sexta-feira, 13 de março de 2015

A FUGA

Aquela menina teve de fazer uma verdadeira peripécia pra fumar um cigarrinho. Estava num seminário chatíssimo sobre sua área profissional e não aguentava mais meio minuto sem acender um cigarrinho. Pegou o elevador até o último andar, subiu pela escada 3 andares ainda em construção...e enfim chegou ao andar de cobertura. Havia uma porta que não estava fechada, mas rangeu pra caramba ao abrir. Quando chegou lá em cima, sentiu um cheiro de cigarro e viu que não estava sozinha.

- Olá. Pode chegar. Não tenha medo.
- O que o sr está fazendo aqui?
- Imagino que o mesmo que você. Quer isqueiro?
- Pode deixar. Eu tenho o meu ( disse, já acendendo um Carlton).
- Orlando Oliveira. ao seu dispor.
- Fernanda Lutti. Mas pode me chamar de Nanda
- Puxa, Nanda. O que é que um fumante não faz pra encontrar uma área mais privê, né?
- Nem me fale. Tá cada vez pior. Mas nada comparado ao terror lá de casa.
- Por que?
- Uai.Meu tio tá com câncer... tenho de fumar no galinheiro.
- Meu problema é pior que o seu. Como já passei dos 60, sou vigiado pela mulher, filhos, genros e agora até pelos netos.
- Preconceito, né? Só por causa de umas baforadas...
- O problema não é o vício. Mas o excesso. Tem gente que exagera. Tenho um amigo que fuma 4 maços por dia.
- Sério? Mas quantos anos eles tem?
- Tá com 82.
- O que? 
- E nunca teve nada. Tá defumado, mas tem uma saúde de ferro. Parece que o cigarro não o afeta.
- O sr tá bem conservado também.
- E você parece muito ansiosa. O que está acontecendo?
- Sabe o que é? Estou apaixonada. Não consigo me concentrar em nada. Esse evento aqui é legal, mas só consigo pensar no meu namorado.
- Pois é. Só depois de muito tempo é que a gente percebe que o romantismo é uma ilusão. uma estratégia da natureza para a perpetuação da espécie.
- Eu não concordo não. Não tem nada melhor do que estar apaixonada, sentir saudade, desejo, amor...
- Quanto anos você tem?
- 17.
- Puxa. Mas parece ter uns...25, 26...
- Deve ser por causa da maquiagem.
- Vocês mulheres são complicadas. Quando são novas, querem parecer mais velhas. Quando ficam mais velhas, querem parecer mais novas.
- É verdade. Ser mulher não é fácil. 
- Quer um conselho? Contrarie o seu coração de vez em quando. Não caia em conversas dos Don Juans de plantão, a não ser que também queira se aproveitar do corpicho deles.
- Que isso! O amor é mais do que o desejo.
- Tá bom. Curta esse fogo, vivencie o desejo, sinta o mundo, mas mantenha o controle. Não deixe o amor te deixar boba. Não deixe ninguém pisar em você.
- Pois é. Numa coisa o sr tem razão. A gente sobre demais por causa das paixões. Sofre mais do que tem prazer. 
- O que você está estudando?
- Eu estudo acupuntura. Dizem que tenho mãos curativas. Tá tendo um seminário com um Chinês que dizem ser o melhor do mundo. Mas o seminário tá muito chato.
- Eu imagino.
- E o Sr? O que faz?
- Eu sou deputado.
- É mesmo? Puxa!Nunca pensei que falaria com um.
- Que nada. Somos pessoas comuns. Só que mais assediados, mais tentados.
- Você já teve proposta de alguma empreiteira?
- Proposta? Eu só sou deputado por causa das empreiteiras. Elas é que bancam nossas campanhas. Hoje eu me arrependo de ter aceitado tantas propinas, mas não adianta mais...
- O Sr foi pego em algum desses inquéritos, lava jato, mãos limpas...
- Ainda não. Mas o cerco está apertando. Não sei se suportaria ver minhas filhas sabendo do que fiz.
- Pois é. Há dores que são insuportáveis.
- E muitos não seguram a onda. Espero que você aproveite bem. Tem muita vida pela frente. 
- Puxa. Valeu viu. Foi muito legal conversar com você.
- Espere um pouco. Chegou uma mensagem pra mim.
- E aí. Notícia ruim? Sua cara tá de preocupado.
- Não é nada.
- Então. Vamos descer? Eu tenho de voltar pro seminário.
- Não. Eu vou ficar por aqui e fumar meu último cigarro.
- Valeu então, viu?...vou nessa. Mas espere aí...o que você está fazendo.
- Adeus..( disse ele mergulhando no nada)...

Nenhum comentário:

Postar um comentário