sexta-feira, 19 de julho de 2013

DESCARNAVAL


Na próxima quarta teremos um acontecimento marcante em Minas: a decisão da Copa Libertadores da América. Quer dizer, será a quinta decisão da Libertadores, já que o Cruzeiro já decidiu 4 vezes, sendo campeão em duas oportunidades. Pode ser a festa P&B, com direito a muita comemoração ou a anti-festa azul. uma comemoração às avessas. Muitos cruzeirenses amigos meus justificam a secação dizendo que os atleticanos são arrogantes. Ai eu pergunto: qual torcedor não é arrogante? Mas cá pra nós. Os foguetes de véspera quase sempre dão errado. Belo Horizonte parecia uma cidade bombardeada alguns minutos antes do primeiro jogo. Nem ao meio dia no dia 12 de Outubro ( Nossa Senhora Aparecida) tem tantos foguetes assim. Estavam no clima do “já ganhou”. Mas o “já ganhou” quase sempre perde. E o Atlético no primeiro jogo foi consumido pela soberba. Tanto o time com a torcida. O resultado é que foi engolido por um time inferior tecnicamente. Mais uma vez, Ronaldinho Gaúcho foi recebido com honras de estado, muito paparicado e coisa e tal. Mas não estava inspirado. Jogou mal e foi substituído. Saiu com cara de “não tô entendendo nada”. O Cuca estava pilhado e nem olhou pra cara dele. O antes glorioso R49, professor do Messi, ficou com cara de paisagem sentado no banco de reservas. Achei o Cuca muito ríspido. Talvez ele tenha suas razões e algo aconteça internamente que o incomode. O jogo da volta será um acontecimento épico. Imaginem o Atlético jogando no mineirão, que até a própria torcida do Atlético considera campo do Cruzeiro. O Atlético não tem dado sorte jogando por lá. Perdeu para o Cruzeiro duas vezes. Não terá a mística do “caiu no morto tá morto” a seu favor. Se ganharem o título, dirão que também são donos do mineirão. Mas se não forem campeões, vão amaldiçoar o mineirão para sempre. Embora que o único título de expressão que o galo tem foi conquistado justamente no mineirão, que foi o brasileiro de 1971. De qualquer maneira, acho que desta vez vão guardar os foguetes para depois. Não vão querer gastar antes e profanar as tradições. Ganhar de véspera é suicídio. Aparentemente, o Atlético não terá facilidades. O time do Olímpia é mais humilde que o Newells Old Boys. Não precisará se arriscar pra tentar fazer um gol, pois fazer gol na casa do adversário não representará nada. Se o Atlético começar bem e conseguir fazer seu gol rápido, como diz o caixa, será sinal que o Olímpia não vai aguentar. Agora, se o gol demorar a sair  vai bater um desespero de dar medo. Imagino o teatro dos paraguaios que são peritos em falsificação. Vai ter câimbra falsa, contusão falsa, além de  cêra de todos os tipos, bolas atrasadas, meia hora pra bater laterais e corners.  Se o Atlético for campeão, teremos um foguetório como talvez só tenha havido no planeta na segunda guerra mundial. No caso de uma derrota atleticana, sugiro aos Cruzeirenses que tomem muito cuidado. Será uma perda muito dolorosa que poderá desencadear atitudes desesperadas. Em situações menos explosivas, já saíram mortes. Na situação de quarta que vem, o perigo será grande. Que o nosso governador e os prefeitos deixem muitas ambulâncias e desfibriladores de prontidão. Que as farmácias fiquem abertas até mais tarde. E os botecos também né. Quer dizer...se o Atlético for campeão. Se não for, não sei se alguém bebe num descarnaval...

Nenhum comentário:

Postar um comentário