quarta-feira, 30 de outubro de 2013

AZUL, BRANCO E PRETO


Enquanto isso, o casal recém-enamorado se encontra escondido atrás da igreja...

- Oi.
- Oi...olha...eu tenho uma coisa chata pra conversar com você.
- O que é?
- Não vai dar pra gente continuar namorando.
- Mas por que?
- Porque você é cruzeirense. Não vai rolar mesmo.
- Mas que isso, amor. Que besteira...
- Besteira nada. Não vai dar certo.
- Que nada. Tem muitos casais que convivem numa boa com isso.
- Não é o meu caso. Eu sou doente. E meu pai não vai concordar de jeito nenhum que eu namore com um cruzeirense.
- Eu não acredito. Quer dizer que vai jogar nosso amor pra cima por causa de um time?
- Uai. Só que eu também amo meu galo. E fiquei sabendo que você apela atoa por causa do seu cruzeiro.
- Ah, que isso...com você não eu nunca iria apelar. Com você é diferente.
- Diferente agora. E eu também sou doente. Se esboçasse qualquer coisa eu ia te mandar pra quele lugar.
- Nossa. Você é fanática mesmo hein?
- Ah...pensa bem...fico imaginando os dias de domingo...você indo pro mineirão e eu pro Horto. Não ia dar certo mesmo.
- Amor. Calma. Veja bem. Não precisamos nos precipitar. Veja bem o caso de alguns casais amigos dos nossos pais. Sabe o Breno e a Júnia? Pois é. Ela é cruzeirense e ele é atleticana.
- Não ficou sabendo?
- O que?
- Eles separaram.
- Ah...mas tem muitos outros...
- Eu hein...nem pensar. Já pensou se casarmos e tivermos filhos? Você vai querer comprar camisas do cruzeiro pra eles e não vou admitir. Não vai dar certo.
- Ah, amor. Que isso. Vem cá. Me dá um beijinho. Não vamos jogar fora um amor tão lindo.
- Ah é? Então está disposto a fazer qualquer coisa em nome desse amor?
- Q...uase tudo.
- Então vamos fazer o seguinte. A partir de hoje você vai jogar suas camisas do cruzeiro fora e vai usar só camisa do galo.
- Você tá querendo demais.
- É o que proponho. Se você gosta de mim, vai fazer esse sacrifício. E você vai perceber que o galo é...sei lá...galo é emoção, é garram, é sofrimento, é um grau além do amor...vc vai ter de entender...
- Acho que o Cruzeiro é que é o máximo, uma escola de futebol, melhor time brasileiro do século...
- Só se encontrarmos um paliativo...
- Mas que paliativo?
- Que tal criarmos um time novo:  o Cruzeiro Atlético Clube,  azul, branco e preto, que nem o Grêmio?
- Que lindo, amor. Gostei da ideia.
- E vamos fazer o seguinte. Colocamos as 5 estrelas do cruzeiro como escudo e um galinho na manga.
- Mas que na manga. O escudo tem de ser o do galo, que é hoje o maior de Minas
- Mas que maior de Minas. Nós temos 2 libertadores, 4 copas do brasil, 2 supercopas, 3 vezes campeão brasileiro? Quem é o Maior de Minas?
-  O Atlético tem mais de 40 vitórias sobre vocês, 43 títulos estaduais e hoje é o campeão da América do Sul. Vocês podem até ganhar o Brasileiro, mas somos campeões do continente inteiro. Galo é galo, meu filho.
- Tá bom então. Pra gente selar a paz, vamos fechar com o nome Cruzeiro Atlético Clube, pra fazermos a camisa?
- Nem morta que aceito o Cruzeiro na frente do Atlético.  Tem de ser Clube Atlético Cruzeiro
- Então tá.
- Aceita o Clube Atlético Cruzeiro?
- Aceito o fim do namoro.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário