sábado, 3 de novembro de 2012

TEM GENTE...

Tem gente que acha bacana botar160 kms no ponteiro e isso na 381. Tem gente que não vê mal algum em jogar lixo nos passeios, nas ruas, pelo caminho. Tem gente que acha que qualquer lugar é bota-fora. Tem gente que acha bacana sair com o carro, botando o som no último volume a qualquer hora do dia, até de madrugada. Tem gente que acha tranquilo trafegar com seu veículo bêbado, pensando que se garante. Tem gente que acha legal prender passarinhos, colecionar gaiolas e mais gaiolas de tristes pássaros canoros. Tem gente que acha normal botar fogo em mendigos. Tem quem ache normal dar porrada em quem for da torcida adversária. Tem gente que acha normal difamar alguém, por sentimentos baixos como inveja e ciúme. Tem gente que acha normal trair o esposo ou esposa, se possível com platéia, para que a humilhação seja completa. Tem gente que acha normal hostilizar quem tem outras orientações sexuais. Tem gente que acha normal fumar ou beber até cair, mesmo sabendo dos males que causam, sem pensar nas consequências. Tem gente que acha razoável usar drogas, mesmo sabendo que financiam o tráfico e  dos riscos de serem enquadrados pelo sistema. Tem gente que acha normal desperdiçar alimentos e rasgar dinheiro, como se a fonte fosse infinita. Tem gente que acha legal botar fogo no mato, pra ver os incêndios subirem os morros, expulsando animais silvestres e causando grande estrago. Tem gente que acha legal pichar, sujar os muros de alguém que gastou para pintar e limpar a cidade. Tem gente que acha normal vender o corpo, fazer sexo com quem pagar. Tem gente que acha normal vender o voto, entregar a cidade para quem pagar. Tem gente que acha normal piratear tudo, baixar filmes e músicas na internet, mesmo sabendo que subtraem os direitos autorais de alguém.Tem gente que acha normal roubar os cofres públicos, desviar dinheiro para bancar suas luxúrias. Tem gente que acha normal receber dinheiro sem trabalhar, apenas por indicação política.Tem gente que acha normal abrir igrejas pra vender seus Deuses. Tem gente que acha normal comer carne de cavalo, de cobra ou de gambá. Tem gente que gosta de rinhas de galos, jogo do bicho, apostas pesadas a valer.Tem gente que acha normal atirar em animais, em alvos móveis ou imóveis. No fundo, tudo é normal...até que o infrator é pego. Vira o Judas da vez, mas a fogueira será em fogo brando. Como é que o povo vai punir, se a grande maioria também comete seus pequenos crimes? Tem gente que se abstém de dar qualquer opinião, que prefere ficar quieto, pois tem o rabo amarrado numa âncora pesada que foi jogada nas profundas. Tem gente que tem imensa coleção de delitos, de abusos e malandragens. Mas imaginam que jamais serão desmascarados, pois são dissimulados e sabem fazer o jogo. E se caírem,  pode até ser que se arrependam, que concluam que seus crimes não compensam. Será doloroso, muitos nem suportam, mas ao final terão o perdão desse povo errante e errático, pois é perdoando que se é perdoado. E no final das contas tem aquele desafio do Cristo: quem não tiver pecados que atire a primeira pedra. A diferença entre os povos da época de cristo  é que o povo de hoje vai atirar pedras virtuais pelo face.

Nenhum comentário:

Postar um comentário