segunda-feira, 23 de novembro de 2015

A DOR


A dor escreveu 
as mais belas canções.
Poemas perfeitos, 
romances sem fim
A vaidade ergueu impérios, 
a liberdade armou quadrilhas
A repressão faz o contrabando 
e o carinho vicia
A dor dos escravos 
pariu as Américas
Cabeças cortadas 
nas guerras
A dor de nascer, 
a dor de não ter
A dor de querer
A dor de não crer
A dor de morrer 
A dor de não ser
A dor de saber
a dor de perder
a dor de não ter
a dor de se enganar 
Como é difícil ser juiz
Como é complexo o ser humano
Como é finito ser feliz
Vamos aproveitar os bons momentos ...

Repete

Quem quiser ouvir, o link está abaixo.

http://palcomp3.com/solofertilmartino/a-dor/

Nenhum comentário:

Postar um comentário