segunda-feira, 30 de julho de 2012

AS CAMPANHAS NO FACEBOOK

Apesar dos esforços dos militantes virtuais, pelo menos por enquanto, vejo como incipientes as campanhas no facebook e na internet. Pelo que posso perceber, são mais ou menos as mesmas pessoas que entram pra conferir se seus candidatos estão bem na fita, se tem alguma piadinha nova com o outro candidato pra morrer de rir e também se tem algum crápula,algum desalmado fazendo piadas com os candidatos da sua escolha. Pode ser que em algum ponto a campanha esquente na internet, mas nesta eleição, sinto que valerão as velhas táticas de sempre: gastar muita sola de sapato, muita saliva, gente nas ruas, jingle e novelinhas nos carros de som e os programas de  rádio, que só começam no dia 21 de agosto. O povão mesmo, aquele que é lembrado apenas na época das eleições, está lá nos seus mundos à parte, esperando as festas, esperando que os candidatos saiam de suas bolhas para visitar suas ruas quase descalças ou pra pagar uma pinga no boteco copo sujo da esquina. Agora, todo mundo é companheiro, todo mundo é camarada, todo mundo é amigão. Esse "povão" até usa a internet, mas para namorar, para zoar, para postar frases de efeito, mensagens religiosas , do batizado do neném, do baile funk, do pagode do último sábado à beira de uma piscina de plástico. Esse povo não vota por consciência crítica, mas por achar que A é mais bonito que B,  que B é mais simpático que C, ou que C vai favorecer a ele a sua família mais que A. As pesquisas por enquanto só apontam tendências, mas a grande massa de eleitores ainda está indecisa. E dessa  massa, pequena parte acessa a internet. Parece um cenário improvável para nós que vivemos on-line quase 24 horas, mas é a realidade desse país onde o sofisticado e o palpérrimo convivem lado a lado.Esse é o real desafio dos marketeiros. O resto é perfumaria.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário