sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

ANO ZERO


Olá amigos, eu sou Bruno Sputnik, direto do ano 2300. Eu sou o seu Repórter no túnel do tempo e vou levar vocês para  uma viagem para o passado. Vamos lá, deixa eu configurar a máquina do tempo, atenção, região...Belém, na Cisjordânia, época..ano Zero. Atenção...acionar...zsssssssdepuchummm,,,puxa...já cheguei...essas máquinas do tempo estão cada vez mais rápidas. Bom, mas estamos aqui nas cercanias de Belém, cidade sagrada dos cristãos. Olhando aqui no meu relógio tá marcando 23:50 da noite do dia 24 de dezembro. Estou aqui à beira de uma estrada. Esperem! Vem vindo uma pessoa. Deixa eu ligar meu tradutor universal...

- Meu amigo, por favor. Poderíamos conversar por alguns instantes?
- Hein? Pra que conversar?
- Nada. Eu tava só precisando de algumas informações.
- Informações? Se está precisando de informações não tem problemas. Mas terá de me pagar com algumas moedas de ouro.
- Mas eu não tenho moedas de ouro. Serve esse chicletes tutti frutti?
- Sei lá o que é isso? Chiclete? Tutti frutti?
- Toma aqui. Experimente.
- Deixa eu ver. Humm...gostoso hein?
- Quer ganhar a caixinha inteira?
- Tá bom. Dá pra cá. O que vc quer saber?
- Você sabe o que significa aquela estrela enorme lá no céu?
- É claro. São os anjos celestiais.
- Mas que mané anjos celestiais? Aquela é a estrela de Belém. Vai ficar famosa...
- Pode até ser. Mas o pessoal que desce nessas naves ai  ajudou os egípcios a construírem as pirâmides. Ajudaram vários povos a construir cidades. Eram muito amigos dos Atlantis..
- É mesmo? Que interessante. E o que vc acha que eles estão fazendo aqui?
- Bom, para essa informação você vai ter de me fazer mais um agrado...
- Meu Deus do céu. Que coisa. Corrupção desde a época do Cristo.
- Espere aí. Você falou Cristo? Jesus Cristo?
- Sim. Por que?
- Cuidado. Você não deve falar essa palavra por aqui. Os Romanos estão matando qualquer um que pronuncie esse nome.
- É mesmo? E você sabe a razão?
- Olha. Correm uns boatos à boca miúda...
- Que tipo de boatos?
- Que o Messias, o filho do Deus pai vai nascer por aqui e vai reinar mais que os reis de Roma. Eles não suportam isso.
- Mas você acha que é verdade?
- Ah...sei lá. Tem umas coisas esquisitas. Dizem que o menino vai nascer esses dias e que vai nascer de uma virgem.
- E você acredita nisso?
- Olha. Eu só acredito vendo. Mas sabe esse pessoal que vem nas naves? Dizem que eles dominam umas técnicas que fazem as mulheres ter filhos sem fazer amor com os maridos.
- Inseminação. Mas deixa eu lhe perguntar uma coisa. Você sabe por acaso se passaram por aqui 3 reis montados a cavalo?
- Reis? Não sei. Passaram 3 sujeitos com seus cavalos e algumas cargas. Não pareciam reis.
- Pra onde eles foram?
- Estão pertinho. Ali do outro lado da colina, onde tá aquele clarão que vem... da estrela.
- Venha. Vamos ver isso de perto.
- Mas o que está acontecendo lá?
- Venha. Vamos correr. Trata-se de um momento...histórico, estórico, esotérico, sei lá.
De repente ouviu-se o choro de uma criança. Em princípio houve silêncio e depois euforia, sorrisos, felicidade extrema. Naquele momento a estrela gigante no céu começou a emitir efeitos de luz maravilhosos.  Os galos começaram a cantar, assim como os grilos e cigarras. Os cachorros e lobos uivaram. Os pássaros faziam festa no ar. Deu pra ver José, feliz, cortando o cordão e cobrindo o filho com os trapos que tinha. Maria pegou o filho no colo e nem acreditou no que viu. Era a mulher mais feliz na face da terra.
- Você tem noção do que aconteceu aqui, meu amigo?
- Sim. Aquele moço fez o parto da moça sem ninguém pra ajudar. Não deve ter sido fácil.
- Meu amigo. Essa é a cena do presépio. Acaba de nascer Jesus Cristo, filho de Deus.
- O que? Numa manjedoura onde o gado come? Num local tão pobre assim? Não dá pra acreditar.
- Mas é verdade. Olha lá os Reis magos. Estão entregando presentes para o José.
- Reis magos?
- Sim. Magos e alquimistas. Conhecem o significado desse nascimento.
- Ih. Os Romanos não vão gostar nada disso.
- Não vão mesmo. Vai dar muita confusão ainda.  Depois virá o papai noel...
- Peraí. Noé? Aquele do Dilúvio?
- Não. Papai Noel, um velhinho de barbas brancas que distribui presentes pra todo mundo e anda num trenó puxado por renas voadoras.
- Trenó voador? Que nem aquela nave dos anjos que tá lá no céu?
- Nave dos anjos? É! Pode ser! Esses Ets são esquisitos. Até no nosso tempo eles continuam aparecendo e escondendo da gente. Mas aqui!Tenho de ir embora. Obrigado pela entrevista viu?
- Espere um pouco. O que vai acontecer. Como esse menino vai virar rei? Ele é pobre de dar dó.
- Ele será rei e terá muitos seguidores. E você. Qual o seu nome mesmo?
- Não sei não. Eu sou muito realista. Preciso ver pra crer. E o meu nome é Tomé.
- Então tá explicado. Bom, vou nessa pois na minha época a essa hora tá rolando a maior ceia e não quero me atrasar pois a oração com a família é sagrada...e a comida também é a melhor da galáxia.  Até mais Tomé. Muito obrigado pela atenção...vou nessa... zsssssssdepuchummm.

Bem, pessoal.Termina aqui o repórter no túnel do tempo de hoje. Já estou em minha casa, com meus familiares e vamos orar agora, agradecer a Deus pelo ano maravilhoso que tivemos e pedir que os bons ensinamentos de Jesus continuem iluminando os nossos dias. FELIZ NATAL PARA TODOS...

Nenhum comentário:

Postar um comentário