sábado, 3 de março de 2012

NENHUM DE NÓS VAI QUERER PERDER...

Nenhuma parte do país é tão rockeira como o Rio Grande do Sul. Um amigo de lá me falou que axé e pagode não pegam tanto nos pampas. Música sertaneja, só a nativa. Quer dizer, já tem um tempo que não vejo o meu amigo gaúcho e a música sertaneja penso que virou uma monocultura de integração nacional. Não podemos esquecer que somos um país sertanejo. Aliás, são muitos sertões ainda a desbravar. Mas comecei a me interessar pelo Rock do Sul por intermédio dos Engenheiros do Hawaii. Sempre gostei das letras do Humberto Gessinger e depois fui conhecer o Nenhum de Nós, que também me agradou bastante. Camila, camila é uma coisa, uma canção perfeita, um clássico do Rock Brasil. Astronauta de Mármore também é uma grande música,  versão de outro artista de que gosto muito que é David Bowie. Mas sobre o Nenhum de nós, também tenho de destacar uma banda que o Theddy, vocalista da banda produziu, que foi a Foxy Lady. Letras muito boas, músicas legais também, um vocal feminino muito bacana. Tenho as músicas do Foxy Lady em meu mp3player e gosto bastante. Outra referência pra mim, aliás, a maior delas é o compositor Vitor Ramil (irmão de Keiton e Kledyr). É o compositor cantor que mais me emociona, com letras instigantes, melodias desconcertantes e muito experimentalismo linguístico. Vitor é um artista completo, muito bom quando se arrisca em arranjos futuristas, quase roqueiro e também virtuoso quando compõe na linha das milongas, das músicas nativas do Rio Grande. Sua estética do frio é de cortar o coração. Vitor e o Nenhum de Nós já trocaram figurinhas. Mas voltando ao Nenhum de Nós, será bacana ter em Monlevade uma banda que faz um rock mais sério, mais trabalhado na questão harmônica, não tão divertido e engraçadinho como certas bandas, uma estética menos ensolarada, porém mais profunda. Devo dizer que pra mim é uma incognita o que pode acontecer com o público. Vai depender muito do que os produtores conseguirem com as rádios, de tocarem bastante as músicas mais conhecidas na data próxima ao show. De qualquer maneira, estaremos lá. Uhúú!

Nenhum comentário:

Postar um comentário