sexta-feira, 15 de abril de 2011

BR 381 - TÔ COMEÇANDO A DESANIMAR

A gente acostuma. Esse negócio de mortes todos os dias vai ficar normal para nós. Já está ficando. Quando alguém comenta: - "morreram mais 3 na 381, 2 crianças e um adulto" já estamos simplesmente dando de ombros e dizendo. -Deus os tenha. E só! Somos nada mesmo. Não temos importância alguma. Não vou culpar o governo Petista apenas pelo que vem acontecendo. Não quero politizar a esse ponto, pois aconteceu também durante o governo Tucano. Parece que governo algum quer fazer essa obra . Esta semana teve um evento na câmara dos vereadores, uma audiência pública convocada pela Vereadora Dorinha Machado, que diga-se de passagem, vem levantando essa bandeira há muitos anos. Mas fiquei muito triste quando li o Jornal Bom Dia e vi as declarações das autoridades. Tudo desencontrado. O diretor do Dnit-MG dizendo que começa ainda esse ano, mas várias autoridades afirmando que não acreditam, como foi o caso do meu amigo José Maria, presidente da Amepi e prefeito de Dom Silvério. Ele disse com todas as letras que não acredita que as obras comecem esse ano. Quando um sujeito como ele, que abraçou a causa como principal bandeira de seu inicio de gestão fala isso, quem dirá nós que não temos nenhum título de autoridade. É lamentável. O pior de tudo é percebermos que os políticos estão preocupados apenas em jogar a culpa nos adversários. Hoje li no Twitter do João Vitor Xavier que reclamava que era um aburdo gastar tanto dinheiro com o Trem Bala Rio-SP com tantas obras prioritárias. Tudo bem. Mas será que ele iria falar isso se fosse obra do grupo político ao qual pertence? Outros também tem essa saída de dizer que as coisas não saem por que não existe interesse do governo federal. Tá bom. Por que não fizeram quando governaram o país então? E o governo estadual que gastou rios de dinheiro no centro administrativo. Vão dizer que os recursos não saíram do governo e sim de uma verba x. Esse pessoal parece ter aprendido com os sofistas gregos, especialistas em falácias e outras técnicas de persuação e enganação. Não tem jeito. Não tem explicação. Aqui bem perto de nós, em São Gonçalo, o governo municipal bancou com recursos próprios uma rodovia ligando a cidade a Itabira. Não é possível que a 381 seja tão complicada assim. Todos nós sabemos que se quiserem eles fazem. Mas a copa do mundo vem aí. Eles no momento estão preocupados é com os aeroportos e mesmo assim não ficarão prontos a tempo. Pelo menos é o que vem sendo divulgado. A 381 não é prioridade mesmo para esse pessoal. Infelizmente teremos de continuar convivendo com as mortes sucessivas. Os políticos em geral são muito bons de argumentos. Sempre tem uma carta na manga. Quanto a nós cidadãos comuns, a sociedade civil , precisamos mudar de tática. Sinto que as instâncias políticas que tem poder para tanto não tem interesse em resolver a questão. Me perdoe as duras palavras, meu amigo Zé Maria. Sei que você é um cara diferenciado e também deve estar indignado com a questão. Mas realmente, tamanha falta de sensibilidade para com as vidas humanas, só faz aumentar o nosso descrédito com os políticos do Brasil.

3 comentários:

  1. Sabe porque a duplicação não acontece?
    Os "donos do mundo" andam de avião! Os que morrem nas estradas para eles são meros dados estatísticos...

    Mas haverá o dia que eles estarão frente a frente com o verdadeiro Dono do Mundo e aí , não haverá discurso que os salve!

    ResponderExcluir
  2. Caro Amigo Martino,
    eu te disse para aguardar os episódios desta via sacra, pois, esta história eu conheço de cor e salteado.
    Vamos decepcionar, novamente.
    Nos governos não há ninguém sério o suficiente para levar um projeto importante e vital à frente.
    E, o pior, que temos memória curta.
    Mas, vamos que vamos subindo morrinho bem devagarinho.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Martino, o que aconteceu na câmara é mais um circo, onde os palhaços somos nós que votamos e fingimos acreditar neles(os políticos).Sobre duplicação melhor esperar sentado, para não cansar a beleza.

    ResponderExcluir