei essa senha falsa. Chupa lacaio do capitoro.
- Você não sabe com quem está lidando. Sabe que podemos fazer você reencarnar numa lesma paralítica na próxima encarnação?
- E quem falou que eu quero reencarnar? Vou ficar por aqui mesmo assuntando as pessoas. Muito mais divertido.
- Olha só. Já estou cansado da sua enrolação. Vou fazer a última oferta. O que você quer pra revelar a senha da conta.
- Que isso, meu amigo. Eu não sou corrupto. O que vc está me oferecendo é propina.
- Propina não. É meritocracia. Você vai ser recompensado pelas informações relevantes.
- Eu não. Nem pensar. Vai que essa lava-jato chega aqui no além também? Tô fora.
- Mas não é possível. Deve ter alguma coisa que possamos fazer para convencê-lo.
- Já sei. Tem uma coisa. Eu sou atleticano.Se vocês fizerem o cruzeiro cair pra segunda divisão eu conto a senha.
- Ai também não né? Isso nem o capeta consegue...

segunda-feira, 13 de março de 2017

CENTRO? TÔ DENTRO!


Enquanto isso 3 amigos jogavam sinuca e conversavam...

- O que vocês acham desse karnal?
- Leandro Karnal? Aquele careca?
- Esse mesmo.
- Eu acho ele legal. Gosto muito dos textos dele.
( TACADA)
- Mas fotografaram ele jantando com o Moro.
- Ah é? Então eu não gosto dele mais não. Moro é um bandido.
(TACADA)
- Mas só por que almoçou com o Moro?
- Uai...diga-me com quem andas que te direi quem és.
- Mas e as fotos do Lula com o Aécio?
- Deve ser montagem.
- Não é não. Dizem que eles são amigos de cachaça.
- Isso deve ser invenção da globo golpista.
- E o Joaquim Barbosa?
- É outro FDP. Um negro que traiu o gênero, preto safado.
- Mas você está sendo preconceituoso. Que coisa feia.
- Coisa feia nada. Não pode dar poder pra preto que só sai merda.
- Mas ele falou que não era a favor do impeachment.
- Ah é? Tá sempre em tempo do sujeito reparar seu erro. Eu até gosto dele.
(TACADA)
- E o Temer?
- Aquele é o capeta em pessoa, o capiroto, sobrinho do drácula, golpista do c*.
- Mas dizem que ele é amigo do Lula e só tá guardando lugar pra ele.
- É mesmo? Pensando bem, bandidos são Renan, Aécio e  Cunha. 
(TACADA)
- E você, Tião. Tá muito calado. Por acaso é coxinha?
( TACADA)
- Eu sou de CENTRO.
- De centro? Isso não existe
- Por que uma pessoa não pode ser de centro?
(TACADA CERTEIRA)
- Bela matada. 
- Nem esquerda nem direita, Centro. 
- Não existe essa opção. 
- Se não existe a gente cria, uai. 
- Bobagem. Você é socialista ou capitalista. Não tem meio termo.
( TACADA MATANDO MAIS UMA BOLA)
- Pois eu não caio nessa. Eu quero a solidariedade e  prosperidade. Sou de centro.
- Mas não existe partido de centro. Isso é uma utopia.
- Utopia? Então veja essa matada ó...e na caçapa do centro...
( TACADA PERFEITA FECHANDO A PARTIDA)
- Viu? Vai aprendendo aí.
- Vai tomar no centro do olho do seu...
- Olha a boca...vamos mais uma?
- Depois dessa eu vou parar.
- Estou até criando um slogan...PARTIDO DO CENTRO? TÔ DENTRO
-  Isso tá parecendo coisa de viado
- Viado nada. Se estou dentro significa que o passivo é o outro...ou a outra né?
- Vai ser a mesma coisa dos outros...
- Como assim?
- O objetivo é o mesmo: f* o povo brasileiro. Que tal partido de dentro? 

segunda-feira, 6 de março de 2017

TREM MUDERNO!


E o pai levou o filho para a primeira viagem de trem..

- Filho, confira o bilhete...é nesse vagão mesmo!
- Puxa, pai. Obrigado! Eu sempre quis viajar de trem.
- Pois é. Agora o trem tá muderno. Tem ar condicionado. Chique demais.
- Valeu, pai. E tem wi-fi a bordo. O máximo.
- Pois é. Veja. O trem começou a andar.
- Legal pai. Vou tirar umas fotos pra colocar no Insta.
- Vamos deixar nossas bagagens e caminhar um pouco pelo trem...vamos filho.
- Espera pai. Deixa eu postar a foto. Só um minuto.
- Eu gosto essa paisagem ferroviária...acho tudo lindo. Olha o carro do lanche. Quer alguma coisa?
- Pegue um chips e uma coca pra mim.
- Tá aqui...mas...vc não vai olhar a paisagem?
- Eu vou. Deixa só eu fazer esse lanche e responder as mensagens. O pessoal tá comentando sobre a foto...
- Tá certo. Mas vc tá perdendo a paisagem. Estamos passando perto de Sabará...
- Legal!
- Legal? Mas como assim legal? Você não está nem olhando a paisagem.
- Calma, pai. Estou terminando. Olha...deu a maior onda. 50 pessoas já comentaram.
- Filho. Vamos até o restaurante. A visão de lá é incrível. 
- Vai lá, pai. Prefiro ficar aqui mesmo.
- Vamos lá que vc tira mais uma fotos.
- Tá boom. Vamos lá e tirar umas fotos legais para o Insta. Meus amigos estão curtindo a viagem junto comigo.
- Então vamos pois fica no outro vagão...
- Vamos nessa...
- Quero te mostrar a Mina de Gongo Soco. O maior buraco que você já viu. Chegamos! 
- Restaurante Maneiro. Quero tirar uma foto aqui. 
-Claro. Deixa que eu tiro pra vc. Olhe pra mim ... mais uma foto ... mais uma ...veja...ficou legal!
- Vou postar no Insta.
- Ok...
- Putz...internet tá muito ruim.
- Calma. Daqui a pouco melhora.
- Ah não. Sem internet não dá. Que m...
-Filho. Aproveite pra ver a paisagem. Veja...estamos chegando no lugar que lhe falei...a maior cratera que você já viu...veja.
- Quero ver isso não. Eu quero é o sinal da internet.
- Filho...não perca isso...vire a cabeça pra ver...
- De que adianta ver e não ter como transmitir?
-Filho...olhe...estamos passando logo acima do imenso buraco.
- A internet vai voltar?
- Ah não! Você está perdendo a graça da viagem.
- Veja pai. O sinal voltou. Êêê...
- Filho. A vida não é só virtual. Você precisa sentir os cheiros, ouvir, sentir a vida real.
- Que isso, pai. A viagem tá muito boa. Minhas postagens tão batendo o record de clicks.
- Mas você não está curtindo o trem, a paisagem, os passageiros...
- Estou sim, pai. Do meu jeito mais estou...
- Não sei não. Estamos chegando na Estação de Rio Piracicaba. Vamos descer aqui... fazer um lanche e pegar o ônibus para Alvinópolis.
- Blz pai...vou tirar uma foto do trem...ô bichão hein?
- Pois é. E aí...o que você mais gostou no trem?
- O que mais gostei? Fácil. Foi das fotos no insta. Bombaram! Putz pai! E essa que tiramos agora vai dar mais ibope ainda...bem que o sr falou que a viagem de trem ia ser demais...

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

DISCO VOADOR CAI NA 381


Enquanto isso naquela fila na BR 381

- O que será que aconteceu?
- Vixe...não sei...
- Ô companheiro. Sabe o que houve aí na frente?
- Não sei mas deve ter sido acidente feio. Não tá indo nem voltando...
- Isso é que não dá essa 381. Toda vez que a gente viaja é assim
- Espere um pouco. Lembrei aqui...tem um grupo no Whatsapp de pessoas que usam a 381...deixa eu ver.
- É mesmo? Depois vc me adiciona?
- É claro...deixa eu ver aqui...o que?
- O que houve?
- Uma notícia aqui...ah...mas deve ser gozação...só pode...
- O que foi...
- Escreveram aqui que a estrada foi obstruida por um disco voador.
- Vc está brincando?
- Não...tá aqui...leia vc mesmo
- " caiu um disco voador na estrada. E tem Ets vivos tentando consertar a nave...
- Ah não...isso não pode ser verdade. Vamos descer a pé pra gente ver.
- Eu hein. Vai que eles tem aquelas armas de raio lazer que carboniza a gente na hora?
- É mesmo. Tem também as armas que desintegram. Vamos ficar aqui mesmo.
- Será que a força aérea e o exército já estão sabendo? Parece que foi logo ali na frente. 
- Acho que não. Será que as etéias são gostosas?
- Não sei não. Acho que são baixinhas e cabeçudas.
- Como vc sabe? Já teve com uma etéia?
- Não...mas sei lá...
- Tem outra notícia aqui no zap...parece que eles terminaram de consertar a nave e estão se preparando pra ir embora...
- Nossa...precisamos dar um jeito de fotografar.
- Nessa 381 acontece de tudo mesmo, né? Todo dia é uma coisa pra atrasar as viagens.
- Vejam lá...a nave subindo...era verdade mesmo...
- Vejam...está emitindo uma luz forte.........................
- Amigos...o que aconteceu?
- Uai...o mesmo de sempre...estamos esperando liberar a estrada. Parece que houve um acidente.
- Vejam...liberou o trânsito. Deve ter sido algum  acidente bobo.
- Engraçado...tô com uma sensação de que esqueci alguma coisa...como se uma parte da minha memória tivesse sido apagada.
- Fica fumando essas coisas estragadas, dá nisso...

( Qual semelhança com a coincidência é pura realidade...)