domingo, 12 de maio de 2013

ESCOLA DE SEXO


De repente toca o telefone

- Alô.
- Alô. Bom dia. Tenho uma coisa a oferecer que vai mudar a sua vida...
- Ihhhhh véi. Pode parar. Só pelo jeito de falar, já vi que você vai tentar vender alguma. Meu pai não tá aqui não.
- Calma. O que ofereço é um curso que vai fazer a diferença pra você.
- Mas que curso, véi.  Eu não tô dando conta nem da faculdade...
- Mas garanto que o curso que ofereço vai lhe interessar mais que a universidade. Quantos anos você tem?
- Eu tenho 17. Por que?
- Tá vendo? Você vai adorar o nosso curso.
- Tá bom...que curso você tá vendendo?
- Eu represento a escola do sexo. Estudando conosco, você vai aprender a fazer tudo direitinho e não vai passar vergonha...
- Mas peraí...isso deve ser um trote né?
- Calma...Não é trote não. É de verdade. Qual é o seu nome mesmo?
-  Espere um pouco. O que vocês ensinam nessa escola?
- Ora. Você pode aprender o básico. Por exemplo, como colocar a camisinha sem perder o embalo, como encontrar o ponto g e proporcionar um orgasmo mais satisfatório em uma mulher, como segurar o tchan pra não ter orgasmo antes da hora...e tem o nível mais avançado do Kama-sutra completo.
- Não sei não. Essas coisas a gente aprende fazendo...
- Engano seu. Algumas relações não vão pra frente por causa da falta de educação sexual. Já vi casos em que o homem não consegue relaxar e perde o poder de fogo na hora h, também tem o caso de mulheres que travam, coisas que na Escola do Sexo as pessoas aprendem pra não fazer feio e não perder os parceiros e namorados por falta de conhecimento sobre o assunto.
- Me diga uma coisa. Mulheres também podem?
- Claro. Você tem alguém pra indicar?
- Olha. A minha namorada tem umas coisas que não faz direito, sabe? Por exemplo, ela na hora do vamovê, na hora da...como eu vou dizer...na hora da sucção costuma morder com muita força e chega a doer. Fico sem jeito de falar com ela, mas fico todo machucado.
- Tá vendo? Pois é! A gente ensina as meninas como entender a fisiologia masculina. Elas ficam craques no assunto. A gente ensina como sensibilizar, técnicas de carícias, como perder o nojo e relaxar para as incursões mais profundas.
- Mas peraí! Como é que são as aulas práticas? Por exemplo: se eu mandar a minha namorada, ela terá de fazer essas coisas com outros homens?
- Não necessariamente. Temos todos os equipamentos necessários e no caso do namorado ou namorada serem ciumentos, eles mesmos podem participar das aulas práticas.
- Uai. Interessei pelo assunto. Difícil vai ser convencer meu pai a pagar pra mim.
- Bom, nesse caso, podemos oferecer um plano para toda a família.
- Ah. Meu pai não vai querer. Ele já está aposentado no assunto.
- Que nada. Ele pode retomar e aprender coisas novas pra fazer com a sua mãe.
- Ah. Minha mãe acho que não vai querer...
- Mas por que? Eles são separados? Ela não mora com vocês?
- Não. Ela mora no cemitério.
- Puxa...me desculpe. Uai, mas seu pai pode arrumar outra parceira. A gente até consegue uma namorada de aluguel se vocês quiserem. Cobramos uma pequena taxa e ela atende em domicílio. Temos planos mensais, só de final de semana, para feriados.
- Peraí, Vei. Esse negócio não pode ser sério.
- É sério sim. Você recebe seu certificado no final do curso e até uma carteirinha.
- Carteirinha? Mas o que eu vou fazer com uma carteira dessas?
- Imagine que você arranja uma namorada. Se percebe que ela tem carteirinha da ES, você já vai saber que ela sabe das coisas e vai fazer tudo direitinho. Não tem nada pior que pegar alguém que não sabe amar direito e que na hora H deixa a peteca cair, não é mesmo? O mesmo acontece se você tiver sua carteirinha. Ela vai saber que você sabe das coisas.
- Me desculpe, moça. Acho que sou muito careta, mesmo sendo novo. Esse negócio seus não pode ser sério....
- É sério sim. Estamos começando nossas atividades no Brasil e temos preços promocionais. Se você duvidar, pesquise na internet. Já existe uma unidade funcionando na Austria. Imagine aqui no Brasil onde o povo só pensa naquilo? Vamos bombar.
( Quem quiser pesquisar, realmente na Áustria já existe uma escola de sexo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário