sexta-feira, 1 de novembro de 2013

LOBOMANIA OU LOBOTOMIA?


Lobão, o novo paladino da direita, o rockeiro escritor multimídIa que se lançou na política, não a política partidária, mas a midiática. Ainda não vi cogitada uma candidatura formal do velho lobo, mas não duvido de nada. Poderia dar alguns debates interessantes no plenário. O Rock sempre foi contracultura. Se o regime é de direita, o rock é de esquerda. Mas quando o governo é de esquerda...sei lá, muito esquisito rock de direita. Mas o rock lobotômico derivou pra direita.Lobão apontou suas metralhadoras sobre o governo petista. Ah...e também sobre o pessoal do Fora do Eixo, cujo líder atende como Capilé. Parece até piada pronta do José Simão. O Lobão elegeu o Capilé como inimigo, mas faturou o maior capilé com a venda de seu livro, com os shows que aumentaram muuito e foi até convidado para ser colunista da revista Veja, uma mídia preferencial da direita. 

O ANTI JINGLE

Lobão tem até algumas músicas muito boas. Tem algumas letras ácidas, corajosas, bem rock mesmo. Mas essa que fez pra atacar o Capilé e o Fora do Eixo é uma das mais ruinzinhas. Vejo com um espécie de anti jingle onde ele tenta condensar seu ideário contra esses mudernos digitais, onde chama pra si a tarefa de combater a filosofia pseudo libertária do pessoal do Fora do Eixo, que considera arrogante e entreguista.

APOCALIPSE DOS DIREITOS AUTORAIS?

Não sei se o ódio dele é deliberado contra o PT, se  é oportunismo barato, ou se ele realmente acredita no que professa. Algumas coisas que ele diz nos impõr reflexões. Ele faz a defesa dos Direitos Autorais. Acabar com os direitos, como sugerem os filósofos profetas do compartilhamento radical seria tirar o ganha pão dos compositores. Assim como o Lobão, minha formação foi analógica. Na medida do possível, vou tentando acompanhar as fases da evolução digital. Mas temo que eles realmente estejam certos e sejamos atropelados por um novo mundo que vai se configurando e reconfigurando ao nosso redor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário