quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

AS APARÊNCIAS ENGANAM III - A cantada perfeita.



Enquanto isso naquele clube...

- Puxa, Ricardo. Pegar sauna é bom demais, viu...
- Você acha? Eu não gosto. Um calor danado ruim pra respirar. Prefiro ficar na piscina.
- Mas ficar na piscina assim? Sem sunga? Sem entrar na água?
- Sou mais ficar aqui e admirar a paisagem.
- Isso é verdade. Olhe aquela sereia ali...
- Pois é. Tô de olho nela.
- Que isso, sô. Não é pro seu bico. Ela tem namorado.
- É mesmo? Mas cadê ele?
- Tá na quadra jogando bola.
- Pois é. É nessas horas que o Ricardão ataca.
- Você tá brincando. Você não vai dar de cima...sem chances, rapaz. Você é uns 30 anos mais velho que ela.
- Quer apostar? Ninguém resiste à cantada perfeita.
- Ah...deixa disso...2 caixas de cerveja?
- Tá apostado.
- Então fica olhando.
O Ricardo levantou-se da mesa e sentou-se perto da garota, que naquele momento estava maravilhosamente deitada tomando sol, com óculos escuros.
- Olá.
- Oi.
- Você gostaria de ganhar 1 milhão de reais.
- O que? Do que você está falando?
- Vou ser rápido e objetivo. Se quiser ganhar 1 milhão de reais, eu sei como fazê-lo. Se quiser tirar a prova, me passe o seu número de conta que mando depositar imediatamente 100 mil. A gente confere no seu celular mesmo.
- É mesmo? Então vamos fazer o teste. Minha conta fica no banco Irreal. Ag. 0557. Conta corrente 68915-3. Sabrina Monteiro de Castro.
- Então aguarde só um minuto que vou discar para uma pessoa...
ELE DISCA e O TELEFONE ATENDE.
- Olá, Gustavo. Eu preciso que você transfira 100 mil reais agora para a conta que vou lhe passar: Banco Irreal, Ag 0557. Conta 68915-3 em nome de Sabrina Monteiro de Castro. Vou aguardar na linha...
- Meu Deus. Você está falando sério?
- Daqui a pouco você poderá tirar a prova. Sabe como acessar sua conta pelo smartphone, né?
- Com certeza.
- Alô, Gustavo...depósito efetuado? Obrigado pela eficiência de sempre.  Sabrina, por favor. Confira a sua conta...
- Ok...estou acessando aqui...mas enquanto isso...me diga uma coisa. O que tenho de fazer pra receber o restante?
- Espere a confirmação...
- Tá abrindo aqui...deixa eu ver...caramba...o depósito está lá mesmo...100 mil. Você é doido?
- Posso te garantir que não tenho nada de doido.
- Tá certo. Vamos lá. O que eu tenho de fazer pra receber os outros 900 mil reais. Não vou ter de assassinar ninguém , né?
- Pegue suas coisas e vamos sair. No caminho eu explico.
- Tá certo. Vou só no vestiário trocar de roupa e a gente conversa.
- Combinado.
RICARDO SAI DALI EM DIREÇÃO AO SEU BOQUIABERTO AMIGO.
- E aí? O que rolou?
- Ela vai sair comigo de carro. Depois eu te conto.
- Mas o que você falou pra ela?
- Só te digo o seguinte: vai ser muito bom tomar aquelas 3 caixas de cerveja às suas custas.
SABRINA SAIU DO VESTUÁRIO E OS DOIS SAIRAM DE CARRO.
- E aí? Pra onde vamos?
- Vamos para um motel.
- Então você está querendo é...
- Não acha que vale à pena? Por um milhão de reais?
- Escuta aqui. Você é milionário excêntrico? É louco?
- Não sou não. Olha, se quiser desistir do dinheiro, está em tempo ainda...
- Não...não é isso...
- Então vamos em frente? Estamos chegando no motel.
- Tá bom. Mas quando você vai depositar o restante?
- Logo que chegarmos, mando depositar mais 400 mil reais.
- Tá bom. Vamos em frente então.
CHEGANDO AO MOTEL, RICARDO SE AJEITOU NA MARAVILHOSA CAMA E PEGOU SEU CELULAR
- Gustavo, quero que você transfira mais 400 mil reais para a conta da srta Sabrina.
- Meu Deus. Eu nunca vi tanto dinheiro assim...o que que eu tenho de fazer?
- Espere só um pouquinho...Oi...Gustavo? Depósito efetuado? Ok. Muito obrigado.
- Nossa Ricardo. Você é bem persuasivo. E agora. O que tem de fazer para ganhar os outros 500 mil?
- É o seguinte, Sabrina. Você vai ter de me fazer feliz aqui nessa cama, dar tudo de si, mostrar o seu melhor pra fazer um homem ter o máximo prazer.
- Mas peraí. Assim você está me fazendo de...
- É pegar ou largar...
- Então tá bom...vou fazer o meu melhor.
DUAS HORAS DEPOIS...
- E aí, Ricardo? Valeu?
- Ok, Sabrina. Foi bom sim. Você merece os outros 500 mil. Vou pedir ao Gustavo para providenciar seu depósito.
- Caramba. Eu nem acredito. Um milhão de reais...estou tranquila por um bom tempo.
- Gustavo, por favor. Providencie a transferência do resto de dinheiro para a Srta Sabrina.
- Nossa Ricardo, eu nem sei como lhe agradecer...
- Não precisa. Você fez a sua parte. Quer que eu te leve de volta para o clube?
- Uai, se puder ficarei grata. Eu deixei algumas coisas lá...preciso encontrar o meu...
- O seu namorado né?
- É...mas agora vou ter de pensar se continuo com ele. Não sei se preciso mais dele.
- Se eu fosse você, mantinha as aparências por enquanto. Depois vc pensa como administra o dinheiro.
RICARDO DEIXOU A SABRINA HÁ DUAS QUADRAS DO CLUBE, ESTACIONOU SEU CARRO E SEGUIU A PÉ PARA O CLUBE. NO CAMINHO PAROU EM UMA PRACINHA E TELEFONOU...
- Olá, Gustavo. E aí? Viram tudo?
- É claro. Valeu o investimento.
- Pois é. E já depositaram a minha parte?
- Sim. Pode conferir. Colocamos 4 milhões na sua conta.
- Ótimo. E é seguro que o vídeo não vai cair no circuito comercial né?
- Garantido. Dois mil clientes ao redor do mundo assinam nossos conteúdos exclusivos. E essa sua série AS AVENTURAS DO RICARDÃO é sucesso mundial. Tem gente até da Arábia comprando, do Marrocos, do Leste Europeu...
- Excelente. Obrigado Gustavo.
RICARDO CHEGOU NO CLUBE E ENCONTROU-SE COM O AMIGO.
- E aí? Rendeu alguma coisa?
- Não deu em nada. Ela é uma menina muito correta. Estava precisando desabafar, precisando de um ombro amigo. Eu levei ela numa benzedora pra ver se ela abre os caminhos, coitada.
- Quer dizer então que...
- Vou deixar 3 caixas de cerveja pagas pra você no bar do clube.
- Tá vendo? Tem pessoas honestas e fieis nesse mundo ainda.
- É verdade...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

SARANDI X ATLÉTICO


O estádio deles é horrível. Parece estádio do interior de Minas, tipo Mamudão. O Placar eletrônico da transmissão foi feioso, parecendo coisa de segunda, terceira divisão. O time também não é um River, um Boca, um River, um Independiente, um Racing, um Estudiantes, um Velez. É um Sarandi. A Libertadores tem essa coisa. Do Brasil, já se classificaram Payssandu, Goiás, Crisciuma e São Caetano. O gramado parece um tapete. Isso favoreceu o bom futebol do Atlético. O time tá de um jeito que já dá até pra nós cruzeirenses decorarmos a escalação(isso é grave).Ainda há desesperança, mas eles formaram um grande time. Goleiro seguro que salva na hora que precisa. Dois zagueiros que são sempre maiores que os atacantes adversários. Só uma coisa: são bons no alto mas não no chão. O lateral direito pra mim é ótimo e o esquerdo também não compromete. Donizete e Pierre são dois Pitbulls na entrada da área. Não deixam os atacantes chegarem com a bola dominada na velocidade, pois aí os beques tem dificuldades. Na frente do time tem o Ronaldinho que pega a bola e sempre faz algo diferente. Como o lançamento para o primeiro gol. Coisa de cinema. A eficiência do Bernard também está crescente. Conclui de primeira e com precisão. Jô tem sido muito insinuante, deixando seus gols e se entendendo bem com os companheiros. Tardeli começa a justificar o alto investimento, também jogando um excelente futebol. Sobre o time do Sarandi, nada a destacar. Um time que perde de 5 em casa não dá pra salvar nada. A torcida do Atlético cantou o hino do time com muita força. Quem foi, garanto que está mui contento. A torcida atleticana tem mais é de aproveitar o excelente momento. Libertadores tem esses times mais frágeis, que o time já vai metendo 4, 5 sem tanto esforço e é sempre bom golear. Mais à frente é que a pressão aumenta. Dos times que vi jogar até agora, gostei do Grêmio contra o Fluminense e do Atlético contra o São Paulo e agora contra o Sarandi. O futebol do Fluminense anda meio preguiçoso. O Coríntians, resta saber se engrenará (um time sempre difícil de ser batido). Da Argentina, tem o Boca, pela tradição. Não sabemos como estão os times paraguaios e uruguaios. Pensei que os Mexicanos chegariam para faturar títulos, mas até agora, nada. Vamos aguardar os próximos jogos e continuar torcer contra. Mas temos de admitir: eles estão jogando muito.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

BR 381 - SOMOS TODOS ASSASSINOS

Fico revoltado de ver como as autoridades se omitem na questão da 381.Cadê os deputados que nos representam? Agora leio que vão fazer pressão em Brasília. Mas que pressão é essa que em 30 anos não conseguiu nada de concreto? Cadê os governadores e presidentes que prometeram e empurraram com a barriga? Cadê os agentes políticos, os petistas da região, que estão sentados a mão direita da Dilma e do poderoso Lula, mas nem comentam nada? Cadê os tucanos, que parecem também não se interessar pelo assunto, vez por outra utilizando a rodovia apenas para atacar os adversários? Talvez por terem culpa no cartório, afinal, quanto estiveram no poder também não duplicaram.Cadê os cidadãos, que ficam comovidos e indignados quando acontece um acidente, talvez por se imaginarem no lugar dos que morrem de forma trágica no meio das ferragens? Tudo bem que o PT tem seus méritos na distribuição da renda e na erradicação da pobreza, mas  não vem dando a devida atenção para uma região importante de Minas. Como é que pode o planalto anunciar tantas vezes a duplicação e adiar seguidamente? Como podem lançar um edital sem observar os critérios técnicos? Como podem demorar tanto tempo para dar uma resposta à sociedade? Será que não pensam que cada dia de adiamento significa mais mortes? Já está na hora do governo melhorar o diálogo com a população, quem sabe buscando medidas imediatas para minorar o absurdo número de acidentes. A colocação de barreiras nas pistas, nos pontos mais perigosos já seria uma medida importante para diminuir colisões frontais.E nós cidadãos, pela passividade, também somos cúmplices.Vamos utilizando a 381 seguidamente e aguardando na fila macabra, até que chegue a nossa vez de bater de frente com uma carreta na contramão ou com um doido que ultrapassa em faixa contínua a 150 kms por hora. Precisamos fazer alguma coisa. Talvez estejamos esperando que lideranças assumam a linha de frente, pessoas com carisma e credibilidade para atrair apoios e fazer com que o movimento tenha relevância. Quanto ao governo, não consigo compreender o por que de não ter feito essa obra antes. Se não der uma resposta rápida, poderá ser demonstrado ao planeta que o país que vai fazer a copa tem rodovias de 4º mundo. Vai pegar muito mal.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

O PROFETA MALDITO

Dizem que houve um profeta maldito que fez umas previsões que contrariavam os interesses do poder. Esse profeta foi confinado numa masmorra para não dizer ao mundo o que antevia. Colocaram uma pessoa encarregada de levar comida na cela do profeta até a sua morte. Esse tratador tinha de chegar próximo ao profeta para entregar a comida. O profeta aproveitava para dizer o que iria acontecer. O homem era bom ouvidor, afinal não podia falar. Perdeu a língua ao fazer fofoca na corte, lançando suspeitas sobre a conduta de uma princesa. Mas aí que entra o espírito inconfidente. O tratador não podia falar mas podia redigir. Ele pacientemente escreveu o livro com as previsões do profeta maldito. Só que nenhum editor quis publicá-lo. Eles alegavam que depois de Nostradamus, apareceram vários livros de profetas e que o mercado não tinha lugar para mais um livro do gênero. O livro original e único do Profeta maldito foi parar num brechó, sendo comprado pela ninharia de 7 reais e leiloado por 39.  O livro falava sobre as revoluções industrial, Liberal, socialista e também sobre o estabelecimento de uma rede de relações intermediada pela tecnológica.  Até aí tá tudo bem.  Só que chega um ponto em que ele diz que em fevereiro de 2013, uma bola de fogo riscaria o céu do planeta, explodindo num trovão que causaria grandes estragos com vítimas. E falava também que quando a bola de fogo passasse uma autoridade mundial renunciaria. E o Papa anunciou sua renúncia. Só, meus amigos, que o livro foi escrito em 1570. Li ele todinho e tinha mais um monte de coisas no livro...coisas que nem devo contar. Peguei o livro, transformei em PDF e queimei o original. Ele está guardado na nuvem, num local ultrassecreto que nem eu sei onde. 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

AS APARÊNCIAS ENGANAM II ( CONTINUAÇÃO)


Antes de começaram a ler, deixa eu explicar que trata-se da coluna do jornal Bom Dia de hoje. A continuação de uma historinha da edição anterior. Quem não tiver lido, deixo o link : http://cenariosbomdia.blogspot.com.br/2013/02/as-aparencias-enganam.html. 

Agora vamos à história...

”Na coluna anterior, vimos um rapaz chamado Bruno passando por uma situação de pirar o cabeção. Ele conheceu uma garota quando foi dar uma fugidinha pra fumar um cigarro. A mina, que aparentava ser uma moça de família, confessou ser uma garota de programa e falou coisas que deixaram o Bruno maluco. Só que ao retornarem à festa, Bruno foi até o balcão para beber alguma coisa. Foi quando conversou com um amigo e contou a história da menina, que dizia se chamar Milena. Só que o amigo ouviu tudo e retrucou o Bruno, dizendo que aquela menina chamava-se Fernanda, que era filha de um juiz de direito e ia se casar com um deputado. Bruno nem dormiu direito,  ficou remoendo aquela história, doido da vida, pensando numa maneira de se aproximar e investigar aquela situação absurda....”
No outro dia cedinho, Bruno chegou à banca de revistas afim de comprar jornais e cigarros, como sempre fazia aos domingos pela manhã. Quando abriu o jornal, uma notícia aterradora no Super Notícias. Tragédia na BR 381. Batida frontal de ônibus com carreta, com 23 mortes e 7 feridos. Ele fez uma careta, quando de repente chegou uma menina com roupa de corrida, toda suada. Em princípio ele ficou distraído com o jornal, quando de repente...

- Por favor, Me vê 3 preservativos tamanho GG ???

BRUNÃO DESPERTOU

- Ei...você não é a ...
- Fernanda...
- Mas...você não estava na festa ontem?
- Era eu mesma.
- Mas você...
- Pois é. Eu queria mesmo uma oportunidade de conversar com você. Topa correr?
- Atrás..quer dizer...com você?
- Sim. Eu vou devagar...prometo!
- Tá bom. Mas me explique direitinho, pois fiquei bolado.
- Tá certo. É o seguinte. Eu tava fazendo laboratório teatral com você.
- Laboratório teatral? Mas como assim?
- É que estou estudando um papel para fazer um teste, pra ver se consigo entrar numa peça. Eu amo teatro.
- Mas então...aquilo tudo foi ...
- Eu vivi um papel...precisava ser convincente...o que você achou?
- Eu achei...nossa...você foi muito bem. Até achei que você fosse realmente uma...
- Uma puta...kkkk...não é o caso. Mas sou apaixonada pelo teatro...e faço tudo pelos meus personagens.
- Mas e o seu pai?
- Meu pai gosta de literatura e de teatro, adora sheakespeare. Ele me apoia totalmente.
- E o seu futuro marido, o deputado?
- Ah...é um casamento de mentira. Ele é meu amigo e precisava apresentar uma namorada pra sociedade, por causa da candidatura dele. E não desmentimos. Mas também você não vê a gente aparecendo juntos.
- É verdade...
- E além do mais, ele não gosta de mulher.
- Nossa. Coitadinha!!!
- Coitadinha nada. Se ele fosse macho, talvez não me deixasse fazer teatro...e eu amo essa profissão.
- Mas aqui...como é que foi esse negócio do teatro? Você vai viver a personagem de uma garota de programa né? Como foi que você pesquisou pra fazer o papel?
- Olha...eu fui direto ao ponto...fui a uma zona né? Fui lá e paguei um programa pras meninas, pra gente só ficar batendo papo e fumando. Eu ri demais com elas. E elas me deram muitas dicas para o papel.
DE REPENTE, ATRÁS DOS DOIS, COMEÇOU A APONTAR UM NEGÃO QUE COMEÇOU A INCOMODAR O BRUNÃO...
- Fernanda...vou ser rápido no que vou dizer, pois tá chegando um pescoço aí atrás...você não pensou na possibilidade de fazer um laboratório para viver o papel?
- Como assim?
- Uai...fazer laboratório, vivenciar o papel de uma garota programa com um cliente de verdade?
- Menino...eu pensei nisso ontem à noite na hora que a gente tava conversando...
- É mesmo? Eu estou à sua disposição...
- Pois é. Eu confesso que cheguei até a pensar, mas aí encontrei com o Anderson, conversei com ele e fechamos pra fazer isso daqui a pouco...
NISSO O RAPAZ QUE VINHA CORRENDO ATRÁS APROXIMOU-SE. ERA UM NEGÃO DE UNS 2 METROS DE ALTURA QUE REALMENTE PARECIA COM O LUTADOR ANDERSON SILVA. COM UMA DIFERENÇA: FALAVA GROSSO.
- Oi, Fernanda, oi Brunão...
- Peraí...você se chama Anderson? Você não é o MC RICARDÃO?
- Também. Mas sou personal training dela. A gente corre todo dia por aqui. Não contou pra ele, Fê?
- Eu ia falar quando você chegou...mas...bruno...depois a gente conversa, tá? Você sabe, né? Tenho de fazer esse laboratório, pois esse papel é muito importante pra mim. By...
BRUNO LEVOU 40 MINUTOS PARA RETORNAR ATÉ A BANDA ONDE HAVIA ESQUECIDO OS JORNAIS. QUANDO CHEGOU, O CARA DA BANCA DIRIGIU-LHE A PALAVRA.
- Você tá sabendo da última?
- Não...
- Sabe a Daniela, aquela menina certinha que namora com o Felipe, dono da vitrine veículos?
- O que tem ela?
- Dizem que ele foi levar ela num terreiro, que ela pegou uma pomba gira e virou os bicho.
- Mas o que aconteceu?
- Ela foi para um carnaval numa cidade próxima e ficou com uns 30 .
- Ela então beijou 30?
- Beijou só não...fez o resto também.
- Meu Deus. Que bafo. E o namorado? O que fez?
- Uai...foi no terreiro de novo pedindo pra tirar a pomba gira.
- E depois?
- E depois os dois viraram crentes.
- Parece até gozação né?
- E essas coisas não saem nos jornais né. Olha, meu amigo! Aqui nessa banca de revistas ouço coisas que até o capeta duvida.
- É mesmo? Então vou te contar mais uma que você não vai acreditar. Outro dia teve uma festa de aniversário e eu saí escondido pra fumar um cigarro. Foi quando...

domingo, 17 de fevereiro de 2013

IGREJA UNIVERSAL DO CAVALO SAGRADO

A adoração de algumas pessoas pelos cavalos lembra a adoração do bezerro de ouro da bíblia. Deviam fazer esculturas de um cavalo de ouro e fundarem a igreja do cavalo sagrado. Que tal esculturas de cavalos redentores no alto dos morros, que nem o Cristo no Rio e em tantas cidades? As cavalgadas seriam as procissões, quando seria cultuado o Deus cavalo, este animal tão amado. São tantas cavalgadas, rodeios, festas do cavalo, que estou me convencendo que realmente os equinos são Deuses, que nem os elefantes para os indianos. O negócio é tão sério, que as cavalgadas geram verdadeiras reuniões de cúpula, onde os principais líderes das regiões se reúnem para determinar como serão os próximos cultos, quer dizer, as próximas cavalgadas. O calendário desses eventos é o mais importante , superando em relevância e se impondo sobre todos os outros eventos culturais. E da-lhe dose cavalar de músicas sertanejas, duplas que se reproduzem mais que moscas e as cidades com várias camadas de escrementos equinos, fora as enxurradas de urina e os cavaleiros bêbados cambaleando pelas ruas. Mas o povo gosta. Saudades da roça? Saudades de um tempo  que não volta mais? No campo, os cavalos vem sendo substituídos pelas motos e automóveis. Mas o povo continua amando a cultura equina. E os marketeiros aconselham: prefeito que não faz cavalgadas não consegue se reeleger. O cavalo é um grande cabo eleitoral. 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

AS APARÊNCIAS ENGANAM...



Enquanto isso, numa festa de aniversário, um casal se encontrou por um vício compartilhado...

- Oi!
- Oi!
- Prazer...Bruno!
- Milena!
- Tem hora que é difícil encontrar lugar pra fumar, né?
- Pois é...as pessoas tão ficando xiitas.
- Sei lá...acho que vai chegar uma hora em que vão proibir geral viu?
- Eu me mato! Rs. Se bobear proibem a gente até de transar.
-Puxa...você é  direta, hein?
-E você? É evangélico?
-Sou não! Tá tudo bem. Eu estava brincando. Mas escute aqui...o que é que você faz na vida?
-Eu sou garota de programa.
-Como é que é? Na lata assim?
-Uai? Qual o problema? O que você faz?
-Eu sou advogado.
-Tá vendo? Você também não vende seu trabalho? Não tem de agradar os clientes pra sobreviver?
- Mas eu não vou pra cama com eles..
- Mas fode um monte de gente. Dá na mesma.
- Puxa. Pela sua estampa, nunca imaginaria que você fosse uma prost...garota de programa. Mas você não tem namorado? Ele não tem ciúmes?
- Não fique chocado, mas eu tenho é  namorada. E ela não tem ciúmes. Mas gosto de meninos também
- Nossa. Realmente não sou tão moderno. Mas escuta aqui...quanto custa o seu trabalho?
- O preço é sempre negociável. Mas eu me vendo bem. E se for divertido, pode sair até de graça.
- Mas você faz...tudo?
- É claro. Eu adoro sexo. Gosto de frente, de trás, oral, 69, 24, depende da vontade e do cachê.
- Mas então você é o fim de um mito.
- Que mito?
- De que as prost...garotas de programa fazem sexo por dinheiro...por não terem outras alternativas.
- Essa visão é muito ingênua. Já viu um desses consultores motivacionais dizendo que temos muito mais probabilidades de sucesso se trabalharmos no que gostamos e fazemos melhor? Ao assistir uma dessas palestras entrei no ramo e nunca mais sai.
- Engraçado!
- O que?
- Você não aparenta ser uma prost...garota de programa.
- É mesmo? Nem sei se devo considerar elogio...ou preconceito. Os dois, eu acho...
- E não tem vontade de ter filhos?
- Ainda não. Mas no dia que eu tiver vontade, vou encontrar um cara bonito e inteligente. Quem sabe eu já não encontrei?
- Hein?
- Agora me desculpe, mas tenho de entrar. Você é cool. Gostei de você.
- É mesmo? Que bom! Mas vamos entrar então...lá dentro a gente se fala...
ALGUNS MINUTOS LÁ DENTRO, CONVERSANDO COM UM AMIGO...
- Véi, sabe aquela menina ali?
- A de tatuagem no pescoço?
- Ela mesma. Eu fui fumar lá fora e essa menina apareceu. Ela é muito doida, cumpade.
- É mesmo? Mas o que ela fez?
- Ela me contou que é garota de programa, que gosta de fazer sexo de todo jeito...
- Peraí...Bruno...você está ficando doido?
- Tô não, sô. Essa menina é uma depravada.
- Brunão, ela é uma menina de família, sô. É filha de um Juiz de direito...e vai se casar com um deputado...vai ser uma baita festa...
- Como é que é?
- É verdade, sô. Ela se chama Fernanda, formada no exterior, fala 3 línguas, uma menina de alta sociedade e vai se casar com um deputado federal, desses fodões aí.
- Caraca, véio...então por que será que ela me falou aquelas coisas?
-  Véi...cê não tomou chá de cogumelo antes de vir pra cá, né? E esse cigarro que fumou? Tem certeza que era normal?
- Isso não vai ficar assim...
- O que você vai fazer?
- Vou pensar...e o pessoal que quiser saber o desfecho dessa história, vai ter de ler a coluna da semana que vem...
( TEM CONTINUAÇÃO...)

RESENHA ATLÉTICO X SÃO PAULO

Uma bela partida de futebol entre Atlético e São Paulo. Dois estilos diferentes, um muito mais eficiente. O Atlético tem um diferencial chamado Ronaldinho. Ele faz o que ninguém imagina. Clarividência do lateral também. Bater aquele lateral daquele jeito foi de extrema esperteza. A torcida do Atlético tem uma implicância danada com o Marcos Rocha, mas ele as vezes fez a diferença. Foi um lance pra ser visto no mundo inteiro. E no gol do Rever, o Ronaldinho novamente fez o improvável. Driblou onde todos achavam que ia lançar. Acho que driblou até os locutores, a torcida. Foi incrível aquele lance. Calma, amigos cruzeirenses. Não passei pro outro lado. Mas estou falando sobre a realidade. O São Paulo por sua vez, parece que quer ser o Barcelona. Foi tentando trocar passes curtos ocupando o campo, só que pra esse tipo de esquema tem de ter um índice de eficiência muito acima da média...e o SP errava muitos passes. O SP até teve chances de empatar, mas o gol do Aloísio me pareceu irregular. Carga sobre o zagueiro. E no primeiro tempo o Atlético teve chances para golear. Bernard era mais veloz que todos em campo. Rever jogou uma partida de jogador de seleção. Ele e o Lúcio pelo outro lado. Dois zagueiros muito acima da média. Eu esperava mais do SP. Tem muitos japoneses por lá, jogadores que saíram de não sei onde. Ontem que percebi que o Atlético tem muito mais jogadores conhecidos e consagrados. Só o Cruzeiro mesmo para parar eles.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

MAQUIÁVEL


LOURDINHA E JUNIOR MORAVAM NA FAVELA. ELA ERA FAXINEIRA E ELE, CANTOR DE RAP. CERTO DIA, ELES NAMORAVAM  NUMA LAJE DA FAVELA, TENDO UMA LUA MARAVILHOSA NO CÉU. 

- Nossa, amor. Eu tô tão feliz...
- Mas por que?
- Sabe o que foi? Eu fui escalada pra limpar a sala do prefeito na prefeitura. Uma sala chique...
- Uai. Tá bom. Mas você vai ganhar alguma coisa com isso? Vão aumentar seu salário?
- Quê isso, amor...Não é qualquer uma que arruma a sala do prefeito, viu?
- Ah...eu acho isso muito inferior...é vc se curvar ao sistema, ser subserviente.
- Ah...eu não acho não. Eu vou ter oportunidade de crescer.
- Não sei não. Não tô gostando dessa ideia. Ouvi falar que esses prefeitos são uns depravados.
- Não esse de agora. É muito educado e respeitador. Ele trata a gente muito bem.
- Eles tratam bem mesmo, mas é pra amaciar a carne. Depois dão de cima. Principalmente uma novinha chocolate, gostosa que nem você.
- Nossa, você enxerga maldade em tudo.
- Não sou eu que enxergo maldade. Já vi falar de prefeito que tem mais de 20 filhos fora do casamento. Dizem que o poder dá um tesão danado.
- Pode ficar tranquilo amor. Você sabe que eu sou só sua, né? 
- E tem os outros assessores também que são uns safados.
- Amor, pode ficar tranquilo pois eu sei me defender. E eles estão me tratando muito bem. Teve um advogado que me deu até caixa de bombom.
- Tá vendo? Já estão querendo te comprar. Isso não vai acabar bem. 
- Relaxa, amor. Isso é apenas carinho. Ainda mais eles sabendo que eu namoro com você, que é um cara forte, inteligente e que tem até ficha na polícia. Eu quero ver se terão coragem de fazer alguma coisa. 
- Você vai ver é muita sujeira embaixo do tapete.
- Nossa, amor. Como é que você adivinhou? Lá tem um tapete enorme, uma mesa de vidro que até brilha e uns enfeites lindos...
- Tudo comprado com o nosso dinheiro.
- Ahh...e tem o computador dele e tem muitos livros. Inclusive achei engraçado pois tem um livro que parece ser de maquiagem.
- De Maquiagem?
- É sim. Eu li lá...é de um tal de Maquiável.
- Pelo amor de Deus, princesa. Não é Maquiável. É Maquiavel. Sílaba forte no vel.
- É mesmo? Você conhece esse maquiável?
- Não é maquiável...deixa eu te explicar. Maquiavel era o professor de pilantragens dos príncipes e reis. Esse livro que você viu é o manual de enganação dos políticos.
- Nossa. Ainda bem que nem comecei a ler, viu.  E eu gostei mais do Maquiável. Não é melhor?
- É. Pensando bem, maquiável tem tudo a ver. Não é comum os políticos maquiarem as cidades na época das eleições, maquiarem prestações de conta? É tudo maquiável mesmo. Nossa, linda. Agora eu inspirei. Isso dá letra de Rap. Olha a letra que bolei agora: Quem lê maquiavel, quer viver no céu, quer pegar e créu, quer beber só mel, quer comer pastel.
- Nossa...gostei...me deu uma vontade de comer pastel...
- Amor...o pastel da letra é outro...
- Depois. agora vamos lá embaixo que vou fritar uns pastel pra nós. Mas aqui, amor. Precisamos conversar sério.
- Sobre o quê?
- Se você quiser, posso conversar com o prefeito pra ele te empregar.  O Rap não paga nossas contas, né?
-Depois. Não quero conversar sobre isso agora. Agora eu quero é comer pastel.
- De que?
- De queijo, de carne e de cabelo...pela ordem..

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

DECADÊNCIA


Decadente não é só o sujeito que só tem 10 dentes na boca. É aquele que já esteve no topo e que depois começou a perder força, o amor próprio, até que finalmente virou uma ruína ambulante. Tá certo que certas coisas não tem freio, como o desgaste do tempo que vai nos consumindo e nos tornando um arremedo do que fomos. Podemos envelhecer com dignidade se soubermos nos reinventar. Isso pode acontecer com pessoas e com empresas. Tomemos como exemplo a coca-cola.  Apesar de quase centenária, tem uma imagem jovem, continua se renovando e sendo consumida em todo o planeta. Mas aí é que está. A coca-cola cuida da  imagem, afinal, sabe que uma das coisas que evidenciam a decadência de qualquer empreendimento humano é o desleixo. Reparem bem uma empresa que acabou de ser aberta. As placas impecáveis, móveis com cheiros de novos, as pessoas atenciosas, entusiasmadas, com aquele brilho esperançoso nos olhos, com tesão e energia positiva. Já a decadência tem seu primeiro sintoma na falta de cuidado com a placa na entrada da empresa. Quando a empresa não cuida, não mantém limpa e reluzente a logomarca na entrada de suas unidades, quando uma letra no letreiro luminoso se apaga e ninguém repara imediatamente, é sinal de que tem algo muito errado. Pra completar a grama é mal cortada, as paredes começam a descascar, tudo aparentando miséria e ausência de energia vital. Pelas estatísticas, 70% das empresas fecham em seu primeiro ano de vida. Esse tipo de decadência é que nem a de um foguete, que sobe e cai rapidamente. Mas queda melancólica acontece mesmo é com algumas empresas tradicionais e aparentemente sólidas, que não tem capacidade e nem atitude para se atualizar. Essas empresas costumam virar tristes ruínas, escombros de um passado próspero, por insistirem em fórmulas caducas. Às vezes a decadência se dá por conjunturas econômicas. Quando eu viajava para Ponte Nova, ficava olhando as antigas usinas de açúcar, prédios majestosos abandonados, com as vidraças quebradas, verdadeiros edifícios fantasma. De repente, o açucar perdeu valor de mercado e o que era prosperidade virou crise.São imagens tristes. Mais tristes são as ruínas do que foi iniciado e parou no meio. Monlevade tem vários prédios que começaram a ser construídos, mas cuja construção foi interrompida e os horrendos edifícios continuam maltratando as visões, esqueletos monstruosos que ajudam a enfeiar a cidade. Em Alvinópolis tem a ruína de um ginásio coberto cuja construção foi interrompida por causa de irregularidades e pelo visto vai continuar ruína do que não foi. O vergonhoso monstro de concreto continua lá, um monumento à corrupção, enchendo de mato e zombando da gente. Mas não são só as empresas que caem em desgraça. As cidades também decaem. Monlevade, por exemplo, tinha a Belgo como mãe, teve a Arcelor como madastra e hoje tem a Mittal, que a abandona e ignora. A prefeitura é muito sobrecarregada. O cobertor da administração é curto e não dá pra cuidar de tudo. A cidade antiga, por exemplo, anda desleixada. Como dito no inicio do texto, o desleixo é o primeiro sintoma. Quem dera aparecessem outras empresas mães. É irônico que uma cidade tão nova, já inspire decadência. E a minha Alvinópolis? Nem sei se está decadente, pois acho que nem chegou a subir. Hoje tem uma indústria têxtil que foi mãe, tornou-se madastra e voltou a ser mãe. Tem outra mãe generosa na indústria de cosméticos. Mas mesmo assim, insiste na inércia. A cidade está feia, esburacada, desleixada...decadente. Ao contrário da vizinha Dom Silvério, que se não desenvolveu tanto economicamente, mas pelo menos está bonita e muito bem cuidada. De qualquer maneira, a decadência das coisas está diretamente associada a decadência das pessoas. As pessoas é que emprestam seu brilho, seu esforço e seus tônus vital para que as coisas e as cidades tenham vida. Manter o olhar no horizonte e a motivação alta são tarefas pra heróis e heróis não nascem todo dia. Temos um vácuo de grandes líderes. Líderes políticos e executivos. Pode até ser sonhador, desde que tenha aliados fazedores. E a decadência está do coletivo e também no indivíduo, numa retro-alimentação permanente. E você? Sua vida tá andando pra frente? Anda lustrando sua marca para aparentar o sucesso que deseja pra sua vida? Anda se reinventando, decodificando os símbolos do tempo em que vive? Seu tempo é o hoje, o amanhã, ou vive repetindo que “antigamente era melhor”? Anda se sentindo “aposentado” ou tendo ideias novas, prospectando perspectivas instigantes e rentáveis? Anda satisfeito com a paisagem do buraco ou acredita que o céu é o limite? O tempo é inclemente e um dia vai nos levar. Que seja, já que não tem outro jeito. Mas que façamos como o lobão e cantemos: DECADENCE AVEC ELEGANTE!

DROGAS LIBERADAS

Hoje ouvi uma notícia estarrecedora: a PETROBRÁS deixou de ser a empresa de maior valor na bolsa de valores. Foi ultrapassada pela AMBEV - a Cia de Bebidas das Américas. Agora vejam só! A PETROBRÁS foi ultrapassada por uma mega empresa que extrai seus lucros principalmente das drogas Liberadas. É isso mesmo! Você tem alguma dúvida de que as bebidas alcoólicas são drogas? Elas são substancias que entorpecem os sentidos (entorpecentes), provocam mudanças psicológicas, também causam dependência e tem consequências calamitosas para a saúde pública. Perguntem a qualquer médico. Pessoas bêbadas costumam ser violentas, anti-sociais, causar acidentes, criar vários tipos de problemas. Mas as bebidas alcoólicas são liberadas. Será porque? Ah, elas ajudam a relaxar a tensão do dia-a-dia, levam a sociabilidade, além de gerarem muitos empregos. Justificativa esfarrapada hein? Pra mim isso tem outro nome: HIPOCRISIA! 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

FELICIDADE!!!

Pai e filha, espírito santo, amém. 

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

PRIMEIRO CLÁSSICO: ARROGÂNCIA E CASTIGO

A torcida preto e branca cantava vitória antes da hora, tentava humilhar os cruzeirenses, seja no face, seja no twitter...e a torcida do cruzeiro  calada, comequieta, uma característica cruzeirense. Com diz um velho ditado, não se ganha jogo de véspera. Ainda mais clássico. A torcida do Atlético, tanto fala mal do mineirão, que admite publicamente que é o campo do Cruzeiro, enquanto o Independência elegeu como o caldeirão do galo( embora na realidade, seja do América, que inclusive tem sua logomarca estampada gigantesca do lado de fora do estádio). Mas falando do jogo, foi bom pra China Azul sentir que este ano tem elenco para almejar títulos e principalmente, para brindar a torcida com um belo futebol. O que pudemos ver foram alguns jogadores que prometem reeditar o toque de bola, o futebol refinado com que a torcida está acostumada. Comentando jogador por jogador. Fábio não fez nenhuma defesa difícil ( prova de que o cruzeiro realmente jogou melhor). Confesso que esperava mais do Ceará. Achei ele um pouco travado no jogo. Bruno foi muito bem. Caveirão também foi bem. Achei engraçada foi a voz dele nas entrevista. Me lembrou o Anderson Silva. O cara tem aquela cara de mal e uma voz fininha. O lateral Egídio, embora tímido, cumpriu bem a determinação tática de não deixar o Marcos Rocha lançar. O guerreiro não deixou o R49 pensar. Chegou junto em todas. Foi expulso, embora o R49, por várias jogadas desleais tenha merecido a expulsão antes. Nilton pra mim foi o melhor em campo. Além de jogar firme, vai muito bem no apoio ao ataque. Ricardo Goulart mostrou visão de jogo, sabe tocar a bola, só as vezes me pareceu meio pesado. Everton esteve sumidaço no jogo. Logo ele que vinha sendo tão participativo. Talvez não tenha encontrado seu lugar. Foi substituído com justiça. Everton Ribeiro jogou muito, vai pra cima, toca a bola muito bem. É menos "estrela" que o Montillo, porém tem um jogo mais coletivo. Joga e põe o time pra jogar. Anselmo Ramon foi muito bem no jogo. Ele sempre regula contra o Atlético. Deus queira que mantenha a regularidade, pois costuma arrebentar numa partida e dormir nas outras. Acho que o fato do WP ter ido embora vai fazer muito bem pra ele. É a síndrome da maçã podre que acabou. O Alisson entrou muito bem no jogo, mostrou coragem e determinação. Quase fez um gol de placa. E o Dagoberto fez o que se esperava dele. É um jogador rápido e muito inteligente. Além de tudo é realista. Não cai no oba-oba. Aliás, tem de ser assim mesmo. Vamos deixar o oba-oba pra torcida adversária. Nós gostamos de comemorar títulos e eles comemoram pequenas vitórias e se contentam com vices. E olha que ainda temos vários caras bons que vão lutar por espaços no time, como o Ananias que está chegando, como o Luan que é um atacante muito raçudo, como o Borges que é um dos caras mais oportunistas que conheço, como o Vinícius Araújo, que por pouco não foi pro jogo, como o Uelínton, Martinuccio, quer dizer, o ano promete. Se vamos ganhar títulos? Só o tempo para dizer. Como eu frisei, somos uma torcida realista. Nosso time está bem, mas os times brasileiros no geral se reforçaram. Mas pelo menos agora, temos um time que vai nos motivar a ir a campo e que até me motivou a voltar a escrever sobre futebol em meu blog. Mas deixa eu falar sobre o time do Atlético também. O Goleiro Vitor foi muito bem. É um goleiraço. Não fosse ele, seria uma goleada. Mas como comentou o meu amigo Dindão no face, se goleasse, iriam dizer que foi resultado arranjado. O lateral Marcos Rocha foi muito bem também, afinal fez aquele golaço a nosso favor. As torres gemeas ficaram lá, só dando chutões pra cima. Leo Silva mereceu expulsão. Aquele soco no Anselmo Ramon foi pra todo mundo ver. O lateral esquerdo, pouco fez. Os dois volantes Donizete e Pierre só sabem dar porrada e chutões. R49 foi bem marcado e vamos combinar: não tava nem aí pro jogo. Só pensando na seleção. Jô não jogou nada. Araújo foi o único que se esforçou. Bernard também não rendeu nada. Muito dependente de boa atuação de R49. Os que entraram, Gilberto Silva é ex-jogador em atividade e o Serginho é ruim de doer. Quais lições a tirar do clássico? A primeira é que o Cruzeiro tem um time promissor mas não pode deixar a vitória subir a cabeça. A segunda é que o Atlético joga mais do que jogou, mas talvez tenha tido o seu melhor momento no ano passado e já esteja se desgastando.Não tem um time tão bom como imaginava. Libertadores é muito mais pegada e tem times muitos bons pela frente, com o próprio São Paulo, o Coríntians, Fluminense, isso falando em termos do Brasil.Fora os Argentinos, que sempre dão muito trabalho. De qualquer maneira, foi bom pra baixar a crista dos atleticanos. E o mineirão, teve problemas pra caramba, mas vai corrigir aos poucos as deficiências. E a renda hein? Maior da história do país. Gilvan uma hora dessas deve estar contando dinheiro. E a torcida do Atlético ainda insiste que foi mal negócio para o cruzeiro. Deixa eles continuarem pensando...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Até a próxima tragédia...



