sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

CARNAVAL DOS POLÍTICOS

Enquanto isso, as esposas de dois políticos conversavam sobre os planos para o carnaval.

- E aí, amiga? Vai passar o carnaval aonde?
- Eu nem sei, viu. Talvez em Londres, París...
- Ah não, amiga. Vai sair do Brasil na época em que ele é mais delicioso?
- Sabe o que é? Alguns opositores estão ameaçando fazer máscaras do meu marido. Não quero ficar aqui pra pagar esse mico.
- Que nada, amiga. Tem de levar na esportiva. 
- Mas o povo tá cruel. Não tá poupando ninguém.
- Que isso. A gente tem de levar na esportiva e até brincar com isso.
- Mas como assim?
- Veja bem. Nós montamos um bloco e vamos desfilar. Convidamos vários amigos eleitores e vamos fazer um ato político em pleno carnaval.
- E como se chama o BLOCO?
- Bloco do Sujo.
- É. Mas no caso do meu marido, tinha de ser BLOCO DO LIMPO.
- Por que?
- Por que a especialidade dele é lavar dinheiro. 
- Mas me diga uma coisa. Vocês vão no baile da associação dos deputados?
- É claro. Não podemos perder essa mamata. É tudo pago pelo governo.
- Pois é. Mas vai se fantasiar de que? 
- Eu ainda não pensei. Mas será uma fantasia bem sensual e lúdica
- E o seu marido? Não vai se fantasiar?
- Claro. Eu já comprei duas fantasias pra ele escolher. Uma de Pirata, pois também opera no contrabando. A outra é de mestre de obras, com capacete e tudo pra ele se fantasiar de pedreiro, pois fatura um gorjeta dos empreiteiros.  
- O meu pode se fantasiar de Homem Invisível. Ele está em várias falcatruas mas não aparece em nada. Tudo em nome de laranjas.
- Tá vendo amiga? A gente tem de levar a vida no bom humor.
- Tudo é carnaval, né? Mas dizem que o povo vai protestar muito esse ano.
- Protestar contra o que?
- Uai, contra a corrupção, a economia.
- Ah...vamos aproveitar e protestar também...tudo é carnaval, não é?
- Mas protestar contra o que?
- Ah...sei lá...por exemplo, contra esse absurdo do político trabalhar 3 dias por semana. Como é que ficam a esposa dos políticos? Nós precisamos viajar e conhecer o mundo e principalmente fazer compras...
- É verdade. Podemos protestar também pela criação de uma bolsa salão. Mulher nenhuma vive sem salão.Seria o projeto Meu Salão, minha vida.
- Boa. E uma bolsa Ricardão também né? Antes galhar galhando do que ser galhada sem estar galhando. 
- Eu não traio meu marido com homem nenhum.
- Sério?
- Eu disse com homem. Agora, rapaz pode. Meu marido fica direto em Brasília e sabe como é né? A gente precisa de um novinho pra passar o tempo..
- Você pode sugerir ao seu marido uma fantasia de Alce. kkkk.
- Sei lá se a minha sombra não tá galhada também...
- Mas meu amor...carnaval de político é assim...os escândalos esquentam a relação.
- É verdade. A gente aprende a viver perigosamente.
- Mas me diga uma coisa...pode me contar que eu não vou copiar: vai se fantasiar de que pra seduzir seu marido? De bailarina? De colombina?
- Não. De propina. Nada o excita mais. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário