sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

ELE NUNCA MAIS FALOU MAIS NADA NA VIDA.



Enquanto isso no ano de 1822...

- Pois é pessoal. Estamos aqui reunidos e quero anunciar pra vocês que depois de amanhã irei declarar a independência do Brasil. Vamos nos encontrar no centro do Rio de Janeiro, quando anunciarei que não mais fazemos parte da coroa, portanto um reino independente.
- Puxa, Dom Pedro. Que ótima notícia. Já estava na hora de nos tornarmos um país. Pode dizer o ponto certo e horário pra gente se organizar?
- É claro. Será na Bahia da Guanabara as 5 horas da tarde. Chegarei com meus cavaleiros e faremos o anúncio a todos.  Agora vamos beber vinho. É festa..

NA MANHÃ SEGUINTE, UM DOS QUE PARTICIPARAM DA REUNIÃO PEGOU SEU CAVALO E PARTIU PRO RIO DE JANEIRO. Foi procurar os representantes da coroa. 

- Sr Intentende. Tem um sujeito querendo falar com o senhor.
- O que ele quer?
- Quer denunciar uma conspiração.
- Sério mesmo? Mande entrar rápido então.
- Bom dia sr intendente.
- Bom dia. Pode se sentar.
- Pois é, sr intendente. Tenho uma informação muito importante para o senhor, mas quero negociar.
- Que tipo de informação?
- De uma rebelião que vai acontecer amanhã.
- É mesmo? Mas o que quer em troca?
- Veja bem. O meu companheiro Joaquim Silvério dos Reis levou uma bolada. Muitas moedas de ouro. Judas também. E deu certo, né? Acabaram com Tiradentes e com seus companheiros poetas e outros malucos. Bom, eu quero perdão das minhas dívidas tributárias, 100 barrotes de ouro e uma casa na praia que pode ser em Angra ou Cabo Frio.
- Pagar o preço vai depender do que tem a nos contar.
- Sabe o Dom Pedro? Príncipe de Portugal no Brasil?
- Claro. O que tem ele? Não me diga que ele também é pederasta?
- Não, não é nada disso.
- Não sei o que aconteceu no reino. Parece que apareceu um mosquito que tá dando a maior epidemia pederastica aqui no Brasil colônia.
- Sr Intentende. Esse pessoal arruma desculpas muito doidas pra sair do armário. Mas não é nada disso. 
- Já sei então. É o contrário né? O Dom Pedro tá passando as noites na zona de novo né? Nós já falamos com ele. Não pega bem para um príncipe.
- Não é nada disso...é conspiração...
- Isso ele tem mesmo. A mãe dele sempre falou...ele tem muita constipação. Quando era pequeno gostava de andar descalço no castelo.É isso que dá.
- Não, sr Intendente. É traição...o Príncipe está planejando declarar a independência do Brasil...ver ser no centro do Rio de Janeiro amanhã.
- O sr está enganado.
- Não estou não senhor. Estive numa reunião e ouvi D Pedro pessoalmente anunciando isso pro pessoal.
- Foi pra despistar. Na verdade vai ser às margens do Ipiranga.
- Mas espere aí. Como o sr sabe?
- Ih, meu amigo. Tá tudo combinado Isso é retórica. O Brasil jamais ficará independente. 
- Mas como assim? 
- Isso é combinado com o rei. O Brasil formalmente vai deixar de pertencer a Portugal, mas continuará sendo explorado do mesmo jeito e também por outros países como a inglaterra, frança, os emergentes estados unidos e no futuro até a china e a índia. É questão de tempo. 
- Puxa vida. E eu pensando que tava fazendo algum favor a vocês.
- Mas você nos fez um favor. Ao tentar delatar uma rebelião, vocês delatou a sí próprio. 
- Mas o que isso significa...não me digam que vão.
- Guardas. Podem levá-lo para a masmorra.
- Mas espere aí. Vocês não podem fazer isso.  
- E mandem tatuar com ferro quente um X9 na testa dele.
- Espere. 
- Se disser mais uma palavra mando cortar sua língua.
- Mas...
- Se abrir a boca mando cortar outra coisa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário