terça-feira, 9 de outubro de 2012

CÂMARA PARALELA

Não adianta. Os vereadores eleitos nem sempre são os que tem os melhores conteúdos, mais intelecto, mais técnica, mais preparo. Quase sempre vencem os mais populares, os que tem o famoso verniz do carisma, esse misterioso magnetismo que certos figuras ostentam. Alguns tem o poder da cortesia, de serem gente boa, acessíveis, conversados, de não terem preguiça do convívio, muito pelo contrário, de gostarem de gente, principalmente de ouvir as pessoas, de oferecerem esperança, dizer o que se quer ouvir. De qualquer maneira, parabéns a todos os eleitos. Todos tem seus méritos,  cada um com sua estratégia vencedora, pois o voto não é uma coisa fácil. Alguns candidatos que não foram eleitos, tenho certeza, continuarão trabalhando de forma voluntária por João Monlevade...alguns até já trabalham. Mesmo não tendo mandato, Lutécia, Dulcinéia, Célio Lima, Zezinho Despachante, Adilson Prates, Mendelson Clayton, cada um da sua forma, continuarão sua militância, exercendo sua paixão pelos segmentos afins. Além destes, existem outros que não concorreram, mas que são muito benéficos para a cidade com seus trabalhos abnegados e apaixonados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário