terça-feira, 22 de dezembro de 2015

CONSELHOS PARA 2016

Esqueça as galáxias distantes 
e cuide mais da sua aldeia.
Não se deprima com o noticiário político.
Se possível, nem veja.
Na fartura, não ostente.
Na falta, nem comente.
Se chover, agradeça.
Se der sol, apareça.
Interaja com os animais.
Abrace-os.
Eles dão aula de amizade.
Sê ouvido para quem precisa
Sê humilde na miséria.
Não se apavore se perder
Não se envergonhe de viver
Vigie seus pensamentos
contenha as feras ancestrais. 
Mas encontre um lugar
para deixá-las brincar.
Não tenha medo do não.
Não semeie palavras malditas
Não veja pesadelo em tudo.
Não se deixe arrastar pras guerras
que não são suas
Não se deixe colonizar por culturas alheias
Não se deixe levar pelas marés.
Viva melhor com menos.
Seja digital, mas também analógico.
Sinta com a pele 
e não apenas com o cérebro.
Faça caminhadas no meio do mato.
Melhor que o ar puro, só as resenhas.
Invista em você
Insista em você
Faça o seu melhor e confie.
Fé e trabalho nunca erram.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

O NERD E O CAIPIRA...


Enquanto isso naquele corgo...

- Moço. Sabe onde tem sinal? Meu 4G tá caindo direto.
- Sei não, sô minino. Eu não uso esses telefones muderno não.
- Não acredito. O sr não tem celular?
- Eu não. Não preciso desses trem não. E pra pescar não precisa de celular não viu sô menino?
- Não acredito. Mas como vocês se comunicam aqui?
- Uai. Que nem nós nos comunica a muitos anos. A gente tem uns gritos, uns assovios.
- Que maneiro. Tem sinais de fumaça também?
- Não. Fumaça nós não fazemos assim não. Nada de fogo nas matas...
- Isso é bom.
- E ocê? Por acaso isso é roupa de pescaria? Esse tênis, essa camisa chique e esse cabelo espetado? Parece que levou um susto.
- Isso é estilo. Pra que eu tinha de estar de chinelo de dedo e sem camisa? Pelo menos estou protegido.
- Já sei. Você é um daqueles merds né? Eu ouvi falar no rádio que esses merds estão na moda, que só vivem nesses tal de celular o dia inteiro.
- Merd só se for o senhor. Eu sou é um NERD, com muito orgulho. Mas me conta uma coisa. Como vocês conseguem viver sem tecnologia aqui?
- Mas quem falou que não temos?
- Ah véi. Não goza com a minha cara. Aqui não tem tecnologia nenhuma.
- Você é que acha. Tudo que vocês da cidade fazem é imitar a natureza.
- Mas como assim?
- Veja esse inseto ali na água. Com que ele se parece?
- É uma libélula. Se parece com um helicóptero né?
- Pois é. E os aviões não parecem com os passarinhos?
- Mas aí é outra coisa.
- Outra coisa nada.
- Dê mais exemplos...
- Pra construir prédios, ocês imitaram o cupinzeiro e as caixa de abelha. Pra fazer submarino, imitaram a baleia. Pra fazer o radar, imitaram o Morcego.
- E a internet?
- Imitaram os galos. Todo dia quando o sol vai nascendo os galo cantam e os cantos dos galos dão uma volta no planeta inteiro. Eles se comunicam uns com os outros. É a rede galática.
- Tá bom. O senhor não tem internet aqui...mas sabe o que é pelo menos?
- Já me falaram sim.
- Pois é. Com a internet você pode ir a qualquer lugar do mundo num segundo, ver os costumes de cada lugar, ouvir suas músicas...
- Obrigado mas não me interessa não. Prefiro ouvir os passarinhos ao vivo, os bichos  sentir o vento, o cheiro das coisas reais.
- O senhor não tem medo de ficar pra trás?
- De jeito nenhum. Até prefiro...
- Mas não é possível. Prefere ficar pra trás?
- Mas é claro. As vezes ficar pra trás é bão. Tem gente que tá ino pro buraco e nem tá sabendo...  
- Bom. Acho que já tá na minha hora...chega de pescar.
- Pegou alguma coisa?
- Pior é que não. Nem 3G tá pegando aqui. Assim não dá...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

ELE NUNCA MAIS FALOU MAIS NADA NA VIDA.



Enquanto isso no ano de 1822...

- Pois é pessoal. Estamos aqui reunidos e quero anunciar pra vocês que depois de amanhã irei declarar a independência do Brasil. Vamos nos encontrar no centro do Rio de Janeiro, quando anunciarei que não mais fazemos parte da coroa, portanto um reino independente.
- Puxa, Dom Pedro. Que ótima notícia. Já estava na hora de nos tornarmos um país. Pode dizer o ponto certo e horário pra gente se organizar?
- É claro. Será na Bahia da Guanabara as 5 horas da tarde. Chegarei com meus cavaleiros e faremos o anúncio a todos.  Agora vamos beber vinho. É festa..

NA MANHÃ SEGUINTE, UM DOS QUE PARTICIPARAM DA REUNIÃO PEGOU SEU CAVALO E PARTIU PRO RIO DE JANEIRO. Foi procurar os representantes da coroa. 

- Sr Intentende. Tem um sujeito querendo falar com o senhor.
- O que ele quer?
- Quer denunciar uma conspiração.
- Sério mesmo? Mande entrar rápido então.
- Bom dia sr intendente.
- Bom dia. Pode se sentar.
- Pois é, sr intendente. Tenho uma informação muito importante para o senhor, mas quero negociar.
- Que tipo de informação?
- De uma rebelião que vai acontecer amanhã.
- É mesmo? Mas o que quer em troca?
- Veja bem. O meu companheiro Joaquim Silvério dos Reis levou uma bolada. Muitas moedas de ouro. Judas também. E deu certo, né? Acabaram com Tiradentes e com seus companheiros poetas e outros malucos. Bom, eu quero perdão das minhas dívidas tributárias, 100 barrotes de ouro e uma casa na praia que pode ser em Angra ou Cabo Frio.
- Pagar o preço vai depender do que tem a nos contar.
- Sabe o Dom Pedro? Príncipe de Portugal no Brasil?
- Claro. O que tem ele? Não me diga que ele também é pederasta?
- Não, não é nada disso.
- Não sei o que aconteceu no reino. Parece que apareceu um mosquito que tá dando a maior epidemia pederastica aqui no Brasil colônia.
- Sr Intentende. Esse pessoal arruma desculpas muito doidas pra sair do armário. Mas não é nada disso. 
- Já sei então. É o contrário né? O Dom Pedro tá passando as noites na zona de novo né? Nós já falamos com ele. Não pega bem para um príncipe.
- Não é nada disso...é conspiração...
- Isso ele tem mesmo. A mãe dele sempre falou...ele tem muita constipação. Quando era pequeno gostava de andar descalço no castelo.É isso que dá.
- Não, sr Intendente. É traição...o Príncipe está planejando declarar a independência do Brasil...ver ser no centro do Rio de Janeiro amanhã.
- O sr está enganado.
- Não estou não senhor. Estive numa reunião e ouvi D Pedro pessoalmente anunciando isso pro pessoal.
- Foi pra despistar. Na verdade vai ser às margens do Ipiranga.
- Mas espere aí. Como o sr sabe?
- Ih, meu amigo. Tá tudo combinado Isso é retórica. O Brasil jamais ficará independente. 
- Mas como assim? 
- Isso é combinado com o rei. O Brasil formalmente vai deixar de pertencer a Portugal, mas continuará sendo explorado do mesmo jeito e também por outros países como a inglaterra, frança, os emergentes estados unidos e no futuro até a china e a índia. É questão de tempo. 
- Puxa vida. E eu pensando que tava fazendo algum favor a vocês.
- Mas você nos fez um favor. Ao tentar delatar uma rebelião, vocês delatou a sí próprio. 
- Mas o que isso significa...não me digam que vão.
- Guardas. Podem levá-lo para a masmorra.
- Mas espere aí. Vocês não podem fazer isso.  
- E mandem tatuar com ferro quente um X9 na testa dele.
- Espere. 
- Se disser mais uma palavra mando cortar sua língua.
- Mas...
- Se abrir a boca mando cortar outra coisa...