sexta-feira, 7 de agosto de 2015

O TUMOR


Enquanto isso naquele hospital...

- Muito bem. Vamos começar a cirurgia.  Por favor, coloquem a radiografia na tela.
- Pois não, Dr. Já está na tela.
- Muito bem. Vou começar a incisão...
- As câmeras também já estão preparadas para filmar e ampliar tudo, Dr.
- Ok. Se não fosse a tecnologia, não teríamos como fazer uma cirurgia tão delicada.
- Tudo vai indo bem, Dr. As funções vitais estão satisfatórias e monitoradas
- Ok. Então já estou iniciando a incisão. Documentem tudo,por favor.
- Dr. Pela fotografia, o problema está um pouco mais profundo.
- Esse tipo de tumor é complicado mesmo. Vamos utilizar o lazer. Por favor, regule um feixe mínimo. Preciso intervir sem danificar os tecidos. Por favor, assistente. Verifique a pressão intra-craniana.
- Tudo nos parâmetros normais.
. Ok.Já consigo enxergar o tumor.
- Bisturi?
- Por favor. Tá começando a sangrar um pouco. Drene aqui, por favor...
- Pequena hemorragia drenada.
- Por favor, me passe agora a pinça cirúrgica mais fina que tiver...vamos acabar com esse tumor é agora...
- Pinça nano na mão.
- Vamos ver se essa coisa consegue resistir a essa pinça. Minha nossa senhora. Não quer sair. Parece estar muito bem alojada.
- O que vai fazer, DR?
- É. Vou ter de cortar com o bisturi lazer. Por favor. Com feixe um pouco mais forte.
- Bisturi pronto para uso.
- Vamos lá...já cortei as hastes que prendiam o tumor. Agora me passem a pinça...
- Agora vai...
- Que coisa. Tá garrado. Parece que foi colado, amarrado dentro do cérebro do paciente. Vou fazer o seguinte. Vou preparar a pinça. Quando eu falar já...todo mundo me ajuda a puxar...é um, é dois...é já...

( cataplaft...).

- Conseguiu, Dr?
- Ufa. Estou todo suado, mas consegui. Está aqui na pinça. Vou colocar num vidrinho pois esse foi de amargar. Agora o paciente vai poder levar uma vida normal...
- Mas Dr...que tumor estranho...
- Pois é. E é um dos piores tipos, pois ao contrário dos tumores normais, esse pega, passa de pessoa pra pessoa.
- Um tumor contagioso? Credo, Dr. Agora eu estou com medo.
- Não tenha medo. A pessoa só pega se quiser...
- Mas Dr...deixa eu ver esse vidro...que coisa esquisita...será que estou delirando?
- O que você está vendo?
- Estou vendo aqui...esse negócio que o senhor tirou do cérebro do paciente tá muito estranho...parece que forma uma palavra...mas eu não consigo ler.
- Vamos botar no microscópio pra gente ver...espere aí...a palavra que forma é CRISE.
- Pois é. Tem muita gente adoecendo com isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário