sábado, 14 de julho de 2012

CARRO QUE DIRIGE SOZINHO


Até que enfim vou tomar coragem de comprar um carro. Mas vou esperar um pouquinho ainda. Surgiu finalmente o automóvel ideal para um motorista inapto como eu: o carro que dirige sozinho. Olhando para nossas ruas vomitando milhares e milhares de carros e motoristas loucos, parece impossível. Mas é bom prestar atenção. Quem está trabalhando a ideia é nada mais nada menos que a GOOGLE. Segundo Eric Schmidt, presidente executivo da gigantesca empresa, a Google já falou com todas as montadoras sobre o assunto e todos ficaram muito impressionados com os argumentos utilizados. Segundo a Google, "O maior problema atualmente é que o carro anda no limite de velocidade e ninguém anda no limite de velocidade", afirmou Schmidt. Por conta disso, a Google está fazendo testes com os carros em lugares distantes em que ele divide ruas com motoristas reais e não apenas pequenas viagens feitas por avenidas vazias. Mais uma vez eu repito. Não é um projeto de cientistas malucos. É real mesmo. Para que se tenha um ideia, já foi aprovado em alguns estados americanos e segundo. O único inconveniente até agora é que para que seja realmente eficaz e sem problemas, todos os motoristas deveriam topar se submeter a velocidade permitida. Mas como não é isso que acontece e o pés de chumbo aparecem por todos os lados, para ser implantado, vai requerer mais rigor nas fiscalizações. Para mim vai ser uma boa. Eu não aprendi a dirigir até hoje por puro comodismo. Se eu me preocupar em dirigir, terei de desligar o note, não terei como escrever ou ler. Já com esse esquema do carro que dirige sozinho, será entrar no veículo automotor, passar o endereço pro carro, ele arma o GPS e enquanto o carro se locomove, dá pra atender celular, ligar o note, ler um livro, jornal. etc. dá pra fazer muita coisa.O mais surpreendente é que a Google não só aposta na viabilidade do projeto, como prevê que num tempo médio, os carros sem motorista serão preponderantes. Quem deve ficar de olho mesmo são os motoristas, taxistas e afins. Se bobear a tecnologia chega e toma os empregos de todo mundo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário