sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

US PIRATAS...E OS ETS...


ENQUANTO ISSO NUMA DELEGACIA

- Por favor. Me passe o relatório do dia. Muito sangue hoje?
- Até que não, chefe. Só mais um daqueles casos estranhos.
- Ih...não me diga que é um daqueles malucões que cismam que são homem aranha e saem escalando prédios...
- Mais ou menos por aí, chefe.
- Diz aí...o que esse sujeito é?
- Se segura aí chefe...ele diz que é Pirata.
- Ah...mas isso é normal demais. O que tem de gente vendendo CD pirata, DVD Pirata.
- Não, chefe. Ele diz que é pirata...pirata mesmo...tipo capitão gancho. Saca?
- Mas como ele veio parar aqui? Nem mar aqui tem.
- Pois é, chefe. Achei melhor o senhor falar com ele.
- Mas ele fala português?
- Pior é que fala. Ele é Brasileiro. Se alistou na Pirataria Internacional e foi trabalhar num desses navios piratas. Saca?
- Deixa eu ir lá falar com o homem...
O delegado chega à sala de interrogatório...
- Boa noite.
- Boa noite.
- Quer dizer então que você é Pirata?
- Isso!
- Mas não sabe que pirataria é ilegal?
- Eu sei. Mas roubar do governo também é ilegal. E os políticos não roubam?
- Agora todos os ladrões estão usando essa desculpa. Mas vamos ao que interessa. O sr diz que é pirata. Como chegou aqui?
- Eu tava fazendo exercícios de pirataria nas praias do Chile, quando de repente apareceu uma bola de fogo no céu. Era uma luz muito forte. Perdi os sentidos. Quando acordei estava aqui.
- Sei. Deixa eu ver se entendi. Você está me dizendo que foi raptado por um disco voador e solto aqui em nossa região?
- Se era disco voador eu não sei dizer. Foi uma luz muito forte.
- Sei. E você não tem documentos, CPF, nada disso?
- Eu tenho uma caixa de documentos falsos, passaportes que os companheiros piratas fazem pra gente. Minha identidade real foi totalmente apagada pelos hackers piratas, os melhores do mundo.
- Mas não tem nenhum documento aí?
- Eu não te falei que os Et´s me pegaram e me deixaram aqui?
- Que pena. Então vai ficar mofando aqui até que os detetives pesquisem mais a seu respeito.
- Vou ficar mofando nada. Você não conhece o mundo pirata. Nem os Iluminattis são tão poderosos.
- Você está me ameaçando?
- De modo algum. Tenho o maior respeito pela polícia. Eu não gosto é de político. Já os advogados são amigos, gente da melhor qualidade.
- Mas me conte essa história dos ETS? É algum tipo de código? Esses Ets são piratas chineses, do ramo das quinquilharias eletrônicas?
- Não. Foram Ets de verdade. Você não acredita em Ets?
- Claro que acredito. Em papai Noel também, mula sem cabeça.
- O senhor é muito careta. Não sabia que o fantástico é que é real?
- Eu sou careta mesmo. Quadrado. Só acredito no que é palpável. E você fica zombando de mim com essa história de ET e pirata. Vai é mofar aí...

Os dois se despediram e cada um foi pro seu canto. No outro dia o delegado acordou cedo com som doo celular.Era o comandante. O chefe maior chamou-o á sua sala, agradeceu pelos bons serviços prestados e foi logo comunicando que o nobre delegado estava sendo transferido naquele instante para outra delegacia, num lugar melhor, com melhores condições de trabalho. O comandante, muito simpático, disse também que nem precisaria retornar à antiga delegacia, que seus objetos pessoais já tinham sido transportados para a nova. Foi-lhe dito que em hipótese alguma deveria retornar ao antigo prédio, que estaria lacrado sob segredo de justiça. Ele estranhou a situação, mas obedeceu cegamente ás ordens. Era um militar muito disciplinado e não questionava os superiores em hipótese nenhuma. Foi trabalhar na nova delegacia, realmente muito mais bem equipada e tranquila, inclusive com melhoria de salário. A vida seguiu e ele resolveu esquecer a história. Só que certo dia encontrou-se com o capitão na rua. Ele tava correndo à tarde com seu rottweiler. Foi quando ele percebeu uma coisa que o deixou intrigado. Nas costas do comandante havia uma tatuagem pirata.Será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário