quinta-feira, 29 de agosto de 2013

OS CARROS PEGADORES e OUTROS ASSUNTOS

CARROS PEGADORES

O primeiro carro pegador mesmo foi o Porshe do James Bond. Depois vieram outros carros patrocinando a série 007, também pegadores. Depois teve o fusquinha Herbie. O nome do filme já deixava uma interrogação no ar. “Herbie, se o meu fusca falasse?” Se falasse, falaria o que? Será que contaria sobre as coisas impublicáveis que seus donos faziam quando não havia ninguém filmando?  Depois, me lembro do Cadillac abatedouro do Roberto Carlos. Mandou muita brasa naquela caranga. Depois pintou o fuscão preto, mas ai já era um carro corno. Outro que fez sucesso foi a Brasília Amarela do Mamonas. O Dinho devia se virar nela. Mas nada comparado à onda atual. Primeiro veio o Camaro Amarelo. Foi um assombro. As Marias gasolinas foram ao delírio. Depois veio o Fiorino amarelo. Se não tinha o Camaro, ia no fiorino mesmo.E agora, a dupla Gilvan e Ryan de Alvinópolis, lança mais uma música e clip sobre carro pegador, com a música sobre um strada cabine dupla muito apropriada praquilo. O clip deles tá na net. Só ir no Youtube e procurar “na strada”.

Ella é muito bonita...

Não estou falando apenas da modelo que protagonizou o clip, mas tudo que envolve a produção da música e do clip de “Ella”. A música é composição de Daniel Bahia e Letto.  A produção musical foi de João e André Freitas. A música quase não tem letra. Só uma frase é cantada quase lida. O resto são vocalizes, os climas e o arranjo com dinâmicas progressivas. O clip é cheio de ideias inusitadas. A edição explora detalhes, olhares, movimentos e micromovimentos sincronizados. Algumas ideias chocam, como o vinho despejado na banheira, as frases escritas com baton, as reticências espetadas com caneta hidrocor vermelha, algo sanguíneo também, do vinho e do sangue, as expressões tristes e sérias da atriz Pâmela Starling, uma auto vampira. Em princípio pensei comigo: puxa, mas fica difícil dissociar a música do clip. Engano meu. Ouvi depois sem o clip e também funciona. Parabéns a todos os envolvidos. Isso tem de ir pro Brasil inteiro.

SEM HUMOR A VIDA É UM HORROR

Fui repreendido inbox por alguns amigos petistas. Eles acham que não devo fazer piada com os cubanos. Caramba. Só porque eu falei que o Brasil deveria retribuir o envio de médicos, enviar álbuns políticos para Cuba? Brinquei também que deveríamos importar alguns policiais, pois eles tem a qualidade de viverem cubando.  Vi outras coisas muito engraçadas à respeito e não gosto de perder a piada. Mesmo porque, sou totalmente favorável a vinda de bons profissionais de quaisquer nacionalidade.

MÉDICOS CUBANOS, PORQUE NÃO?

Já importamos Italianos, Orientais, Africanos, Americanos, Japoneses, Alemães, qual o problema de trazer médicos cubanos? Se os médicos brasileiros não estão dispostos a assumir certas responsabilidades, se não consideram suficientes os salários e condições disponibilizados, se não querem trabalhar nos pontos remotos do país, por que se opor a vinda de médicos do exterior? Coorporativismo? Pode ser! Até outro dia considerava-se que Cuba tinha uma medicina muito avançada.  Isso não muda em tão pouco tempo. Muito triste o que médicos brasileiros fizeram, hostilizando os colegas de outro país.

O OUTRO LADO DA MOEDA

Vi ontem uma fala do Alexandre Garcia sobre a vinda dos médicos. Ele denuncia uma série de coisas, diz tratar-se apenas de um cumprimento de trato entre Lula e Fidel, que quase todo o dinheiro que os médicos vão ganhar vai pra ditadura cubana, enfim, destrói  o programa “Mais Médicos”. Eu acho curioso isso. Quer dizer que não pode trazer comunistas. Só capitalistas. Mas não somos uma democracia. Temos o laicismo para as religiões e a liberdade ideológica para a política. Democracia é isso mesmo. Quem já esteve em algum governo entende isso bem. Dizem que é o tal direito ao contraditório. Tudo que você fizer vai ser combatido e contra-argumentado pela oposição. Haverá sempre um ponto fraco, algum flanco a ser atacado. E se não tiver é só inventar. Nesse jogo, os governistas reativos demais, costumam perder muito tempo respondendo aos ataques, caem na inércia e não obtém sucesso. Sempre melhor agir que reagir.

MENSALÃO MINEIRO, UM ELEFANTE EMBAIXO DO TAPETE

Nunca vi nada mais blindado que esse mensalão mineiro. Deve ter um elefante debaixo desse tapete. Mas um elefante invisível. Vê-se o calombo, mas quando alguém levanta o tapete, não vê nada embaixo. O mais estranho de tudo é que as vezes parece que nem o PT se interessa em levar isso adiante. Estranho, muito estranho mesmo!

O QUE É PRIVADO ESTÁ TININDO, O QUE É PÚBLICO ESTÁ EM RUÍNAS

Isso parece com a sua cidade? As pessoas estão melhorando as fachadas das casas. Construções maravilhosas pipocando por todos os lados.Pois é. Mas e a parte que compete as administrações municipais? Os prédios públicos estão em boas condições? As ruas estão sem buracos, as praças e jardins bem cuidados? Pelas conversas que temos com vários amigos, na maioria das cidades a resposta é não. Os funcionários não cuidam do que é público com carinho, como se fosse a sua casa. Aliás, é a sua casa. Mas tudo anda muito abandonado, decadente, sem dono. Dizem que o que falta é gestão. Eu já acho que o que falta é AMOR. 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Sociedade dos clubes mortos e outros assuntos...

SOCIEDADE DOS CLUBES MORTOS

Em Barão de Cocais havia o Metalusina, que inclusive chegou a disputar campeonato mineiro profissional. Em João Monlevade tinha o Vigilantes, o BelgoMinas, o Vasquinho. Em Alvinópolis tinha o Pinga Rato, o AQB ( Aqueles Que Bebem), entre outros. Hoje vi a foto na internet de um time alvinopolense chamado Náutico. Vai saber o motivo, já que a cidade não tem mar, nem barcos, nem águas navegáveis. Imagino que a maioria das cidades da região tenha seus clubes que viveram dias de glória. Seria legal resgatar essas histórias. Quem se habilita? Marcelo Melo?

ALVINÓPOLIS DESACONTECENDO.

Passei perto do clube do PingaRato em Alvinópolis e fiquei chocado com o que vi. O prédio está em ruínas. Pra quem não sabe, trata-se de um dos clubes mais tradicionais da cidade, com história folclórica. O Clube social funcionava em casa de particulares. Certo dia, durante um baile, de um buraco no forro, começaram a cair vários ratinhos no salão. Embora o nome oficial do clube seja Original, o nome que pegou mesmo foi Pingarato, que perdura até hoje. Não sei de quando é a construção do clube, mas o abandono dói na alma dos alvinopolenses, principalmente daqueles que são da rua de cima. Por alguma razão o clube ficou inviável e abandonado. Uma campanha pela internet teve início para tentar salvar o clube. Vamos ver se aparecerão pessoas dispostas a ajudar de alguma forma a preservar esse dado cultural tão importante. Como diz o Dindão, tudo depende de coração. Sem coração, tudo perde o viço e morre.

ALVINÓPOLIS ACONTECENDO

Estive em Alvinópolis no último final de semana. Fiquei feliz com o que vi. Interessante como a cidade cresceu em termos de ocupação dos espaços. Novas ruas surgiram onde não havia nada. Interessante também que nas ruas centrais, as pessoas vem caprichando, com construções mais arrojadas, com acabamento de primeira, vários predinhos e dá pra ver que as pessoas melhoraram de vida. Mas a parte da administração da cidade pode melhorar e muito.Por exemplo, a parte externa do prédio da prefeitura está muito feia. Aquele portão de entrada tão enferrujado, dá uma impressão de desleixo para com a coisa pública. O Prefeito anterior João Galo Indio chegou a fazer uma reforma na parte interna que ficou muito boa. Fiquei sabendo que o novo Prefeito Milton vai fazer uma reforma definitiva, inclusive construindo mais dois andares, juntando toda a parte administrativa num mesmo local. Se fizer, será uma obra muito importante e vamos todos bater palmas. Uma prefeitura tão feia envergonha a todos os Alvinopolenses. O prefeito pode aproveitar também pra dar uma melhorada nas vias públicas. As ruas continuam esburacadas e isso vem de muitos anos. Em Alvinópolis, o que é privado tá tinindo, mas o que é público está pedindo socorro. Pelo menos existem perspectivas de melhorias. Que venham...

SAMBA EM ALTA

O pessoal da banda Soul Du Samba vem colhendo elogios por todos os locais onde passa. A mistura de samba e rock já foi tentada nos anos 70. Quem é da época se lembra de Lee Jackson, que cantava Rolling Stones e Beatles em ritmo de samba. Eu achava muito bom. Havia ainda o Trio Mocotó, o próprio Jorge Ben Jor que fazia um samba guitarrado. Mais recentemente tivemos o Farofa Carioca, Seu Jorge, o Monobloco e outros fazendo sucesso com o chamado samba rock. Até a mineira Tianastácia usou elementos do samba em suas composições. Mas ultimamente apareceu a banda Sambô que conseguiu retomar e popularizar a mistura de Rock com Samba. E o pessoal do Soul du Samba, formada por músicos que vem do pop e do samba, também resolveu fazer suas misturas que tem tido uma boa aceitação. O nome tem uma brincadeira interessante. Soul significa alma em inglês. E também é nome de um ritmo americano eternizado pelo grande James Brown. Sinal que pode ter até mais um elemento na mistura. Agora o pessoal do Soul Du Samba começa a reunir repertório personalizado e tudo indica que vai gravar um samba meu chamado “PELADA”. Diz respeito às peladas que todo mundo gosta de jogar. Tem uma brincadeira de duplo sentido que vocês vão sentir assim que a música for lançada.

SAMYR E SEMER: SAMBA DE FINO TRATO

Outro trabalho de samba que venho realizando é com os irmãos Samyr e Semer. Ai já é um samba mais tradicional, com influências que vão de Roberto Ribeiro, Benito de Paula, Luiz Airão, Originais do Samba e outros ícones. Estou produzindo em parceria com o genial compositor e arranjador Rodolfo Mendes.

QUEM DIRIA, HEIN?

O pessoal que conhece minha trajetória no rock deve estranhar esse meu elogio ao samba. O problema é que só conhecem minha onda rockeira, mas tenho outras verves. Antes do Rock eu era mpbeiro e o mundo da MPB tem o samba como sua matriz principal. Depois, o Samba e o Rock são negros, tem as mesmas origens. São até meio parentes. E convenhamos: todos os estilos tem seus suprassumos, sua mediocridade vendável, seus abaixo da crítica. Eu prefiro a música.

ACORDAR EM ALTO NÍVEL

Ter o Coral Alcântara, de nível internacional em um piquenique não é pra qualquer um. Isso aconteceu em Monlevade graças a ACORDAR CULTURAL, uma turma de pessoas abnegadas, devotadas, vocacionadas para as questões culturais em João Monlevade.

FESTIVAL DEMOCRATION

Estive reunido com um amigo produtor e conversamos sobre um Festival de Rock que deverá ocorrer em breve na região ( provavelmente em Alvinópolis). Cada banda vai apresentar 4 músicas, sendo uma cover e uma própria. Poderão entrar músicas em português ou inglês. As bandas serão votadas via internet e no local do evento. Não haverá júri, mas apenas votos populares. O nome Democration não é nenhuma apologia ao demo, mas por que será um festival democrático. Datas, premiação e regulamento estarão disponíveis em breve. Quem sabe DEMOCRAROCK fique melhor? Quem sabe nada disso? De qualquer maneira, as conversas estão evoluindo. Talvez devamos abrir uma enquete para escolhermos o nome. 

FILTROS

Precisamos cuidar dos nossos filtros. Recebemos muita informação pela internet. Ideólogos de esquerda e direita tem seus argumentos, todos embasados em testemunhos, todos com provas inequívocas de que estão certos em suas visões de mundo e também de suas estratégias e táticas para dominar os corações e mentes. E nós, pessoas comuns, somos invariavelmente seduzidos por esses discursos de ocasião. Ai eu lembro da figura de Salomão, que poderia pedir qualquer coisa a Deus e pediu apenas sabedoria e discernimento. É disso que estamos precisando...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

VAMOS EXPLODIR ESSE PAÍS !!!


SEM MOCINHOS

Tá difícil interpretar, discernir, filtrar tanta informação. Se formos levar em consideração todo o material que recebemos detonando tudo e todos, chegaremos à conclusão de que é melhor explodirmos esse país.

EXISTE POLÍTICO HONESTO?

Essa é uma pergunta que sempre faço. Será que existe? Será que todos os políticos que buscam cargos públicos só querem levar vantagens, desviar verbas, fazer farra com dinheiro público? Dá pra botar a mão no fogo por algum político? Não podemos ser injustos. Existem alguns políticos de história ilibada, de moralidade e de relevantes serviços prestados. Por exemplo, tem o Pedro Simon, teve o próprio Itamar Franco aqui em Minas...tem o ...

AMBIENTES PROPÍCIOS.

Num ambiente com muita umidade costumam proliferar fungos e mofo. Em ambientes muito secos e empoeirados, as pulgas e carrapatos ficam à vontade. Ambientes sujos, com restos de comida e lixo, são excelentes para a proliferação de ratos, baratas e outros bichos escrotos. Ambientes frios, com muito pó, são ideais para que as doenças respiratórias tomem conta. A corrupção também tem os ambientes apropriados para se multiplicar. A política brasileira, do jeito que está configurada, é um ambiente mais que ideal para a proliferação do vírus da corrupção. E pra purificar o ambiente, só com uma reforma política que vise erradicar as pragas. Resta saber se o gigante vai acordar de novo...ou se os políticos vão dar um sonífero poderoso pra ele. ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

MÍDIA NINJA E O FORA DO EIXO

Nos últimos dias, muita polêmica em torno do movimento Fora do Eixo. A visibilidade pintou por causa da Mídia Ninja, ligada no FORA DO EIXO, que protagonizou momentos interessantes, ao desafiar a mídia convencional na transmissão das ultimas manifestações. Enquanto as tvs e jornais culpabilizam os manifestantes e focavam nos vândalos, o Mídia Ninja mostrava a política batendo nos manifestantes. Polêmica em torno da Midia Ninja acabou trazendo o Fora do Eixo para o centro dos debates. O grupo tem uma ideologia inteligente, parece ter suporte governamental e consegue agregar coletivos de artistas e pensadores em uma configuração revolucionária. Propõe o pensamento em rede, onde as individualidades são diluídas no coletivo. Talvez seja uma reflexão simplista, mas me parece uma prática bem próxima do comunismo. Tem dado muita polêmica o fato de promover shows com bandas, mas não pagar cachês. As bandas tem estrutura e vitrine para mostrar seus trabalhos. No entanto, para um movimento que já tem 10 anos, ainda não conseguimos enxergar um trabalho que tenha se destacado através dos coletivos. O pensamento do pessoal em termos de direitos autorais é que é mais polêmico. É muito fácil falar de compartilhamento, quando não se é criador. Eles acreditam que no futuro não haverá lugar para a propriedade intelectual. É obvio que o mundo constituído vai resistir. Mas pode ser que o pessoal do Fora do Eixo tenha razão e todo um modo de agir e pensar seja atropelado pelo pensamento digital, não linear, coletivo e sem lastro. De certa forma isso já vem acontecendo. As gravadoras praticamente ruíram. Vários jornais pelo mundo estão fechando ou se tornando apenas virtuais. Há uma revolução em curso. Tem aqueles que surfam e aqueles que resistem. E tem aqueles como eu, que fazem as duas coisas. É claro que me entusiasmo com as propostas inovadoras, mas me assusta que os artistas não tenham direitos sobre suas criações e produções. Provavalmente, serei um atropelado também.

SERÁ QUE A DILMA VAI VENCER POR WO?

No futebol existe essa máxima. Quando um time não comparece para jogar o outro ganha por W0. Muita gente boa, até pensadores contrários ao PT estão dizendo que não existem oponentes carismáticos e com discursos para enfrentar o Bolsa Família, o Minha Casa, Minha vida, os projetos de distribuição de renda e de erradicação da miséria do PT. Depois da queda da Dilma nas pesquisas, em função das manifestações que ocorreram em todo país, muitos pensaram que ela estava morta. Ledo engano. Parece que ela já estancou a queda e começa a subir. Enquanto isso, Aécio Neves, que deveria ser o principal adversário, aquele que representaria o Brasil mais conservador, mais à direita, só despenca. Parece que o Aécio não vai mesmo emplacar nacionalmente. O gran tucanato paulista já está falando em prévias. Marina Silva tem até margem para crescer, exatamente no vácuo do Aécio. Há quem diga que se continuar crescendo, ela e sua Rede de Sustentabilidade podem se transformar em opção da direita. Aécio não tem conseguido chamar a atenção do país. Ninguém tem dado a mínima para suas proposições. Aliás, que eu me lembre, ele não tem bandeira própria. Ele vive falando do plano real e estabilização da economia, mas isso é coisa de FHC e não dele. Outra opção seria Eduardo Campos, que só tem força no nordeste, o que não lhe garante uma eleição. Com isso, o caminho tá ficando limpo e desimpedido para que a Dilma consiga sua reeleição. Se não fizer nenhuma besteira ou se não surgir algo extraordinário, deve ficar mais 4 anos no poder.

SÓ UM FACTÓIDE CABELUDO PRA MUDAR A SITUAÇÃO

Na eleição espanhola em 2001 aconteceu um fato que reverteu uma eleição quase ganha. O candidato da situação buscava a reeleição, mas na véspera da eleição, aconteceu o atentado de 11 de setembro e também a explosão de bombas na Espanha. O governo havia sido avisado, mas não levou a sério e não agiu de forma a evitar ato terrorista. O resultado foi que várias pessoas morreram e o povo votou a favor do outro candidato que era de esquerda. No caso do Brasil, estamos sujeitos aos ventos econômicos. Se soprar um pouco mais forte, pode despencar o castelo de cartas.

PARQUE DO AREÃO X PARQUE DE EXPOSIÇÕES

É fato que Monlevade tentou, tentou e não conseguiu outro local para seu Parque de Exposições. Nem adianta argumentar que a cidade não tem área rural, pois muitos e muitos cidadãos são apaixonados pela cultura do campo, uma saudade da roça justificada no fluxo de pessoas das cidades vizinhas, quase todas ligadas a cultura agropecuária. O fato é que o povão, adora as festas populares do tipo cavalgada. A cidade quer por que quer uma área pra seus eventos e não adianta os “modernos” torcerem o nariz. E se realmente não existe outra área, se conseguiram a liberação por parte das instancias legais, se será mesmo lá, onde muitos acham que deve ser parque ecológico, que se busque então uma ocupação sustentável, que haja uma monitoração constante por parte dos órgãos ambientais e que não abandonem o Parque, que seja ecológico pelo resto do ano. É preciso pensar no bem comum. O vereador Belmar Diniz chegou até a propor uma lei à respeito. Não se pode abandonar uma obra apenas porque foi iniciativa de um governo anterior. Uma área verde, um refúgio onde se pode ter contato com a natureza, a criação de eventos culturais e educativos e a recuperação das áreas degradadas são ganhos muito importantes para a cidade. Por favor, homens públicos de Monlevade. Não deixem que as conquistas sejam perdidas, que equipamentos e infra-estrutura sejam depredados ou ignorados por causa da política pequena.

ALVINÓPOLIS RESPIRA CULTURA


Alvinópolis já faz um tradicionalíssimo Festival de Música (33 anos de realização); tem a FestChita, que chegou à sua 5ª Edição, tem a Festa do Congado que é lindíssima, além do animado carnaval. Agora, conversando com o pessoal pela internet, surgiu a ideia de se fazer por lá uma FEIRA DA BELEZA, aproveitando a vocação da cidade para a área. Lá tem a Bio Extratus Cosméticos, entre outras empresas que fabricam produtos. A Feira pode ser regional, com expositores da região. Outro evento sugerido foi a EXPOSIÇÃO ARTÍSTICO E CULTURAL. Exposições Agropecuárias quase todas as cidades tem. Mas exposição Artístico Cultural, pelo menos que eu saiba, não tem em lugar nenhum. Teríamos artesanato, escultores, pintores, poesia, música, enfim. As ideias foram lançadas. Resta saber se encontrarão eco...eco...eco...

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

JÁ PENSOU?


 
Já pensou se a justiça brasileira resolver mesmo condenar os envolvidos nos mensalões? Digo mensalões por que o mensalão nacional e o mensalão mineiro estão conectados. Todos vieram das mesmas raízes e tem algumas pessoas em comum. Pensem nas pessoas que estavam encabeçando os mensalões. Conseguiram localizar quem estava presente nos dois? Não vou nem dizer quem é. Vou deixar pra vocês pensarem. O mais curioso é que pelas informações não será possível investigar o mensalão mineiro, pois segundo consta, o processo já prescreveu. Mas como assim prescreveu? Imagine uma pessoa que tortura e mata uma família inteira e depois, por ter poder e influência, consegue adiar indefinidamente seu julgamento. Aí o crime prescreve e tá tudo certo. Ele fica livre, inocente e com a ficha e a consciência limpos. É isso que vem acontecendo com o mensalão mineiro. É inacreditável. Ainda mais se considerarmos que o governo é Petista. Será que não interessa ao PT pressionar o judiciário para que reabra o processo do mensalão mineiro? Tem caroço debaixo desse angu. E não é caroço pequeno não. O mensalão do PT foi julgado. Mas...alguém foi punido? Alguém foi preso? Não foi e sei lá se será. Parece haver um acordo de camaradas selado nas alturas para que não se adie indefinidamente o assunto. A mídia mineira e nacional, que são essencialmente de direita, quando falam do mensalão quase só citam o mensalão petista, como se o mensalão mineiro nem tivesse acontecido. E sabemos que os dois aconteceram. A questão é que o número de pessoas com rabo preso é muito grande. Eu me arriscaria a dizer que se a sociedade for fundo na investigação do mensalão, cai a república brasileira inteira e não vai ter prisão pra tanta gente. Não sei por que mas tem uma música que fica rodando na minha cabeça em looping quase ininterrupto “ Se gritar pega ladrão...não fica um meu irmão”.

MÍDIA NINJA

A primeira vez que vi algo parecido com o que a mídia ninja fez nas ultimas manifestações, foram nas enchentes do ano retrasado em Rio Piracicaba. Um rapaz que morava em um sítio, filmou o momento em que o Rio transbordou e invadiu seu sitio, levando um galinheiro e chegando próximo à sua casa. Naquele momento pensei comigo: está nascendo um mundo novo. Agora todo mundo é repórter e pode postar suas realidades, seus dramas pessoais. O que aconteceu com o Midia Ninja foi mais ou menos parecido, logicamente com as devidas diferenças de proporções. Seu mérito foi retratar uma realidade que escapa ou que é convenientemente ignorada pelas mídias convencionais.  O que assistimos é o surgimento de algo novo sobre os escombros do velho jornalismo. A entrevista como pessoal do Mídia Ninja no programa RODA VIVA da Rede Cultura foi bacana, porém em alguns momentos os rapazes chegaram a ser arrogantes, se dando uma importância maior do que tem. Eles não foram os artífices das manifestações. São partes constituintes e não o todo. A entrevista foi reveladora também no sentido de deixar claro que são pessoas mais à esquerda, mais próximos do Lula e da Marina Silva com a sua rede ( tudo a ver). Quem imaginava um viés direitista se decepcionou. Mas sinceramente? Menos consistente do que eu imaginava. Vamos ver os próximos capítulos...

7 DE SETEMBRO

Está sendo cogitada para o dia 7 de setembro uma mega paralisação nacional por causas diversas. Até a data, teremos mais esclarecimentos sobre quais serão as principais pautas. Vamos ver se a ideia pega e se os políticos serão sensíveis trabalhando para que as principais demandas sejam atendidas. Os manifestantes não deixarão de aproveitar o simbolismo do dia da independência. Dependendo da indignação na época, o bicho vai pegar novamente.

REFORMA POLÍTICA  

Deveria haver uma mobilização nacional pela reforma política. As regras como são é que permitem a corrupção generalizada, a promiscuidade entre os poderes, a falta de transparência, a morosidade para julgar os casos, a impunidade, a lei eleitoral que não consegue coibir a compra de voto e outras irregularidades que corroem a democracia Brasileira. Nossa chance de mudar alguma coisa seria através de uma reforma política corretiva, amplamente debatida com toda a sociedade, de modo a corrigir uma série de distorções. Sem isso, continuaremos sendo essa terra sem lei. Quer dizer, sem lei não! Aqui impera a lei do Gerson, de levantar vantagem, do jeitinho brasileiro para ludibriar o eleitor e se perpetuar no poder. 

ENCRUZILHADA

A observação foi feita após eu já ter escrito o texto. Se tivesse acesso antes, teria feito um adendo ao texto, pois a ideia procede. José Sana me  colocou uma pulga atrás de orelha com a seguinte metáfora: Não tem sentido reformar uma casa velha, com as paredes carcomidas e trincadas. Tem de jogar no chão e fazer outra. Ai vem outra pergunta: em que bases seria feita essa reconstrução?Como defendê-la dos vícios da velha política? Nossa democracia está diante de uma encruzilhada. Não há como retroceder. Relembrando outro Itabirano: e agora José? 

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

O CAPETALISMO

Nada mais infernal que o dinheiro. Por isso meu amigo Dindão prega o negócio do “Viver melhor com menos”. É uma forma de se distanciar da dependência do dinheiro, a droga mais viciante do universo. Mas como fazê-lo? Como escapar da roda viva? A pulsão acumulativa esmaga a poesia e relega a arte a um lugar desimportante na escala dos fazeres. Alguns artistas driblam o capitalismo assumindo papeis medíocres nos contextos sociais e empregatícios. Banca suas produções subversivas (qualquer forma de romantismo é visto como uma forma de profanação ao Deus Mercado). Carlos Drumond de Andrade, por exemplo, era funcionário público. Assim, tinha como se sustentar e erigir sua poesia. Assim acontece com muitos artistas que emprestam seus talentos para a publicidade, para o jornalismo, para a política esperando o momento de quem sabe, viver só de arte. É claro que existem inúmeros artistas que vivem exclusivamente de suas produções. Mas são raros. Quem não fizer arte vendável tem dificuldades pra pagar as contas. Conheço senhoras que se mantém há anos pintando quadros de flores, quase todos idênticos. Elas fazem e vendem tudo na Feira da Afonso Pena. As pessoas por sua vez vão a praça pra comprar quadros com flores pra colocar na sala, pra combinar com o sofá, com a decoração, com a cor da parede. As pessoas não prestam muita atenção no valor artístico. É a arte utilitária. A replica, da réplica, da réplica, artesanato que acaba suplantando os originais no volume de vendas, sem pagar royalties, sem ônus. É o Capetalismo perverso. Quando Andy Warhol criou sua Pop Art não sei se pensou que iria dar nisso. Com o advento dos computadores, todos que tem um corel draw viraram artistas. Vacas leiteiras para todos. Arte como Hobby. O capitalismo tem uma característica terrível. Se apropria de tudo, é adaptativo , descarado, vem vergonha, sem escrúpulos. Quando o movimento punk surgiu, os jovens vestiam roupas rasgadas ou remendadas porque não tinham dinheiro pra comprar roupas novas. Os capetalistas viram que os jovens ricos estavam gostando e abriram boutiques pra vender roupas rasgadas pros ricos a preços estratosféricos. É uma ideologia que podemos chamar de marketing, que consiste em vender, vender e vender. Dominar através do marketing. Hollywood foi importante nesse sentido. Depois eles tiveram domínios físicos através das ditaduras implantadas pelo planeta. E agora tem uma arma incrível de dominação massiva que é a internet. Ela mesmo, o youtube, o facebook. Em princípio parecem coisas livres, libertárias. Mas não sei se você já pensou que escreve de graça para o dono do facebook.Você escreve e ele vende as publicidades. Milhões de pessoas escrevem de graça pra ele. Agora os irmãozinhos do norte tem o poder de criar rebeliões em todo o planeta através de infalíveis técnicas virais. Fora os espiões, que estão sabendo tudo que você fez no verão passado. É, meus camaradas¹ Tem muitos demônios nesse inferno, mas é inegável: os norte-americanos são mestres no capetalismo.