sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

O MUNDO NÃO PRECISA MAIS...


O mundo não precisa mais de poetas e escritores.
Já temos livros em demasia. Por favor, caros escrevinhadores.  Stop.
O mundo também não precisa mais de compositores.
Temos músicas demais. Se você passar o resto da sua vida ouvindo músicas, não dará conta de ouvir nem um décimo de tudo que já foi produzido.
O mundo também não precisa mais de filmes.
Caros cineastas. Parem de filmar. A história do mundo já foi contada e recontada diversas vezes nas películas e nos suportes virtuais.
O mundo não precisa de artistas plásticos também.
Parem de pintar. O mundo não precisa mais de suas obras surreais ou hiper-realistas. Vocês ficaram obsoletos depois do corel drawn.
Bancários? Pra que?
Os caixas eletrônicos resolvem tudo.  São gerentes, caixas e escriturários ao mesmo tempo.
Jornalistas? Em breve também não serão necessários. As notícias já são formuladas automaticamente em fábricas de feeds.
Jogadores de Futebol?
Também não precisamos. Há jogos virtuais bem superiores aos esportes comuns e com a vantagem de que qualquer um pode se tornar um craque.
Engenheiros? Projetistas? Pra que?
Já existem softwares que fazem tudo. 
Advogados? Também ficarão obsoletos. A informatização radical da lei e da ordem acabará com os crimes.
Policiais? Também serão desnecessários. Câmaras de observação por satélites e escutas com GPS policiarão todo mundo.
Prostitutas? Também serão desnecessárias. Dispositivos sensoriais de última geração proporcionarão orgasmos perfeitos em questão de segundos.
Médicos? Pra que? Dr Google já anda resolvendo os problemas de muita gente e dentro de pouco tempo dará consultas regulamentadas e até cirurgias por via remota.
Agricultores? Também serão desnecessários. A mecanização e automação de toda a plantação garantirão mais eficiência e alimentos de qualidade uniforme.
Também não precisaremos de funcionários públicos. O governo será totalmente informatizado e a prova de corrupção.
Padres e pastores? Serão totalmente desnecessários com a nova igreja virtual, que proporcionará o contato direto com o todo poderoso, sem intermediários.
Educação? Será dispensável, pois as pessoas terão todo o conhecimento a um clique nos oráculos de pesquisa.
Mãe e pai? Também serão descartáveis por causa das modernas técnicas de inseminação artificial.
O ser humano será preservado como criatura museu, matriz do pensamento, porém obsoleto, vencido. Nossas memórias serão arquivadas, backupeadas para futuras consultas.
Nossa única utilidade será sentirmos saudade do tempo em que éramos úteis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário