terça-feira, 18 de outubro de 2016

FESTIVAL DA MÚSICA EM ALVINÓPOLIS, 11,12 e 13 DE NOVEMBRO


Atenção músicos, compositores e intérpretes!
Vem ai o 36º Festival da Música em Alvinópolis, um dos mais tradicionais de Minas.
O Festival de Alvinópolis vai distribuir 8000 em prêmios e vai acontecer nos dias 11,12 e 13 de novembro próximos.  As inscrições serão feitas apenas pela internet. O formulário e regulamento estarão disponíveis no site www.festivalalvinopolis.com.br a partir de hoje,

EVENTO MAIS VOLTADO PARA OS ARTISTAS

Os Festivais são importantes principalmente para os músicos, para aqueles que estão começando e para os que persistem na convicção de que música tem de ter conteúdo poético e musical.
Se você for um cantor ou cantora, encontre um poeta ou poetisa pra fazer uma música em parceria.
Se você for poeta ou poetisa, também pode encontrar músicos pra parceirar.
As bandas autorais tem espaço para fruição de seus trabalhos, para experimentar as músicas no contato com o público e ainda tem um filtro altamente qualificado através do corpo de jurados.  

ARTISTAS DO MÉDIOPIRACICABA, APAREÇAM...

Há 36 anos, o monlevadense Chico Franco semeou. Os alvinopolenses gostaram e cuidaram. Mas os mediopiracicabanos sempre marcaram presença.Queremos muito que a turma de Itabira apareça. De Monlevade também, onde tem muitos artistas autorais excelentes. Nova Era não sei como está, mas já teve Mario e banda que sempre participavam. São Domingos do Prata é terra de músicos famosos. Quero ver como anda a arte de Dom Silvério, de Sem Peixe. Santa Bárbara também é terra de músicos. Barão de Cocais também é. Catas Altas nos revelou Camila Calais. E os compositores locais? Ponte Nova não é da região do MEDIOPIRACICABA, mas também comparece sempre. Queremos ver a potência artística e musical da nossa região. 

UM POUCO DE POLÊMICA

O público não tem muita paciência com os trabalhos autorais. Prefere eventos que toquem músicas já conhecidas, pra poderem cantar juntos e ter um certo sentimento de pertencimento, pra não se sentir por fora.  Os festivais por serem eventos eminentemente autorais tem tido um esvaziamento nos últimos anos. 

O QUE FAZER?

Uma solução que alguns festivais encontraram foi misturar covers e autorais. Só que isso tira o foco das autorais e aumenta demais a duração do evento. Só se diminuísse o número de classificadas, mas aí estaríamos diminuindo o espaço para os compositores e para as novidades, objetivo primordial dos festivais. De qualquer maneira é um debate entre muitos que deveremos abrir.

PREFEITOS: FAÇAM FESTIVAIS!

Não existe nenhum evento melhor para fomentar a criatividade dos artistas locais e para promover a interação com músicos de outras cidades e fazer com que a música local fervilhe e gere belos dividendos no futuro.  Não vou mentir para vocês: festival vai gerar pouco voto. Mas eleva o nível geral de um povo, que depois vai votar em políticos honestos e que valorizam a arte e a cultura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário