segunda-feira, 25 de março de 2013

APONTAMENTOS SOBRE O ATO PÚBLICO DA BR 381


O MAIS IMPORTANTE

Segundo o DNIT, o edital sai mesmo no dia 28, independente de troca de ministro. Pelas informações do Diretor José Maria da Cunha, após lançado o edital, serão mais ou menos 30 dias de prazo para que as construtoras(empreiteiras) possam fazer suas propostas. Ao final do prazo serão abertos os envelopes e anunciados os vencedores. Depois desse prazo serão mais 30 dias de prazo para interposição de recursos. Depois, caso ninguém conteste, serão assinados os contratos e as obras poderão ser iniciadas. Calculando: se a abertura será no dia 28 de março e a assinatura dos contratos se dará 60 dias depois, isso acontecerá em meados do dia 28 de maio...ou seja, hipoteticamente, as obras poderão iniciar-se no inicio de junho...mas...

ESPECULAÇÕES

Há alguns dias atrás, num debate no facebook, um internauta afirmou com toda certeza que a obra só começaria em agosto quando a campanha eleitoral seria colocada na rua. Bom, se tudo der certo e os contratos forem assinados no inicio de junho, possivelmente as empresas vencedoras vão pedir um tempo para planejar, contratar e colocar as máquinas na pista. Isso pode fazer com que a profecia do rapaz do facebook se concretize e as obras realmente se iniciem em agosto. Coincidência ou planejamento político? Façam suas apostas!

ALGUMAS COISAS INTERESSANTES QUE ACONTECERAM

. Uma frase do diretor do DNIT: a 381 é a maior obra do DNIT em todo o país. A duplicação vai exigir muita paciência dos usuários ( mais ????????????).
. Nos últimos dias, a mídia havia noticiado que haveria uma troca de ministro nos transportes, inclusive com a possibilidade do escolhido ser o deputado mineiro Bernardo Santana. Só que depois saíram outras notícias dando conta de que a Dilma não pretendia promover mudanças. Mas conversei com outro deputado da bancada mineira presente e ele me confidenciou que a possibilidade da troca de ministro ainda era forte e que infelizmente o atual ministro estava deixando a desejar. Perguntei se o nome seria o do Bernardo e ele desconversou. 
. Manifestante de Itabira estava bastante revoltado. No momento em que o atual prefeito de Itabira e presidente da AMEPI Fernando Rôlla foi fazer seu pronunciamento, o manifestante começou a gritar enfurecido, deixando Fernando Rôlla desconcertado.
. Os deputados devem ter se arrependido de chamar ao palco uma manifestante de Caeté chamada Yone,  do movimento BR381.org. Ela pegou o microfone e cobrou severamente dos deputados, dizendo que a cidade de Caeté não aguenta mais enterrar seus filhos, que ela mesmo havia perdido vários parentes na rodovia e que com todo respeito, se houvesse qualquer atraso desta vez, o povo é que iria paralisar a rodovia por vários dias.
. A fala da Yone me tocou, mas sinceramente, vejo pouca disposição das pessoas em saírem de suas zonas de conforto para participarem de passeatas ou manifestações públicas. Todas as vezes em que foram feitas manifestações e o povo foi convocado, poucos compareceram. O engajamento virtual acontece e é importante. Mas a presença física anda rareando.
. Havia políticos de Itabira, João Monlevade, de São Domingos do Prata, Caeté, Nova União, Santa Bárbara, Barão de Cocais, Bom Jesus do Amparo. Presentes também as mídias principalmente de João Monlevade, Itabira e Santa Bárbara, além do pessoal da AMM(associação mineira de municípios).
. Já falei disso antes e repito. Há uma grande desconexão entre as associações que trabalham pela 381. É cada um por si e não existe nenhum diálogo.
. O povo não fez falta. Muito pelo contrário. Foi um evento dos políticos para os políticos. Avaliações mais simplistas podem concluir que tratou-se apenas de um palanque . Mas foi um pouco mais que isso. Mais à frente as pessoas entenderão...ou não! 

PERIGOS À VISTA

. Embora o DNIT tenha configurado um edital já sabendo dos  recursos na última licitação cancelada, embora a modalidade de licitação dessa vez seja mais inteligente, ainda assim pode ser que alguma empresa se sinta prejudicada e interponha recursos. Tomara que não aconteça, mas pode acontecer.
. A previsão é de que as obras comecem por Belo Horizonte , descendo até João Monlevade e depois seguindo até Governador Valadares. Mas não temos maiores notícias sobre as desapropriações na saída de Belo Horizonte e nas cidades de Santa Luzia e Sabará. E não podemos esquecer que desapropriações são  custosas e  costumam demandar brigas judiciais, recursos e alongamentos de prazos. Mas como estamos entrando no período eleitoral, costuma também das coisas andarem mais rápido em função das agendas políticas.
. Embora muitos sejam avessos aos politicos, precisaremos contar com a pressão constante da bancada mineira para não deixar que esses possíveis problemas entravem a duplicação. Nesta hora, o que importa é que a duplicação saia e que se inicie o mais rápido possível. Cada dia de atraso pode significar uma morte...e pode ser a minha, a sua, a de qualquer um de nós ou das nossas famílias.
. Pra finalizar, uma frase: o objetivo deveria ser salvar vidas e não votos. Pronto, falei! Mas vamos que vamos...

sexta-feira, 22 de março de 2013

GUERRA SANTA???


PRECISAMOS REFLETIR MUITO

No Brasil é costume que as pessoas se ocupem com um assunto durante um breve tempo e depois abandonem. É esse afã da mídia de ter sempre assuntos novos pra abordar, até que a curva de interesse diminua. Os assuntos chegam, rendem muito noticiário e depois saem das pautas e caem no esquecimento. Mas alguns acontecimentos merecem ser debatidos por mais tempo. O recente episódio envolvendo o Pastor Marcos Feliciano nos leva a algumas reflexões importantes.

COMENTÁRIO MAIS QUE INFELIZ

O pastor Feliciano postou em seu twitter que "os Afrodescendentes são amaldiçoados por Deus". Num país que tem tido tanto cuidado em reconhecer a contribuição dos africanos para sua formação, onde um presidente foi á África pedir desculpas pelos anos de escravidão e tratamento discriminatório, onde o reconhecimento das desvantagens dos afrodescendentes com relação aos brancos no processo civilizatório gerou as quotas para os negros nas universidades, o comentário realmente não pegou bem

BLACK IS BEAUTIFUL

Os afrodescendentaes são supremos em termos culturais, citando apenas alguns negros geniais, temos Gilberto Gil, Pixinguinha, Milton Nascimento, Aleijadinho, diversos escritores e poetas. A lista é infindável. 

ARGUMENTO QUE JUSTIFICOU A ESCRAVIDÃO.

O Pastor Feliciano diz que buscou argumentos na bíblia para fundamentar a sua afirmação. Essa interpretação literal do livro sagrado levou a humanidade a muitos comportamentos bárbaros. Pela sua leitura, do continente negro só vieram pragas, deuses pagãos, comportamentos negativos e escravidão. Mas não seria exatamente este o pensamento que ofereceu argumentos para os conquistadores ocidentais, que utilizaram essa parte da bíblia como justificativa para escravizar, humilhar, violar a cultura dos negros por séculos?

TODA A NAÇÃO BRASILEIRA FOI AMALDIÇOADA PELO PASTOR

O pastor amaldiçoou toda a nossa nação miscigenada. Nossa etnia é resultado da mistura entre Indios, Africanos, Portugueses e depois, pelos povos de todo o planeta. Somos mulatos, cafusos, mamelucos e não aceitamos purismos parentes do nazismo.  

A TOLERÂNCIA É UMA MARCA DA DEMOCRACIA BRASILEIRA.

Na questão dos homossexuais, a intolerância e a ferocidade do pastor também revoltou toda a nação. Somos uma país tolerante. Salvo um ou outro excesso, heteros e homossexuais sentam-se juntos  para beber, frequentam os mesmos espaços, sempre com bom humor e pacifismo. Não sei se existe um país mais democrático no mundo. Mas há quem não goste da democracia. Há quem prefira o radicalismo, o olho por olho, dente por dente, que nem os fundamentalistas islâmicos.

ESTÁ SENDO CHOCADO O OVO DA SERPENTE

Vejo a formação de blocos ideológicos juntando seus exércitos. De um lado os chamados progressistas, os liberais, aqueles que fazem parte dos grupos LGBT, os artistas, os que se sentiram incomodados com os excessos do Pastor. Todos começaram a se manifestar pela internet, Entupiram a rede de conteúdos, de piadas, de banners e saíram em manifestações pelo país, chegando a fazer passeatas e a lotar ruas e avenidas. Por outro lado,  evangélicos de várias correntes tomaram partido do Marcos Feliciano, afirmando que realmente a áfrica foi amaldiçoada e os homossexuais também. Para completar os desvarios do Pastor, ele chamou a igreja católica de fajuta, agridiu seus colegas políticos, cobrou dízimos com cartão de crédito, coisas no mínimo estranhas para quem prega contra os males do mundo. Não seria o capitalismo selvagem coisa do demônio? E há uma outra questão. Considerada a pressão, pode ser até que o pastor não aguente, mas nesse caso pode aumentar o ódio, e com ele, a possibilidade de uma escalada de revanchismos sem precedentes.

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

Por enquanto os conflitos se deram no front das palavras. A temperatura está alta e alguns manifestantes se excederam um pouco. O próprio Deputado Jean Willis tem exagerado em sua fúria contra os evangélicos e os católicos. O estado é laico, mas as igrejas tem suas linhas de pensamento. O Jean não pode querer que as igrejas revejam suas posições na valentona. Ele deveria ter um comportamento mais temperado, mais racional. Sua postura raivosa não ajuda em nada e também incita a violência.  Qualquer excesso agora será graveto na fogueira, que pode virar fogaréu. O Pastor Feliciano inclusive mandou fazer um vídeo(http://www.youtube.com/watch?v=XylWZOMnjU4), em que procura virar o jogo, transformando seus desafetos, os grupos que discrimina em vilões...e quem assiste os videos e é sensível a essa interpretação radical da bíblia, poderá cerrar fileiras com o pastor. O vídeo é danado de inteligente num certo sentido. Procura focar em vários tipos de conservadorismo e convenhamos, alguns tipos de liberalidades propostos são no mínimo questionáveis. Mas daí até querer colocar todos no mesmo balaio? Se formos mesmo seguir ao pé da letra o pensamento do pastor, voltaremos à época medieval, com a queima dos homossexuais em fogueiras públicas e re-escravização dos negros. 

PAZ DE CRISTO

Já participei de lindos cultos ecumênicos. Sempre tive a esperança de que um dia, os homens se unam em nome do amor de Cristo, que relevem as diferenças para que todos possam orar juntos e trabalhar por um mundo mais justo. Por isso, meus amigos, desconfiem dos que propõem a beligerância. Peço que os amigos crentes não tomem as dores. A revolta com as atitudes do Pastor Feliciano não é contra os evangélicos, que sempre foram da paz e da concórdia. Que nessa hora, o nosso bom Deus possa conceder aos nossos líderes religiosos...e a nós também, o que foi concedido a Salomão: sabedoria e discernimento. A paz de cristo para todos!

quinta-feira, 21 de março de 2013

ENTREVISTA COM O DEPUTADO FEDERAL PADRE JOÃO SOBRE A BR 381


Deputado Federal Padre João (PT)

MARCOS MARTINO - Deputado, o sr deve ter visto a matéria especial do Jornal Estado de Minas sobre a Rodovia da morte. Trata-se de uma obra aguardada a mais de 50 anos. Para o senhor, qual a razão de tanto atraso na duplicação da 381?

PADRE JOÃO - Muitos fatores interferiram e ainda interferem nesta tão importante obra. Destacamos o que esta rodovia representa para o povo da região, para o pais, para a vida, diante das tantas formas de sua utilização. Considero que houve sim um atraso muito grande no projeto de sua duplicação. Entretanto,não dá para desconsiderar outros fatores que dificultaram este projeto, como o próprio custo das obras, haja vista os obstáculos naturais em que a rodovia se insere. Não dá para desconsiderar também que, numa lógica capitalista, a vida vale menos que o capital e por isso, muitas forças agem contrariamente à sua realização, pois a modernização dela trará custos adicionais aos seus grandes usuários.

MARCOS MARTINO - O último adiamento da obra gerou um grande mau estar na região e em todo o estado, pois até a presidenta Dilma empenhou a sua palavra, firmando compromisso de que a obra finalmente sairia do papel. Agora, o ministro dos transportes anunciou que no dia 28 de março será lançado o novo edital. O  sr acredita que a obra desta vez vai sair do papel?

PADRE JOÃO -Sim, conforme explicação do ministro em audiência com a bancada mineira, o edital antigo foi suspenso por motivos técnicos, tendo em vista a necessidade de adotar um novo modelo de licitação (RDC), mesma modalidade usada para as obras da copa. A contratação será integrada e possibilitará maior segurança a iniciativa privada para pleitear a execução, além de aumentar a agilidade da licitação e dar maior tranquilidade ao governo com a contratação de uma empresa capaz de terminar a obra sem sofrer embargos do TCU. Entendo a angústia de todos e me incluo nela; é urgente a necessidade da obra e estou empenhado nesta batalha.

MARCOS MARTINO Deputado, deixa eu fazer uma provocação. Andei enviando algumas mensagens para alguns deputados petistas, cobrando um posicionamento mais contundente sobre a BR 381. É que entendo que por serem do partido da presidenta, pelo menos aparentemente teriam uma interlocução mais fácil dentro do governo federal. O senhor não acha que o PT mineiro, principalmente os políticos que são votados na área da 381 deveriam cobrar com mais rigor, dando até satisfação para o eleitorado, demonstrando o que vem sendo feito?

PADRE JOÃO - O PT mineiro está empenhado na duplicação da rodovia, fazemos uma atuação conjunta em diversas pautas, a duplicação da 381 está na ordem do dia e estamos com boas expectativas com o novo edital previsto para o dia 28 de março. 


MARCOS MARTINO A reunião da bancada mineira com o ministro dos transportes foi importante, pois foi a partir dessa reunião que o ministério anunciou a data de lançamento do novo edital. Não acha que a bancada precisa estar sempre se mobilizando para cobrar, para que cada etapa seja concluída, sem perigo de novos adiamentos?

PADRE JOÃO - De forma democrática e comprometida, a bancada mineira atua unida em prol de Minas em diversas situações. Não podemos esconder a existência, sadia, de divergências políticas, assim, atuamos de maneira suprapartidária enquanto estado. Sempre que necessário, sem, entretanto deixar de atuarmos enquanto partido, na defesa dos interesses de nosso governo. 

MARCOS MARTINO O sr não acha que a bancada mineira deveria propor uma reunião também com o DNIT, no sentido de garantir que o novo EDITAL também não venha com erros, provocando um novo adiamento? Não seria recomendável até que o DNIT marcasse com algumas pessoas ligadas a empreiteiras, para configurar um EDITAL que contemple as exigências de todas as partes?

PADRE JOÃO - O próprio ministério está empenhado nesta questão. O diretor do DNIT, General Jorge Ernesto Pinto Fraxe, participou da audiência e nos impressionou pelo conhecimento de detalhes sobre o projeto e a rodovia. Não acredito e nem quero imaginar da posibilidade de alguma outra mudança; estou muito confiante no início das obras ainda neste semestre.

MARCOS MARTINO - Alguns companheiros seus aventaram a possibilidade de um movimento envolvendo diversas autoridades à beira da BR, para mostrar ao governo federal que Minas está unida em torno de seus interesses e que a BR 381 é um assunto de interesse suprapartidário, que vai além das disputas políticas que se configuram. Ao mesmo tempo, isso não representaria um desprestígio dos políticos mineiros, que precisam recorrer a uma manifestação como essa para serem ouvidos? Não haveria um contra-senso nisso?

PADRE JOÃO - A mobilização sempre é positiva, cabe a população buscar informações a respeito da atuação dos parlamentares e refletir sobre os reais interesses em se mobilizar em frente a BR. Posso garantir que estou e sempre estarei mobilizado em todas as pautas de interesse da população mineira, como estive e estarei na defesa do piso salarial dos professores, contra a violência agrária, dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras na luta por manutenção de conquistas, na defesa da vida no combate ao uso indiscriminado do agrotóxico, na defesa dos direitos dos jovens, das mulheres, dos idosos e demais direitos humanos. 

MARCOS MARTINO - Caro Deputado. Existe a sensação por parte das pessoas, de que os políticos só viajam de helicópteros, por isso não se esforçam tanto pela 381. O sr é um deputado que contraria essa tese, pois está sempre viajando de carro e visitando as suas bases. Como tem sido a sua experiência e o que o sr diria para essas pessoas que tem essa resistência com o trabalho dos parlamentares.

PADRE JOÃO - Semanalmente, estou na estrada. Viajo todo o estado durante todo a ano. Nesta região em que a 381,tem um maior índice de acidentes,passo por ela várias vezes ao mês ,logo minha exposição é a mesma por que passam todos os demais usuários desta rodovia. É nossa responsabilidade alterar este quadro de resistência da sociedade ao trabalho parlamentar, não podemos desconhecê-la. O eleitor mudou. Felizmente os parlamentares são desafiados à prática de uma ação muito mais de participativa de que de representação.Temos o mandato coletivo e participativo,temos Conselho Político com representação eleita em cada regional. Estamos na luta,aceitamos o desafio e acreditamos na moralização da política.Estamos confiantes nisto. Quero também destacar a importância do envolvimento da sociedade em contribuir no avanço de uma cultura que não tolere a combinação de bebida alcoolica e volante; em Minas Gerais, segundo a Polícia Federal, a Br 381  e a 040 são as campeãs em número de motoristas pegos com ingestão de bebida alcoólica.Duplicar é desafio do governo;educar  os motorista, uma tarefa permanente de todos nós, indiferente do local ou posição que ocupamos

MARCOS MARTINO Essa nem é uma pergunta, mas um pedido. Criei um blog chamado viva381.blogspot.com, abordando algumas sugestões de medidas visando minimizar o número de acidentes, uma vez que o inicio das obras ainda vai demorar um pouco. Gostaria que o sr desse uma olhada e até fizesse sugestões, levando ao conhecimento de outros colegas. Agradeço pela entrevista e espero que vocês continuem atentos, pressionando para que finalmente possamos ir e vir por essa BR sem medo.

PADRE JOÃO - Todas os recursos ou possibilidades de comunicação, que facilitem o acesso à informação de qualidade merecem o nosso apoio. Sem dúvida, este espaço virtual há de trazer ,não só nesta luta pela duplicação, mas depois em outros desafios um processo de melhoria permanente para o uso da rodovia . Estarei no dia a dia apreciando e, até, interagindo; parabéns pela iniciativa.

BR 381 - SINAL AMARELO ACESO


quarta-feira, 20 de março de 2013

BERNARDO SANTANA PODERÁ SER O MINISTRO DOS TRANSPORTES

Reproduzindo aqui, matérias que saíram nos jornais ESTADO DE MINAS e FOLHA DE SÃO PAULO. Uma delas, entrevista do Deputado Leonardo Quintão. A análise da FOLHA DE SÃO PAULO reflete os interesses do jornal, como não poderia deixar de ser. Vamos aguardar.


Rejeitado, Leonardo Quintão bate o pé por pastaInsatisfeito com a escolha do PMDB para a Agricultura, deputado quer agora o PR mineiro nos Transportes, vaga que ele almejava

Publicação: 19/03/2013 06:00 Atualização: 19/03/2013 09:29
Leonardo Quintão, deputado federal (PMDB-MG) (Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 7/2/11)
Leonardo Quintão, deputado federal (PMDB-MG)
Depois de ter tido a indicação preterida pelo PMDB mineiro para o ministério de Dilma Rousseff, o deputado federal Leonardo Quintão (PMDB) defendeu ontem que representantes de Minas Gerais se unam para indicar um nome do PR para o Ministério dos Transportes, pasta que almejava. “Acho lamentável que o PMDB mineiro tenha perdido a oportunidade de fazer o ministro dos Transportes, pasta que neste momento mais interessa ao nosso estado, trocando-o por vaga na Agricultura”, afirmou. Para ele, o pleito do PMDB ficou “enfranquecido” com essa troca e a pasta destinada ao partido “não resolverá os problemas de logística do estado”.

Antes de o nome do deputado federal Antônio Andrade, presidente do PMDB mineiro, ter sido anunciado para o Ministério da Agricultura, Leonardo Quintão tinha expectativa de ser escolhido para os Transportes. “Temos de curar o luto de Minas, independentemente de ser eu ou outro (a ocupar a pasta)”, afirmou, ao defender a indicação do PR para a pasta que almejava e citar os deputados federais Jaime Martins e Bernando Santana como possíveis candidatos. 

Quintão, entretanto, não escondeu a mágoa com o governo federal. “Quando me pediram para desistir da candidatura a prefeito no ano passado, o Fernando Pimentel (ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e o Michel Temer (vice-presidente da República) falaram em nome da presidente Dilma e inclusive me colocaram no telefone com ela. Ofereceram a mim um cargo de primeiro escalão. Na ocasião eu sugeri os Transportes”, revelou Quintão. Insatisfeito com o fato de nem ter sido consultado no processo que levou Antônio Andrade para a Agricultura, o parlamentar afirmou, referindo-se ao governo Dilma: “Estou sem compromisso daqui para a frente”. 

Na avaliação de Leonardo Quintão, não apenas Minas, mas também o PMDB nacional nada ganhou com a reforma ministerial. “No jogo nacional, o Mendes Ribeiro estava enfraquecido, mas não queria sair da Agricultura”, disse. Segundo Quintão, quando o PMDB de Minas aceitou a Agricultura – que ele considera “uma pasta menor”– abriu espaço para que Michel Temer tirasse Mendes Ribeiro (RS), que retornou à Câmara dos Deputados. “Já o Moreira Franco, que estava na Secretaria de Assuntos Estratégicos, e não é ligado à bancada do Rio de Janeiro, foi para a Secretaria da Aviação. Foi indicação do Temer e não do PMDB do Rio”, considerou Quintão, que criticou em seguida: “O PMDB nacional trocou então seis por meia dúzia”. 

Para Quintão, se em vez de aceitar a Agricultura o PMDB de Minas tivesse insistido na pasta dos Transportes, teria sido bem-sucedido. “Não estou triste pelo Antônio Andrade. O respeito, sei que ele será um excelente ministro. Mas Minas precisava dos Transportes”, afirmou, referindo-se ao fato de que é grande a demanda do estado por obras viárias. “A BR 381, a BR 040, o Rodoanel, a reforma do Anel Rodoviário e várias outras obras essenciais saem perdendo. Se fosse escolhido um ministro de Minas, teríamos condições de priorizar essas obras para o estado”, afirmou, considerando que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes está “parado” e o ministério “inerte”.


Rachado, PR deve ficar sem espaço na reforma ministerial

PUBLICIDADE
ERICH DECAT
DE BRASÍLIA
A falta de uma definição por parte da presidente Dilma Rousseff quanto ao futuro do PR na reforma ministerial deve-se, na análise de integrantes da cúpula do partido, ao racha em relação a uma indicação.
Nesta sexta-feira (15), Dilma oficializou trocas em três ministérios: Moreira Franco (PMDB-RJ) deixa a Secretaria de Assuntos Estratégicos para assumir a Secretaria de Aviação Civil; Antônio Andrade (PMDB-MG) vai para Agricultura; e Manoel Dias (PDT) para o Trabalho.
"Falta unidade entorno de um nome. Isso gerou uma indecisão por parte da presidente Dilma", disse o líder do PR na Câmara, Anthony Garotinho (RJ).
Ao lado do presidente do partido, senador Alfredo Nascimento (AM), Garotinho teve em fevereiro uma reunião com Dilma para discutir espaços no governo.
"Estamos sem pressa. Estamos acabando de articular. Pode sair algo de hoje para a segunda-feira ou só depois da Semana Santa", minimizou o deputado Lincoln Portela (PR-MG).
Cinco nomes do partido apareceram nas bolsas de apostas.
Portela teria o apoio de Nascimento. O secretário-geral da sigla, deputado Valdemar Costa Neto (SP), tenta emplacar o nome do senador Antônio Carlos Rodrigues (SP).
Já parte da bancada da Câmara, apoia o nome de Luciano Castro (RR). Enquanto outros integrantes querem o nome de Bernardo Santana (MG).
Nos últimos dias o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), teria entrado em campo pedindo que o deputado Ronaldo Fonseca (DF) fosse o indicado.
Neste momento, o partido trabalha com dois cenários. O primeiro seria a manutenção de Paulo Sérgio Passos no Ministério dos Transportes.
Passos é considerado cota pessoal de Dilma. Para o PR, sua manutenção seria condicionada a possibilidade de indiciação de nomes para a Valec, estatal de ferrovias, e para o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).
Outra opção seria uma indicação de um nome do partido para o Ministério do Desenvolvimento.

segunda-feira, 18 de março de 2013

ENTREVISTA COM A DEPUTADA FEDERAL JÔ MORAES - SOBRE A BR 381


Na ultima viagem que fez pela 381,
 a deputada ficou horas em um congestionamento

MARCOS MARTINO - Deputada, a Sra foi a primeira política mineira a propor um movimento organizado para sensibilizar o país à respeito da urgência da duplicação da BR 381. Qual é a sua vivência com a rodovia da morte?

DEPUTADA JÔ MORAES - Como sou uma deputada que roda muito o estado...e de carro, estou sempre passando pela BR 381. Da última vez que viajei pela BR fiquei 3 horas e meia parada num trânsito terrível. E tenho muitos amigos que se acidentaram na 381. O secretário de organização do PC do B do Brasil, Richard Romano se acidentou na rodovia. A Julia, que trabalha aqui comigo também perdeu uma irmã na rodovia. Se formos analisar, todos temos alguém que se acidentou nessa rodovia.

MARCOS MARTINO -Mas a Sra acha que desta vez a duplicação sai do papel?

DEPUTADA JÔ MORAES Olha. A bancada mineira está mobilizada. Estamos trabalhando ativamente na questão, disso você não precisa ter dúvidas. Mas é preciso que as pessoas também cobrem, participem. Essa união das vontades é que move montanhas.

MARCOS MARTINO -Mas quando você diz que o povo deve se manifestar, é porque ainda tem alguma dúvida de que a duplicação vai sari?

DEPUTADA JÔ MORAES - Veja bem. Não é por ai. O governo está doido para duplicar. Prova disso é que lançou o edital e está lançando de novo. Essa protelação não interessa a ninguém. 

MARCOS MARTINO - Mas então, por que foi adiada?

DEPUTADA JÔ MORAES - As empresas do setor é  que viram problemas e fizeram questionamentos. Não foi adiado porque o governo quis adiar. É preciso também que as pessoas  compreendam que as construtoras também são agentes nessa história e elas tem seus interesses. Não é só ficar culpando a Dilma ou o governo.

MARCOS MARTINO -Mas a Sra acha que os editais levarão em consideração essas demandas levantadas pelos operadores?

DEPUTADA JÔ MORAES - Com certeza. O pessoal do DNIT está concentrado em elaborar o edital considerando os questionamentos anteriores, para garantir que desta vez a licitação não seja adiada. 

MARCOS MARTINO - Então não há a possibilidade de adiamento desta vez?

DEPUTADA JÔ MORAES - É difícil afirmar isso com toda a certeza. O governo está fazendo a parte dele. Agora, tem de haver também a compreensão por parte de todos, da urgência da obra para salvar vidas. E também da oposição, para não usar do expediente de interpor recursos com o único objetivo de ir contra, por ser do governo.

domingo, 17 de março de 2013

BANCADA DO MÉDIO PIRACICABA E VALE O AÇO

Tem importância sim a bancada mineira, para atender os interesses do estado. Só que os interesses estaduais são generalistas. Seria ideal que criada uma bancada regional, para trabalhar pelas nossas demandas. Qual o interesse de um deputado do sul ou norte de Minas para com a nossa BR 381? Nenhum. Então, poderia ser proposta por algum dos nossos deputados, a formação de uma bancada regional que atuasse conjuntamente dentro da bancada mineira. Poderiam haver encontros pontuais para discutir as pautas regionais e assim atender aos eleitores das bases. Resta saber se existe essa disposição, se não estou trabalhando no terreno da utopia, pois pode ser que cada um queira defender seus currais. Mas num momento em que os políticos andam desacreditados, seria uma boa demonstração de que estão preocupados com os interesses da região. Fica a dica. 

sábado, 16 de março de 2013

BOA NOTÍCIA PARA A 381 - MINISTRO DOS TRANSPORTES VIRÁ A REGIÃO NO DIA 25

O Deputado Bernardo Santana acaba de me comunicar que o ministro dos Transportes Paulo César Passos virá a região no dia 25 de março. Em conversa com o Bernardo,o ministro se comprometeu a participar de um evento na câmara dos vereadores em Nova União, cidade próxima de um dos pontos de maior incidência de acidentes na nossa BR 381 onde aconteceu aquela última tragédia envolvendo o micro-ônibus de Ferros e um caminhão. Antes do evento haverá  concentração às margens da rodovia. A notícia é excelente se levarmos em conta que o edital da duplicação acontecerá no dia 28 de março, portanto 3 dias depois. Será importante para reforçar e para que o Ministro conheça em loco a situação da rodovia e se empenhe pessoalmente para que tudo saia nos conformes. Será uma boa oportunidade também para que possamos nos manifestar pacificamente, para mostrarmos para o ministro que a região está mobilizada e não aguenta mais tantos adiamentos. Será importante também que os motociclistas, motoristas, caminhoneiros, empresários, usuários, todos se mobilizassem de alguma forma, mas sem excessos, afinal, não queremos hostilizar ninguém. O que todos queremos é fechar esse matadouro, não é mesmo? Assim que obtiver mais detalhes, publicarei para conhecimento de todos. 

NOSSA DEMOCRACIA VAI BEM,OBRIGADO!

Hoje acordei otimista, com síndrome de Pangloss ( para quem não sabe, o Dr Pangloss foi um otimista radical, personagem do livro Cândido ou o otimismo,do filósofo Voltaire). No edifício onde moro, vi dois moradores discutindo política. Um, Petista doente e o outro Tucano. Cada um defendendo as vantagens de seus favoritos nas próximas eleições e demonizando o candidato do outro.Mas os dois não brigavam. Parecia um torcedor do Cruzeiro dizendo que tinha mais títulos e o do atlético dizendo que tinha mais vitórias. O Brasileiro leva as coisas na brincadeira e talvez seja essa uma das suas qualidades. Vejo que a nossa democracia vai muito bem. As pessoas podem conversar e se expressar com liberdade.Temos no congresso diversas representações, diversas bancadas representando segmentos, regiões, sentimentos.As vezes pinta uma anomalia ou outra, como o caso do Pastor homofóbico, que se deixassem transformaria a bíblia cristã na constituição, numa interpretação radical, que nem os muçulmanos do Irã ou Afeganistão.São espécies de talibãs tupiniquins. Mas nossa democracia não deixa. Temos nossos  anticorpos. O estado é laico, embora nossa constituição seja inspirada no cristianismo, principalmente no que diz respeito ao respeito aos direitos humanos. Tá certo. Cumprir a constituição é outra história, mas também, nem o mais disciplinado fiel evangélico cumpre totalmente o que está na bíblia . Somos humanos imperfeitos e erramos mesmo. Mas estamos melhorando. No congresso, estamos representados pela esquerda e pela direita. Todos comem no mesmo restaurante e votam segundo os interesses de seu segmento. O resultado acaba sendo o substrato do pensamento do povo. Temos problemas? Nossa, como temos!Mas temos avanços...e são muitos. É obvio que se quisermos, podemos relatar só o lado negativo da história, mas vou me arriscar numa analogia simplista pelo lado bom. Não vou citar todos, mas alguns personagens e presidentes pra justificar meu otimismo. O primeiro presidente que fez a diferença foi Getúlio Vargas, que criou o trabalhismo no país. Depois JK modernizou e iniciou a industrialização.Os militares trabalharam na infra-estrutura. Tancredo foi simbólico na redemocratização. Ulisses Guimarães nem foi presidente, mas foi o articulador da constituição. Collor teve a vantagem de abrir o país para o mundo. Itamar chegou dando um choque de moralidade e lançou o plano Real, que FHC pegou no colo e estabilizou. Depois veio o Lula, que teve a clarividência de implementar os programas sociais de distribuição de renda. Agora temos a Dilma, que está gerenciando e consolidando os avanços.O Brasil vai muito bem, obrigado. O pais do futuro finalmente chegou. O planeta inteiro nos admira.  Podemos nos orgulhar de nossa democracia. É claro que temos muito a fazer ainda. Os embates políticos são duros. Os simpatizantes de cada partido distribuem conteúdos demonizando os adversários. Eu mesmo sou um dos que critica certas questões pontuais. Por exemplo, a duplicação da BR 381 é uma questão crucial para o desenvolvimento da nossa região. Embora o foco seja nas vidas perdidas, há todo um atravancamento econômico em função dos atrasos na obra. Mas sinceramente? É aí que vem o papel da democracia. Se a reivindicação é legítima, se existe mesmo a demanda, será necessário que haja pressão não só social, mas também política. Da mesma forma que existe a bancada evangélica, a bancada ruralista, a bancada do esporte, as bancada mineira, carioca, paulista, podemos configurar a bancada do Médio Piracicaba e Vale do Aço pra fazer valer nossos interesses. A bancada mineira é muito generalista. Mas estou otimista e acho que agora a duplicação vai sair, por vários motivos, por que a eleição se avizinha e por que tudo conspira para que aconteça. E quando acontecer, a região passará por uma fase maravilhosa de desenvolvimento. Otimismo demais? Pode ser. Não vou nem falar da corrupção, dos políticos que não prestam, dos crimes hediondos perpetrados com canetas. A gente sabe que existem mesmo. Mas mesmo assim tenho fé de que o destino da humanidade é evoluir, a revelia de todos os canalhas que ainda nos assombram.

sexta-feira, 15 de março de 2013

BR 381 - SERÁ QUE AGORA VAI ???


A presidenta prometeu, mas até agora só adiamentos...

CHAMEM O SHERLOCK HOLMES!!!

É sabido por toda a nação que a BR 381 é rodovia que mais mata no país, que todos corremos riscos ao trafegar por ela, mas existem mistérios que ninguém consegue desvendar.

PORQUE AS GRANDES EMPRESAS DA REGIÃO SE OMITEM?

Eu tinha dúvidas quanto aos prejuízos causados pela BR às empresas da região e agora não tenho mais. O Jornal Diário do Rio Doce, de Governador Valadares entrevistou vários empresários de transportadores que operam na BR e as opiniões colhidas foram de que o traçado, os atrasos em função dos acidentes e a perda de profissionais é uma constante. Isso vem ratificar a minha opinião de que a 381 é um rolhão que atravanca o desenvolvimento da nossa região. Mas, por que não vimos um pronunciamento sequer da Usiminas, da Açominas, da Vale do Rio Doce ou da Arcelor Mittal? Que vantagens teriam essas empresas, que acham melhor nem entrar no mérito da 381?

PORQUE ALGUNS POLÍTICOS DA REGIÃO SE OMITEM?

Enviei questionamentos para vários políticos que foram votados na região. Sabe quantos responderam? Apenas 2. Só os deputados Bernardo Santana e Leonardo Monteiro. O Bernardo inclusive me concedeu entrevista. A assessora do Deputado Padre João me contatou, propondo entrevista, mas até hoje as respostas não chegaram. A Deputado Jô Moraes é que nem é da região, mas propôs uma manifestação na BR. O Deputado Rodrigo de Castro postou a respeito no site do PSDB, mas não acrescenta muito. Pelo contrário. Culpa o PT, mas não cita que FHC esteve lá e não fez. Ah...e não deixou Itamar estadualizar. Mas, sinto falta de uma ação mais contundente por parte do PT estadual e até por parte da militância. Por fazer parte do governo Dilma, pela proximidade, pelas facilidades em função de ser do partido da presidenta, deveria haver um movimento consistente por parte do PT, mas não é o que vemos. O que ocorre é um silêncio rotundo. Com isso, acabam oferecendo palanque para o PSDB.

A COMITIVA MONLEVADENSE.

A primeira vez que ouvi falar na possibilidade de uma comitiva Monlevadense ir a Brasília pressionar pela 381, foi através do vereador Thiago Titó, que propôs a formação de um frente parlamentar pela duplicação em seu facebook. Depois o presidente da Câmara Guilherme Nasser abraçou a causa e assim a comitiva seguiu para a nobre missão. Em minha opinião, foi válida sim. O que questiono é a sua ineficácia. Não precisamos ir muito longe. No mandato de José Maria Repolês como presidente da AMEPI, ele também esteve em Brasília, também reuniu-se com o ministro, levou dossiê...e o que aconteceu? Nada! Mais promessas e nenhuma ação. Além do mais, basta pesquisarmos na internet para verificarmos que o pessoal do ministério dos transportes e do DNIT recebe delegações todos os dias de diversas partes do país cobrando melhorias em suas BRs. O pessoal dos transportes e do DNIT é treinado para esses encontros protocolares, quando acalma os ânimos do pessoal e anuncia que agora vai...e não vai nunca!

OUTRAS PRESSÕES E...NADA...

A Tv Globo já mandou o jatinho do Jornal Nacional, já fez reportagem enorme. A TV record também fez uma reportagem sensacional. O Jornal Estado de Minas vem publicando uma série de reportagens extremamente bem feitas e nada. O microfone da Rádio Itatiaia está aberto direto. Vejo o Deputado João Vitor Xavier insistindo, martelando sobre o assunto. Esta semana mesmo vi uma fala dele, relatando que já esteve em Brasília por mais de 20 vezes conversando no Ministério, já falou com o presidente Lula, pediu atenção do Governador Anastasia, mas a obra não sai.

TEORIA DA CONTRAMÃO POLÍTICA

A primeira vez que vi falar sobre essa teoria foi através do Raoni Ras. Segundo o jovem blogueiro, o governo mineiro sempre está em dissonância com Brasília. Quanto lá estava FHC, Itamar estava no governo mineiro fazendo oposição. Depois entrou Lula e nós tivemos Aécio na oposição. Agora a Dilma está lá e temos o Anastasia. Por isso, Brasilia, só de birra, acaba não tendo boa vontade com Minas.  E olha que a Dilma é mineira, hein?

ANUNCIARAM NOVO EDITAL PARA O DIA 28. DÁ PRA CONFIAR?

Sinceramente? Só vendo! E mesmo se publicarem, ainda dá pra duvidar. Já adiaram tantas vezes, já fizeram tantas trapalhadas que fica difícil acreditar. Mesmo quando anunciam, ainda existe a possibilidade de encontrarem algum erro e adiarem novamente.

PALANQUE

A obra nem saiu e já tem um monte de gente reivindicando a paternidade. O tanto de gente que já foi a Brasília chorar aos pés do ministro não está no gibi. Quando sair, vai ter dezenas de pais. Perdoem a boca porca, mas é difícil identificar paternidade numa suruba. Precisaremos de teste de DNA depois.

MOVIMENTOS DESCONECTADOS

Tem muita gente chamando pra si as iniciativas pela DUPLICAÇÃO da 381, mas são movimentos isolados, desconectados. Se ninguém tomar a iniciativa de pegar um telefone e conectar todo mundo, será impossível criar um movimento realmente forte.

A PROMESSA DA PRESIDENTA

No dia 05 de maio do ano passado, postei a foto da Dilma que está acima, juntamento com um texto falando sobre os fatos que aconteciam na época, quando tudo indicava que a duplicação iria começar. Mas se seguiram vários adiamentos e pouquíssima satisfação para a sociedade, como se realmente a duplicação não fosse prioridade para o governo. Se quiserem, acessem a postagem - http://cenariosbomdia.blogspot.com.br/2011/05/br-381-e-obra-prioritaria-do-governo.html


GRANDE PARALISAÇÃO NO DIA 1º DE ABRIL – 30 ANOS DE MENTIRAS.

Seria uma data emblemática para uma mega paralisação. Tenho vários amigos que defendem a ideia de que apenas uma paralisação articulada envolvendo diversas cidades, suas prefeituras, envolvendo os jornais, as rádios, todas as mídias, locais, estaduais, nacionais e internacionais, programas como o CQC, os artistas, os motociclistas, motoristas, caminhoneiros, todos que utilizam a rodovia, poderia funcionar e convencer Brasília quanto a urgência de se resolver a questão. Mas não podemos ser ingênuos de pensar que um movimento como esse é fácil de fazer. Uma paralisação de tal magnitute envolve uma logística enorme e depende de uma adesão maciça tanto das instituições como dos políticos, que no caso, iriam participar como cidadãos. Mas a manifestação está sim sendo avaliada e maiores informações devem ser publicadas em breve.

BOCA PORCA


Enquanto isso, dois professores conversavam, um mais liberal e outro mais conservador.

- Estou impressionado como a juventude está desbocada.
- Larga de ser careta, sô. Você já reparou o que alguns jogadores brasileiros falam quando fazem gols?
- Não...
- Pois então leia os lábios. Eles falam: pôrra.  É isso mesmo! O gol é um orgasmo .
- Mas aí é diferente...
- Diferente nada, sô. No dia a dia, o palavrão, a linguagem chula ajuda a descarregar a tensão.
- Mas não vejo razão pra isso. Acho vulgar.
- Eu acho natural. Os meninos quando  gostam muito de uma coisa dizem: Ducarái, véi.
- Mas pra que recorrer a genitália masculina para dizer que uma coisa é boa?
- Qual o problema? É um símbolo de poder pro menino. Quanto ele é surpreendido com alguma coisa ele grita: CARALHO!
- Tá vendo? Erotização do espaço. Não é saudável.
- Mas por que não é saudável? É natural. Quando alguém deixa alguma coisa em cima do notebook ele fala:  tira essa buceta daqui.
- Muito ruim isso. Um preconceito contra o órgão sexual feminino.
- Ah...caretice sua...mais um exemplo...a menina doida pra achar uma brecha  pra fumar um cigarro e o chefe na cola. Ela fala: -Esse cara tá me fudendo...
- Me desculpe. Mas eu como professor não posso aprovar uma coisa dessas.
- É por isso que você tem esse distanciamento todos com os alunos. Tem de falar um palavrão de vez enquanto e achar natural a galera mandar ver na boca porca.
- Mas se eu fizer isso, estarei contrariando tudo que aprendemos no nosso curso.
- Olha. Se a gente for seguir tudo ao pé da letra, ficaremos chatos. Nenhum aluno gostará de nós.  Gente que é gente fala palavrão de vez em quando.
- Você acha mesmo? Mas não sei...acho que não fico natural falando assim...desbocado.
- Olha...tenho um amigo empresário que tem uma teoria interessante. Ele diz o seguinte: quando você está conversando com uma pessoa e ela te trata na formalidade, sendo cuidadoso com o português, medindo as palavras, significa que você não conquistou essa pessoa.
- Conclua...
- Você sabe que conquistou essa pessoa, quando ela tem coragem de falar  na bobagem na sua frente, quando solta um palavrão, quando fala besteira.
- Então eu não vou conquistar ninguém. Tenho muita dificuldade com isso.
- Pois é. Mais aqui. Você tá sabendo que vão diminuir os nossos salários?
- Você está brincando...
- Não estou não. Parece que estão com um choque de gestão...pra eliminar despesas.
- Esses caras são uns fdps...vão tomar no c*...esses caras não tem mãe não?
- Ahá...tá vendo?
- Hein?

quarta-feira, 13 de março de 2013

MEU OUVIDO NÃO É PAIOL

Deviam baixar uma leia impondo que todos devem usar fones de ouvido. Assim, cada um ouviria o estilo musical de que gostasse. É duro você ter um vizinho que adora sertanejo e ainda é surdo. Som além do último volume com graves de tremer todos os vidros. E tem os playboys com sons dos carros turbinados. Funk com aquelas baterias feitas com a boca (bitbox) com seus tamborzões. Nem sou preconceituoso. Estamos numa democracia. Cada um tem o direito de ouvir o que gosta...mas quando o cara extrapola no volume e avança sobre o espaço sonoro alheio...ah...e isso não é democrático. Isso é invasão de privacidade sonora. 

sexta-feira, 8 de março de 2013

ENTREVISTA COM O DEPUTADO BERNARDO SANTANA - SOBRE A BR 381




Deputado , porque o Sr acha que está havendo todo esse atraso no inicio da Duplicação da BR 381?

Olha. Esses problemas da BR 381 são muito antigos. Quando eu era menino, já ouvia meu pai falar da necessidade da duplicação, do traçado perigoso. Inclusive, ele foi uma das primeiras pessoas a lutar pela duplicação. 

E quais são essas dificuldades que estão acarretando este atraso?

São as características do traçado, o relevo, o terreno acidentado. As pessoas tem de ter a consciência de que não é uma obra fácil. Terão de serem construídos vários túneis, várias contenções, uma obra muito complexa. Mas tenho certeza de que agora vai sair.

Mas o que acarretou tantos adiamentos, já que houve um prazo fixado pela própria presidenta Dilma?

Pois é. Um desgaste que não é agradável pra ninguém. O que aconteceu foi que as empreiteiras realmente detectaram alguns detalhes que passaram despercebidos quando da elaboração do projeto executivo. As empreiteiras tem o temor de ter problemas futuros com meio ambiente, com redes de transmissão e tem mesmo de se cercar de algumas seguranças. Mas isso estará corrigido no próximo edital.

Mas então, podemos contar que agora a duplicação sai do papel?

Estou convicto disso e a bancada mineira está muito atuante aqui em Brasília para que tudo dê certo. O novo edital para licitação das obras de duplicação da BR-381 será pelo RDC – o Regime Diferenciado de contratação, em nove lotes, na modalidade de contratação integrada, com preço global. As empresas vencedoras serão responsáveis por todo empreendimento e não poderá ser feito aditivo de contrato. Desta vez não tem como dar errado.

E existem previsões de quando as máquinas estarão trabalhando?

Isso eu não tenho como responder agora. Vamos aguardar o lançamento do edital no dia 28 de março.

E sobre a comitiva de João Monlevade que esteve presente em Brasília no sentido de buscar informações e pressionar sobre a Duplicação?

Achei muito válida. Estiveram presentes também representantes de São Domingos do Prata, de Santa Maria de Itabira, de Ipatinga, além de 6 deputados da bancada mineira. Acho importante a participação de todos. Só acho que não podemos partidarizar a questão, pois aí sim criaremos dificuldades. Precisamos deixar abertos os canais de diálogo e buscar soluções conjuntas. Qualquer forma de radicalização agora, só vai complicar o processo.

Então o sr acha que podemos ficar mais tranquilos?

Mais tranquilos eu não diria. Também sou usuário da BR 381. Estou sempre viajando de carro, visitando as cidades e também tenho medo como todo mundo. Mas estou otimista que agora a duplicação vai sair. E enquanto a obra não sai, vamos ver o que pode ser feito para minimizar os acidentes. Tomei a liberdade de passar as mãos do ministro as suas sugestões de medidas emergenciais e o ministro gostou bastante. Ele passou as mãos do novo diretor do DNIT, que ficou de estudar e implementar (www.viva381.blogspot.com)

Muito obrigado pela entrevista, Deputado.

Eu é que agradeço a oportunidade. Quero ressaltar que a bancada mineira está muito unida e atuante para que prevaleçam os interesses de Minas aqui em Brasília e se Deus quiser, estaremos todos juntos para uma grande festa quando a duplicação estiver concluída. 

terça-feira, 5 de março de 2013

BLOG VIVA 381

Pessoal, criei um blog com ideias sobre ações que podem ser tomadas antes da duplicação, que deve demorar. Não consigo conceber que, até o fim das obras, continue morrendo tanta gente. Deem uma olhada e se puderem, colaborem. O link é www.viva381.blogspot.com. Tem também no facebook - Ideias pró 381. 

A DEPUTADA LUZIA FERREIRA SE MANIFESTA SOBRE A 381


A deputada estadual Luzia Ferreira também respondeu ao meu apelo por ações imediatas pela 381. Acontece, cara deputada,  que precisamos de  ções concretas, precisamos que nossos parlamentares pressionem de verdade. De qualquer maneira, agradeço a atenção da deputada e transcrevo as suas palavras.


Prezado Marcos Martino,

Concordo plenamente com vossa senhoria a respeito da BR-381. Temos sim que fazer algo a respeito, e estou fazendo minha parte como representante do povo nesta Casa Legislativa. Coincidentemente, no dia 26 de fevereiro de 2013, um dia antes de me enviar este e-mail, fiz um pronunciamento no Plenário justamente repudiando a suspensão da licitação das obras da BR-381, porque a notícia em si é uma tragédia, que vem perpetuar as tragédias cotidianas, com centenas de mortos e feridos naquela rodovia. Há pelos menos oito anos, assistimos a uma postergação recorrente do início das obras nessa BR. 
Vimos isso no governo do então Presidente Lula, e quando a Presidenta Dilma assumiu, mais de uma vez manifestou que tinha compromisso com os mineiros e com a melhoria e duplicação da BR-381. E na sexta-feira, ainda fomos surpreendidos com esse anúncio de que a licitação, que estava prevista para começar em março, fora suspensa mais uma vez, sem uma perspectiva de quanto tempo ficará assim. Por ela transitamos, até em razão do exercício do mandato. Temos de passar semanalmente por essa rodovia. Transitamos por ela para visitar os Municípios, as cidades, a fim de discutir projetos. Sofremos com os impactos dessa decisão, assim como sofrem milhares de pessoas que precisam se deslocar a trabalho, a passeio ou para transportar carga.
Atenciosamente,

segunda-feira, 4 de março de 2013

JÔ MORAES, BERNARDO SANTANA e a 381

Deputada Federal Jô Moraes
Vejam a ironia. A Deputado Jô Moraes não é da região, mas sensibilizou-se com a situação e está trabalhando para mobilizar diversos políticos para uma manifestação na BR 381. Não posso deixar de citar também o Deputado Bernardo Santana, único que retornou de inúmeras mensagens enviadas. Retornou a mim e ao vereador Guilherme Nasser. De qualquer maneira, toda ajuda será bem vinda, não importa de que partido seja. O importante, o crucial é que essa duplicação deixe de ser eterna promessa e se transforme em realidade. E será preciso também que sejam providenciadas medidas emergenciais, pois a obra vai demorar e algumas medidas de segurança podem diminuir e muito o número de acidentes com vítimas fatais. Obs - veja na postagem anterior, carta direcionada pela bancada mineira à presidenta Dilma.http://cenariosbomdia.blogspot.com.br/2013/03/a-br-381-e-bancada-mineira.html