Pois é! Aconteceu a tragédia da Boate Kiss em Santa Maria-RS e a consequência foi que pelo país afora, a maioria das cidades resolveu fazer uma operação enquadramento nas casas noturnas. As prefeituras prometeram fiscalizar rigorosamente, as pessoas começaram a denunciar e as próprias casas noturnas trataram de divulgar que estão tomando providências para resolver as questões de segurança. Uai! Quer dizer então que até agora estavam submetendo as pessoas a riscos semelhantes ao que aconteceu no Rio Grande do Sul? Que coisa hein? Mas sejamos realistas. A capacidade de indignação das pessoas dura pouco. Daqui a pouquíssimos dias, todos já terão esquecido. Não precisamos ir longe. Em Belo Horizonte teve aquele incêndio no Canecão Mineiro e agora foi divulgado que 70% das casas noturnas da capital não possuem os itens de segurança. É assim que acontece.  A maioria dos donos dos espaços até fazem seus projetos, mas na hora de fazer as contas veem os lucros indo embora e vão empurrando com a barriga. O negócio é fingir durante um tempo que existe um esforço para se adaptar as exigências. Depois, bambeia a indignação pública, bambeia a fiscalização e tudo volta ao normal. Os artistas também, vou  te contar viu. Vão às últimas consequências  em nome do espetáculo.  Michael Jackson já queimou a cara por causa desses fogos de artifício. O que já teve de acidentes por causa dessas maluquices e o povo continua se arriscando e arriscando a vida do público. Só falta explodirem granadas no palco. Bom, pelo menos no Brasil, durante algum tempo, imagino que vão parar com essas pirotecnias. Mas só durante um tempo. Pois daqui a pouco o pessoal esquece, até o próximo churrasquinho de gente.  E pra provar que o povo tem memória bamba pras tragédias, temos a nossa BR 381. Reflita por um minuto. Você tem amigos que já morreram ou se machucaram na RODOMORTE? Já foi a um velório ou visitou sequelados em hospitais? Pois é! Acontecem acidentes quase todos os dias. Tenho monitorado e nos últimos 21 dias tivemos acidentes em 18. Fica essa novela da duplicação. Vem o governo e divulga que vai licitar. E vai empurrando com a barriga, alongando prazos indefinidamente (isso há mais de 20 anos). Depois de anunciar várias vezes datas para inicio das obras, adia de novo. Ai acontece um acidente onde morre alguém mais conhecido. O termômetro da indignação sobe. A mídia divulga. As redes sociais se entopem de gente indignada. Movimentos isolados acontecem. Aí vem o governo de novo e acalma os ânimos. Divulga que agora vai, divulga até um filme com a simulação de como a rodovia vai ficar e o pessoal se acalma. E dá-lhe adiamento atrás do outro. De repente acontece outro acidente, mais sangue no asfalto, mais famílias dilaceradas. A opinião pública volta a se inflamar, as rádios divulgam, até a Rede Globo cobre. Mas o governo sabe lidar com isso. Criam mais um emb uste, reúnem prefeitos em Brasilia pra discutir desapropriação e enviam releases pra todo mundo. E o povo pensa: agora vai! E mais uma vez, nada acontece. A indignação do povo bambeia e os políticos já devem ter mais alguns ases na manga, mais táticas protelatórias.  Quanto às nossas vãs indignações, elas retornarão na próxima tragédia, talvez chorando em um velório, que pode ser o seu!