quarta-feira, 9 de maio de 2012

PIRATARIA É FASHION

Tem argumento pra tudo. Há um pensamento largamente difundido de que a pirataria é uma forma de disseminar conteúdos, de espalhar cultura, portanto pertinente.Pois essa filosofia do compartilhamento é a legitimação da pirataria. Por isso o charme dos Piratas do Caribe, do Vale do Silício e de outras instancias . A pirataria é fashion. A máxima é: se você fez mas colocou na roda, não é mais seu. Pertence à coletividade. O que me levou a escrever esse texto foi uma postagem que botei no facebook, contando que ganhei uma cópia do filme OS VINGADORES. Fiquei doido, pois sou fã da Marvel e esse filme vem muito bem recomendado. Qual foi a minha decepção quando percebi que a legenda parece que tinha sido colocada por algum tradutor desses que fazem tradução literal. Inglês literal é o "ó". E pra maior infelicidade, parece que o filme é cheio de tiradas inteligentes. O personagem Homem de Ferro destila humor refinado e é um herói que se saiu melhor na tela do que nos quadrinhos, quer dizer, isso em minha opinião. Mas o que fazer? Não adianta reclamar. Pirata é assim mesmo. Tem sempre um risco de dar pau. Engraçado que a minha postagem sobre o DVD dos vingadores suscitou várias críticas. Apareceram pessoas na gozação, outras me recriminando de verdade. Santo politicamente correto, hein Batman? Eu até me lembrei daquela história do Jó que procurava um justo em Sodoma e Gomorra pra salvar da chuva de fogo. Será que existe alguém que não tenha um cd ou algum produto pirateado em casa? Não sejamos hipócritas! Os fakes by China e Paraguai campeiam entre nós, com total conivência da sociedade. Tá certo. Alguns compositores são mesmo lesados, mas há outros que se aproveitam da onda pirata para se popularizarem. As gravadores e a industria da música estão doidas pra arrumar um SAPO ( vocês devem saber dessa discussão). Querem regular a net a seu favor, com o pressuposto da proteção dos direitos. Mas essa questão dos direitos autorais tende a sofrer alterações radicais nos próximos anos. Em termos de Brasil, a velha legislação calcada no ECAD está ruindo com a chegada da Internet. Novos parâmetros estão se configurando e ganhando vigencia. Pode ser que em breve não tenhamos nem mídia física, só nuvem. Pode ser que seja bom, inclusive com ganhos para o meio ambiente ( como na figura abaixo). E quem quiser se ver livres dos piratas terá de construir fortalezas muito bem defendidas. Já para quem quiser compartilhar, um mundo vasto pela frente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário