segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

MONLEVADE E SUAS USINAS

Deixa eu explicar. Tem a conhecida usina da Arcelor e tem a Banda Agá. É verdade. Estou atônito com o que vi. Uma banda muito boa de Monlevade, uma seleção de músicos de excelente qualidade. A começar pelo baixista, o Alex. O sujeito toca um baixo seguro, com um grave bonito e fica lá tranquilo. Não dá pra imaginar que é o cérebro da banda. O baterista também é excelente. Não é atoa que é professor na Fundação Casa de Cultura. O Guitarrista tem uma pega rock and roll, econômico nos solos e com um bom repertório de estilos. O tecladista, o naipe de metais e os percussionistas completam os climas. As cantoras deram um espetáculo à parte. A Natália eu já conhecia como cantora de jingles, uma vez que tenho tido a sorte de tê-la com parceira em diversas empreitadas. Só que eu conhecia a Natália mais comportada . No palco ela se solta, canta com muita firmeza, com uma voz potente, swingada e afinada. O que não conhecia era sua comunicação fácil com o público. A cantora loirinha também é muito afinada e tem uma voz bem pop. Deve arrasar cantando Lady Gaga. Os cantores também excelentes. Tem um deles que arrasa no ritmo arrocha. Swingado pra caramba. O outro também é bom. Quando canta músicas mais melódicas então, passa uma emoção bacana. Gostei também das bailarinas. Estava em um ponto que dava pra enxergar melhor a dançarina que estava do lado direito do palco. Tinha uma tatuagem na perna. Parecia que iria flutuar. A dançarina do outro lado eu vi que também dançava bem, acompanhando os movimentos. Quanto aos dançarinhos, não vou opinar por não é o meu forte. O palco também foi muito interessante, com tecnologia sem ser exagerado. Não sei se a estrutura é da banda. Investiram e realmente fizeram um show muito especial para os Monlevadenses quem estava na Praça do Povo. Quer dizer, essa é a minha opinião. Pode não ser de alguns. Mas penso que foi da maioria. Pra mim a banda só pecou quando um dos componentes perguntou pra galera:- Vocês estão gostando do show? Ai, parte do público que já tá ali doido pra zoar levanta os dedos e grita - nããão! Tem aquele ditado: antes perder o amigo, que perder a piada. Mas sinceramente, fiquei muito, mas muito bem impressionado com a Banda Agá. Depois ainda quero conhecer esse Alex, gerente dessa usina. Ah, mas devo dizer que Monlevade tem outras Usinas e vou falar de algumas delas nas próximas postagens.

2º DIA DO PRÉ-FOLIA - SENSACIONANTE


Foi de lavar a alma

Literalmente. No primeiro dia a chuva armou e não vêio. No segundo dia, tava até menos nublado, mas de repente: cabrum! Trovões e água, muita água. Mas isso não tirou o brilho do segundo dia do Pré-folia.

Praça do lazer

Antes, na praça que voltou a ser do povo, uma tarde ensolarada com a meninada fazendo filas pra brincar. Impressionante a fila para a cama elástica ( que a meninada chama de pula-pula).

O que começa bem, sempre acaba bem

Pelos bares, uma galera bonita tomando e umas e vendo o maravilhoso jogo Atlético 1 x América 2. Nas proximidades, pessoas com abadás dos blocos já circulavam por perto.

Enquanto isso veio a chuva

Neste interím, minha filha chegou de Alvinópolis e tive de dar uma ida em casa para receber a minha irmã que estava chegando. Nesta saída, o céu desabou. A chuva veio com força e ficamos presos numa loja de conveniências próxima de casa. Quando a chuva passou, deixei minha filha em casa e voltei correndo.

Me puxa que eu te pego

Cheguei no meio desfile do bloco "Me puxa que eu te pego", dos servidores municipais. Por serem os primeiros a desfilar, pegaram um pouco da chuva, mas não o suficiente para esfriar a garra, as coreografias e a correção do desfile.

Bloco do Sujo de São Domingos do Prata

Uma história de 46 anos de carnaval. Imaginem o que isso representa? Sua bateria e disciplina foram o ponto alto.

Bloco Nos 60 eu tô que tô

Muito bacana. A alegria e o amor ao carnaval estavam estampados em cada rosto.

Bloco Folia do Arco Íris

Também arrasou, com seus figurinos feitos à partir de produtos reciclados. Admiráveis as fantasias, criativas, ao mesmo tempo futuristas. Acho que o desfile ficaria bacana também à luz do dia, com sol ,para que as fantasias brilhassem e luzessem suas cores. Mas tudo bem.

Bloco Tambores do Morro

Trouxe a garra e o balanço do pessoal do Novo Cruzeiro. Achei que a bateria evoluiu com relação às ultimas vezes em que ouvi. As batidas estavam mais sincronizadas. Excelente recepção por parte do público. Os tambores mexem com as pessoas.

O bloco Universitários

Uma multidão de jovens vestidos de super-homem e mulher maravilha. Muita garra, cores e irreverência.

Na "zona de dispersão"

Muitas cores, muita beleza humana. Depois, o povo ficou ali, numa mistura muito bacana.

Nos bastidores

O corpo de jurados se reunia para a somatória de notas. Um dos jurados comentou que não deu o que ele imaginava, mas que o que vale è a democracia dos números.

Justiça seja feita

O Prefeito Gustavo Prandini, com muita justiça foi chamado a subir ao palco, afinal foi dele a idéia de retornar com o carnaval de blocos.

O resultado

Primeiro Lugar - Bloco do Sujo - de São Domingos do Prata. Segundo lugar: bloco Universitários da UEMG e em terceiro lugar: Bloco Folia do Arco-íris, do Grupo da terceira-idade. Como sempre, o resultado deu algumas polêmicas, mas a manifestação do público não deixou dúvidas de que o resultado agradou a maioria.

Emoção particular

Uma coisa que me emocionou foi a banda Monlefulia. Tive oportunidade de ouvir um sujeito que para mim até então era mito: um tal de Geraldo de Noite. Um sujeito com um nome desses só pode ser um boêmio. Cantor de excelente voz, acompanhado por uma banda muito boa. Tinha um cara fazendo baixo no violão que é uma coisa.

Muita coisa ainda por falar.

Estou escrevendo ainda no calor do evento. É lógico que tem a autocrítica também, muita coisa pra melhorar, mas se as virtudes foram tantas, vamos curtí-las um pouco. Quero falar principalmente da fase vivida pela música produzida em nossa cidade. São muitos trabalhos sensacionais.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

PRÉ - FOLIA -1ª NOITE - SUCESSO TOTAL


Sensacional a primeira noite do Pré-folia. Um público muito bom, participativo e animado lotou a Praça do Povo e cercanias para dançar, namorar, brincar e cantar juntos com os artistas. Por falar nos artistas, muita qualidade foi o que se viu. Os funkeiros, cada um no seu estilo, foram esquentando à noite. Quem primeiro tocou foi o MC Xocolate, com seu repertório com músicas românticas e de duplo sentido. Depois tocaram o DJ Serginho Boladão, MC Pit Bull e fechando com o MC Bob Tury. No comando dos microfones estavam Weber Ferreira e Gláucio Santos. Um show de comunicação. Os dois além de bons comunicadores tem uma boa química, são muito inteligentes e improvisam muito bem, deixando o público bem à vontade. E pra fechar a noite teve show com a Banda Agá, daqui de João Monlevade. Fiquei muito impressionado com o profissionalismo da banda, extremamente organizada, sem brancos entre as músicas, cenário muito bacana, muitas brincadeiras e excelentes músicos. A primeira noite foi um sucesso.Hoje então, os blocos devem bombar. Sobre a primeira noite, espero as fotos do Serginho para ilustrar. Quanto à Banda Agá, fiquei tão impressionado, que merecerá um capítulo à parte nas próximas postagens.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

BR 381 - ACIDENTES CONTINUAM - QUE VENHAM OS RADARES E RÁPIDO


Sabemos que os radares não serão o suficiente para acabar com todos os problemas, mas diminuirá grande percentual. Vimos nos últimos dias mais uma série de acidentes, infelizmente com vítimas fatais. Pelo amor de Deus, DNIT ! Precisamos de mais segurança na BR 381 e é pra já. Priorizem os radares e os outros aparatos. Depois, podem partir para estudar o traçado e fazer uma campanha alertando com mais veemência sobre as áreas onde acontecem mais acidentes. Infelizmente não pude estar presente na reunião na AMEPI. Espero que tenha sido bem produtiva.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

ARRUMA A MALA AE - VALE À PENA OUVIR DE NOVO



Certas músicas são tão marcantes que servem de fundo musical para certos períodos da vida.



OBRIGADO AOS PARCEIROS DO PRÉFOLIA

Não poderíamos deixar de agradecer aos parceiros do Préfolia. Até mesmo aqueles que não puderam ajudar desta vez por causa de seus planejamentos financeiros, mas não deixaram de manifestar a sua alegria por ver que o Pré-carnaval está melhorando a cada ano. E mais positivo ainda: se colocaram à disposição para parcerias nos bons eventos culturais da cidade. De qualquer maneira, agradecemos aos que apostaram no evento e tudo que fizermos em retribuição será pouco.














BR 381 - MAIS UM DIA QUE SE ADIA, MAIS MORTES NA RODOVIA


Tá certo que os radares e outros aparatos serão colocados em funcionamento após o carnaval. Que não se perca a oportunidade de avisar a todos durante a folia, que os radares serão instalados, mas que já é pro pessoal ir treinando pois vai ser pra valer. Quem sabe com mais conscientização não se possa diminuir os riscos até durante o carnaval? Mas que não se protele nenhuma medida e que os radares sejam instalados. Como diz o título, cada dia que se adia, é mais um amigo nosso ou nós mesmos que podemos perder a vida na 381.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

SELO DE INQUALIDADE


Tô pensando em criar um adesivo - selo de inqualidade - pra afixar em algumas empresas que insistem em nos atender mal. De uma maneira geral as pessoas que praticam a inqualidade nem percebem o que fazem de errado. Só vão perceber quando os negócios começarem a minguar. Hoje não tem jeito. Se estabelece quem oferece o melhor atendimento. Produtos você pode até ter na prateleira, então, o que vai diferenciar é mesmo o atendimento. Pena que muitos se recusem a enxergar isso. Existem alguns comerciantes que acreditam num jeito toupeira de ser ou não treinam seus funcionários que agem como tal. Quantas vezes você já se viu numa situação de estar num estabelecimento comercial aguardando atendimento e as funcionárias num cantinho, batendo papo, cochichando e te ignorando? Quantas vezes você já foi atendido por uma pessoa que quis te convencer que você é ignorante por ter feito uma pergunta que para ele é obvia, mas para você é importante até para a aquisição do produto? Quantas vezes você já se sentiu lesado, porque foi comprar um produto e o atendente tanto tentou que te empurrou outro, com marca diferente e que estragou com pouco tempo de uso? Deixa eu dar mais um exemplo que aconteceu comigo. Alguns restaurantes, pizzarias e casas de massas da cidade tem serviços de entrega, mas algumas precisam evoluir muito na qualidade dos atendimentos. Só para exemplificar, minha filha gosta muito de macarrão e está numa idade difícil, em que pede as coisas, mas fica catando o que não gosta. Pra fazer com que ela coma bem, acabo na hora de fazer pedidos, passando uma relação do que não quero. Fiz isso uma vez e o pedido chegou errado. Chegou faltando o que pedi a mais e sobrando o que pedi pra tirar. No primeiro dia, nem reclamei. No outro dia, pedi mais um macarrão e ressaltei com o atendente, pedido para tirar os ingredientes não desejados. Ela falou que tava ok e que iriam enviar correto desta vez. Inacreditável. O pedido chegou errado de novo. Resultado: 10 minutos tirando cebola, azeitona e baicon que pedi para tirarem do pedido. Liguei pra lá reclamando e pedi para falar com a gerente. Ela me atendeu e me falou que o problema é que as cozinheiras não estavam lendo os detalhamentos dos pedidos, mas que o problema seria resolvido. Desta vez, o pedido chegou certo. Mas tive de apelar à gerente. Talvez falte diálogo ou treinamento pro pessoal. Selo de Inqualidade neles. Sei que o assunto é diferente, mas vamos usar o adesivo de inqualidade também para pregar nos vidros traseiros de grande parte dos motoristas da cidade. É incompreensível a pressa de alguns Airton Cenas Macabras que transitam pela cidade. Eu moro próximo á Brahma e de minha janela vejo verdadeiros pegas em diversas horas do dia. Automóveis envenenados passam em altíssima velocidade, com sons no último volume e colocando em risco a vida de todos. Já tô achando que não bastam radares e pardaizinhos na BR. Precisamos de projetos tipo o OLHO VIVO que foi implantado em Belo Horizonte. Temos de ter uns adesivos de inqualidade para pregar nesses carros. Não posso esquecer também de alguns motoqueiros. Por pilotorem veículos extremamente ágeis e de dimensões inferiores, os motoqueiros acham que não precisam se submeter ás leis de trânsito. Outro dia, perto de mim, quase que uma senhora foi atropelada. Ela estava atravessando uma rua quando um motoqueiro apareceu vindo na contramão e passou rente a ela. A Dona ficou assustada e até nos aproximamos pra saber se estava tudo bem. Graças a Deus foi só o susto. Já o motoqueiro, nem percebeu o que havia feito e prosseguiu em sua correria. Adesivo de inqualidade nele e nos outros como ele. Bom, mas aí vão dizer. "Martino, reserve um adesivo de inqualidade para você também, afinal, você tem lá os seus fracassos". Sem problema. Sou cônscio de meus defeitos , mas em contrapartida, também sei que tenho habilidades que me fazem util e meu trabalho tem sido valorizado..Posso ter errado e errarei mais, porém não tapo o sol com a peneira. A diferença é que estou me aperfeiçoando, buscando aprender e melhorar a cada dia. Além do mais, há sempre um novo amanhã, dia de fazermos o melhor. Dia de jogarmos fora os selos de inqualidade e termos um ISO qualquer coisa que sirva pra nós mesmos e represente beneficios para os clientes e para a comunidade, não apenas para ostentar como certificados pendurados na parede ou como um troféus sobre a mesa.

BR 381 - NOVAS NOTÍCIAS SOBRE OS RADARES


ESTADO DE MINAS

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deu início nesta semana à instalação de radares na BR-381, no temido e sinuoso trecho de 108 quilômetros entre Belo Horizonte e João Monlevade, no Vale do Aço, cenário de inúmeros acidentes de trânsito. De acordo com o engenheiro supervisor do órgão, Alexandre Oliveira, 24 equipamentos de controle de velocidade (21 novos e três já instalados) vão entrar em funcionamento na rodovia. A implantação dos redutores, no entanto, só ocorre depois de três anos de descaso na operação do controle de velocidade nas rodovias gerenciadas pelo Dnit. Além disso, a medida não terá impacto na diminuição das tragédias nas estradas durante o carnaval, já que, de acordo com o cronograma do departamento, a maior parte dos aparelhos só deve funcionar na rodovia depois do feriadão. Desde que a instalação dos radares teve início, no começo do mês, apenas um equipamento está operando na BR-381, no trecho da descida do Bairro Buritis, no Anel Rodoviário de BH (a rodovia se sobrepõe à estrada federal que faz ligação da capital com Governador Valadares). Outro aparelho, também no Anel, tem previsão de ser aferido até o início da próxima semana. Para o carnaval, a previsão é de que apenas o radar do km 30, na altura do município de Sabará, esteja funcionando.

“Os equipamentos estão em fases diferenciadas de instalação. Alguns estão na etapa de obras de infraestrutura, outros de instalação eletrônica e ligação do padrão, e alguns de aferição. Para entrar em funcionamento, também devem estar devidamente sinalizados”, justificou Oliveira. De acordo com cronograma montado pelo Dnit, a implantação dos radares no trecho de BH até João Monlevade deve ser concluída em 11 de abril. O pacote de radares do Dnit ainda prevê a instalação de 410 equipamentos de controle de velocidade nas estradas que cortam o estado.


BR 381 - NOTÍCIAS SOBRE OS RADARES


Amigos, como não fui a BH esta semana, não sei dizer se os radares e outros aparatos foram instalados na BR 381, assim como foi anunciado em todas as mídias. Quem sabe dizer? Disseram que isso seria feito essa semana. Precisamos continuar monitorando. Não podemos esmorecer para não sermos engalobados de novo. Continuemos atentos.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

CONJECTURAS


É incrível o quanto se conjectura por aqui. Existem vários videntes de plantão tentando antecipar cenários. Existem aqueles atores que se intercalam no protagonismo da cidade e quando esses atores, de aqui ou até de longe se pronunciam, logo vem os interpretes tentando decifrar enigmas, filigramas de palavras escondidas no meio das frases. Tem vírgulas extremamente significativas e reticências não tão confiáveis. Engraçado que cada um tem seu ponto de vista e acaba traduzindo cada acontecimento, adaptando para os interesses do seu público. Assim, qualquer declaração mais apimentada é sinônimo de ruptura. Os separatistas ficam alvoroçados, começam a maquinar novos argumentos para tentar mover a opinião para seus objetivos. As mentes diabólicas da oposição começam a funcionar e a dar sustentação as idéias dos separatistas, afinal, nada melhor que soprar o fogo ateado. É preciso muita firmeza de caráter para não se contaminar, para não sucumbir aos argumentos tóxicos. Política é isso: essencialmente uma guerra de argumentos. Porém, as conjecturas são quase sempre derrubadas pelos fatos. Quando digo quase sempre, é porque uma delas vai ser a certa. Quase sempre, a mais óbvia. Exatamente a que muitos não conseguem enxergar.

www.prefolia2011.blogspot.com


O blog do PRÉFOLIA 2011 vai se preenchendo aos poucos com as informações que vão chegando. De qualquer maneira, já dá pra ter uma panorâmica do que vai rolar. Confesso que ao sentir a animação do pessoal dos blocos, fiquei mais animado ainda. Alto astral contamina, não é mesmo? Mas então o endereço é http://prefolia2011.blogspot.com. Entrem e fiquem à vontade.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

OS BLOCOS ABRAÇAM O PRÉFOLIA

Hoje à tarde na Fundação Casa de Cultura, estivemos reunidos com o pessoal dos blocos do Préfolia conversando sobre o regulamento e fazendo o sorteio da ordem dos desfiles. A equipe da Fundação Casa de Cultura marcou presença. Lá estávamos eu , Gladevon, Laura, Rosália, Serginho e o pessoal dos blocos. O diretor Gladevon conduziu muito bem o encontro, abriu a palavra a todos e foi uma reunião bastante amistosa e proveitosa; Ao final, ficou a certeza de que estamos lançando sementes para que uma tradição possa renascer com força total. Só temos a agradecer ao pessoal que esteve presente e que está conosco nessa retomada dos concursos de blocos na cidade. Agradecimentos também aos patrocinadores, que terão um post especial à respeito. Amanhã ainda estará no ar o blog do Préfolia, com informações detalhadas de todos os blocos, as letras da músicas, as músicas de quem gravou, fotos, videos, etc.

ESQUERDA OU DIREITA - QUAL O SEU LADO ?

O que muitos não se dão conta é que no final serão duas tendências predominantes, no máximo 3. Á direita o PSDB, o DEM, o PTB e até o PSB, que tradicionalmente é do outro lado. À esquerda o PT, o PV, o PMDB, o PC do B, entre outros. Nessa pororoca, alguns agentes cometem pequenas traições, dão uma namorada com o outro lado, se infiltram em busca de informações, fazem o diabo. Também agem espalhando veneno pela internet. A pergunta que faço é: existe alguma ideologia? Alguém está nessa por acreditar em uma perspectiva de evolução social e trabalha por isso? Alguém tem discurso e prática na questão ambiental? Você age de forma auto-sustentável? Mas falando da política local , a direita é tão esperta que pega agentes dos adversários pra trabalhar por seus objetivos. Tangem alguns da esquerda pra onde querem com seus braços de midia. Alguns desses esquerdistas , que deveriam se unir, acabam municiando a direita ao ter tanta má vontade com o governo. Há alguns que estão seguindo a escola Uri Gheler, de distorcendo informações para indispor as pessoas contra as outras. A esquerda precisa perceber que essa discórdia retro-alimentada só interessa a direita. Tá na hora de enxergar o copo cheio.

VIGÍLIA 381


Só para lembrar que na semana que passou, nos foi informado que o DNIT instalaria os radares e lombadas eletrônicas à partir dessa semana. Vamos monitorar.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

CAFÉ PEQUENO

Tenho um amigo de Alvinópolis chamado Jovelino que certa vez me falou: - Marcos, nós somos café pequeno. Na hora fiquei revoltado com ele. Argumentei que não concordava, pois existem segmentos demais pra tamanha generalização. No que diz respeito à música, à cultura em Alvinópolis, temos uma história, uma trajetória e portanto temos nossa importância. Mas o Jovel não falava disso. Ele falava de dinheiro e poder, das articulações nas caladas, das traições, das jogadas sinistras, da maldade que não temos para jogos tão pesados. Ele dizia já ter frequentado ambientes onde se conversava em torno de grandes cifras e que em torno dos políticos, inclusive dos bem intencionadas, há sempre uma corte de figuras nefastas que sabem puxar bem puxado e tecem uma teia de elogios para ludibriar os líderes. Como o poder é um espaço de vaidades, quase sempre os manda-chuvas se deixam levar por essas ratazanas e fazem seu jogo sem perceber. As ratazanas são tão espertas, que conseguem seus intentos sem que o líder se dê conta. Elas(ou eles) tem paciência, martelam suas idéias, aliciam pessoas próximas, vão ocupando espaços aos poucos e quando o líder percebe, está pior que sozinho, rodeado por uma matilha de hienas. O Jovel dizia respeito a uma situação particular vivenciada por ele. Tá certo amigo! Sou café pequeno, mas com muito pó, pouco açúcar e uma pitada de cicuta. Charles Darwin já deu seu veridicto. Os mais aptos sobrevivem. Portanto, melhor que um nerd esquálido não se aventure num ringue de pesos pesados, pois um soco apenas pode ser fatal. No entanto, num game virtual, num ambiente que domina, o nerd pode trucidar o lutador do ringue em poucos segundos. Ai, deixamos de ser cafés pequenos e nos tornamos, sei lá, capuccinos.

ZÉ GERALDO, UM GRANDE COMUNICADOR

Já tive a oportunidade de ser entrevistado pelo ZG em seu programa de TV em Itabira. Foi um bate-papo agradável que passou muito rapidamente. Quando fui assistir depois, vi que durou muito mais tempo do que eu havia imaginado. ZG é um excelente profissional, dono de grande carisma e de uma vasta cultura ( que não aparenta) e uma excelente conversa também fora dos microfones. Se tivesse saido de Itabira e tentado a sorte em BH, poderia ter se tornado um dos comunicadores mais aclamados do estado. Só que o destino quis que ele continuasse em Itabira e que pegasse gosto pela polêmica. Na cidade de Drummond, ZG armou várias bombas que causaram consideráveis estragos na cena local. A maior delas foi o período em que passou na prisão, caso que ainda está na justiça até hoje. Mas eis que ZG veio parar em Monlevade. Apostou na cidade, que segundo me confidenciou é um polo de difusão muito interessante. Sua fase na Alternativa durou pouco, mas causou grande estardalhaço na cidade. Mas logo que as portas se fecharam na emissora do Santana, ZG foi bater às portas da Comunicativa, levando com ele uma legião de ouvintes cativos. Imagino que o programa "Na boca do povo" deve pontuar pra caramba em seu horário. Continua tocando suas músicas bregas do fundo do baú e falando tudo que vem à cabeça. O problema é que solta muitas verdades sem provas e as verdades sem provas dão margens a processos. Não é atoa que o ZG é campeão de processos em nossa região. Sugiro a ele que consulte o Guiness. Pode ser que exista até algum prêmio para tamanha façanha.

SÃO GONÇALO, O NOVO ELDORADO

Que maravilha deve ser administrar uma cidade numa fase de vacas gordas, como é o caso de São Gonçalo do Rio Abaixo. As obras que a prefeitura anuncia vão mudar a face da cidade radicalmente. Quem passa às margens da BR já percebe que a paisagem mudou. Vários pequenos espigões subiram e os limites do município vão se ampliando. Todos são beneficiados. Os comerciantes vendem mais, pois o nível dos salários melhorou sensivelmente. A prefeitura então nem se fala. Tem feito muitas coisas boas e tem até uma piada circulando de que só falta colocar lixeiras de ouro nas ruas. Mas piadinhas à parte, o que os administradores da cidade tem de pensar é num planejamento em longo prazo. Pelo que me informaram, João Monlevade também já viveu um boom de desenvolvimento por volta dos anos 70. Espera-se que haja um novo incremento de desenvolvimento com a duplicação da Arcelor, mas na visão de várias pessoas ainda existem muitas incertezas no ar por causa da crise mundial. Aos amigos de São Gonçalo, um conselho: tudo nessa vida tem fases. Aproveitem a fase de prosperidade para fincar pilastras bem sólidas, para que as coisas no futuro não escooem rio abaixo.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

OS MOTOQUEIROS E OS MOTOCICLISTAS


Vivendo e aprendendo. Hoje pela manhã numa reunião com o pessoal dos Condores do Asfalto, aprendi uma terminologia nova. Estávamos conversando a algum tempo, quando o Gladevon me interpelou e me passou um pito. Ele me sugeriu que não mais usasse o termo motoqueiros para falar das pessoas que andavam de motos, mas motociclistas, pois o pessoal não gostava da nomenclatura. O pessoal dos Condores me informou que, motoqueiros são aqueles que pilotam de forma irresponsável, que gostam de um pega, de não agir em conformidade com o recomendável. Já aqueles que agem dentro da lei, que são responsáveis, são chamados motociclistas. Assim sendo, não devo jamais esquecer de não falar encontro de motoqueiros, mas de motociclistas. Enfim, eles me disseram que se eu chamasse alguns mais fanáticos de motoqueiros, correria o risco de levar uma sova. Eu hein...

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

CORTESIA e COICE


Minha mãe foi a pessoa mais refinada que conheci. Com ela, adquiri a cultura da cortesia, de tratar todos do mesmo jeito, com educação, com um sorriso, seja doutor, seja varredor, qualquer um. Como lembrou o amigo Marcelinho, também tenho o sangue quente italiano e as vezes entro em erupção mesmo, mas 95% do tempo, opero na cortesia. Tem também aquele ditado, cortesia gera cortesia, tratar bem para ser bem tratado e por ai vai. Só que à partir de um fato que aconteceu comigo, percebi que até a cortesia pode ser mal interpretada. Trem danado. Para algumas pessoas, pode soar como puxa-saquismo. Quando vejo uma pessoa que está radiante, que está bonita, que está exercendo muito bem o seu papel, tenho uma baita vontade de dizer isso pra essa pessoa. Mas aí vem o problema. As vezes o elogio é interpretado como bajulação ou mesmo como cantada. Só pra exemplificar, dia desses fui elogiar uma pessoa com a qual tinha até certa amizade. Foi um elogio sincero, como outros que já havia feito. Não é que essa pessoa veio com um discurso feminista, de que cavalheirismo era uma forma hipócrita dos homens elogiarem as mulheres pra ganhar algo em troca? Caramba! Jamais pensei em ter qualquer tipo de benefício. Apenas fiz um elogio num momento em que achava que procedia, assim como já havia feito antes. Mas parecia que a pessoa já estava armada contra mim, pronta a me dar coices. Pensei comigo: não posso generalizar por causa de uma pessoa apenas. Mas por via das dúvidas, se tiver vontade de elogiar uma mulher, pesquise primeiro se ela é militante feminista. Se for, pense muito bem antes de elogiar. Pode soar como ofensa.

BR 381 - HÁ QUEM SEJA CONTRA OS PARDAIS

Enquanto eu comemorava as novas medidas para racionalizar o trânsito da BR 381, me dei conta de uma coisa. Não sou motorista. Sou apenas um usuário caroneiro que morre de medo de morrer na BR. Já os motoristas que trafegam pela BR eu não sei. Hoje já vi alguns twittando e dizendo que vai ser péssimo pois a br vai ficar mais lenta ainda. Caramba! Pode até ser que fique mesmo. Mas não concordam que é preferível atrasar um pouco que arriscar a vida? Mas eu entendo. Tem gente que gosta de correr, que ama a velocidade. Então vão jogar videogame. Na 381 não tem game over. Há quem afirme que esse pedido dos pardaizinhos o DNIT atende correndo. Eles já adoram faturar mesmo. Vão mandar a caneta sem dó. Que seja então. Como diz o ditado, há males que vem para o bem. Eu só acho que existem outras coisas que precisam ser feitas em nível de educação para utilização da BR. Penso que outdoors educativos, conclamando as pessoas a aderirem a uma campanha pela vida. Ah. E que tal também mudar o nome da BR? Esse número 381 não diz nada. Quem sabe Rodovia do Aço ou via do aço?

BR 381 - A VIGILIA NÃO PODE CESSAR

Assim como o alguns colegas blogueiros, também fico ressabiado com as promessas, afinal, já houve tantas. Por outro lado, percebo que desta vez tem muita mais gente influente envolvida. Pela informações que tem saído na mídia, pelo grande comprometimento que nós também precisamos difundir, sinto quedesta vez as coisas vão acontecer. Quando eu ouvia noticias sobre duplicação, ficava preocupado com o tempo até a sua conclusão, sobre quantas pessoas ainda perderiam as vidas. Mas a colocação dos pardais e dos redutores de velocidades, já é uma ação emergencial importante. Eu vejo os espíritos de São Tomé e compreendo. Mas tenhamos uma postura de fiscais dos prazos e das ações.

BR 381 - CONTINUEMOS MONITORANDO

Assim como o alguns colegas blogueiros, também fico ressabiado com as promessas, afinal, já houve tantas. Por outro lado, percebo que desta vez tem muita mais gente influente envolvida. Pela informações que tem saído na mídia, penso que desta vez as coisas vão acontecer. Quando eu ouvia noticias sobre duplicação, ficava preocupado com o tempo até a sua conclusão. Mas a colocação dos pardais e dos redutores de velocidades, já são ações emergenciais importantes. Eu vejo os espíritos de São Tomé e compreendo. Mas tenhamos uma postura de fiscais dos prazos e das ações.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

E O ESTUDIANTES JOGOU BEM !!!


Quando as coisas tem de dar certo, dão. Algumas coisas foram provadas na épica vitória do Cruzeiro na Libertadores: Cuca tem culhões e sorte. Se desse errado também, hoje poderia estar na rua. Mas como num antigo ditado, quem não arrista não petisca. Cuca arriscou-se a deixar Thiago Ribeiro na reserva e o Wallysson fez um dos gols mais rápidos da Libertadores, num chute esquisito, mascado. Mas a vontade dele era tanta que empurrou a bola pra dentro com o olhar. Mas o Estudiantes é um time muito chato. O Cruzeiro fez o gol mas eles dominaram. Encurralaram a Raposa que espertamente se defendia e preparava o bote. Começou a funcionar a infernal dupla Montillo de Roger. Na primeira jogada, passe longo do Montillo e Roger acertou o cantinho onde o goleiro não chegaria. Passou de passagem pelo Veron e gol lindo, perfeito. Depois, Roger devolveu a gentileza e serviu Montillo. O Argentino montou cavalinho e fez mais um belo gol. (O medo que dá é que podem querer convocá-lo para a seleção). Mas depois, outras jogadas lindas vieram até culminar com o segundo do Montillo, que não deixou a bola cair e fuzilou. O Curioso é que o Estudiantes continuou dominando o jogo, tocando a bola e batendo muito no time do Cruzeiro. Mas ainda tinha caixa para mais um gol para sacramentar um dos placares mais tradicionais do Cruzeiro, que está se acostumando a ganhar de 5x0 dos rivais. Analisando o jogo, Fábio foi bem, Pablo pelo menos luta e entra no choque, Gil foi bem, Vitorinho joga de cara fechada e cara de mal, muito seguro, Gilberto foi bem, auxiliado pelo Paraná, Henrique regular como sempre, Roger desequilibrou de um lado, Montillo desequilibrou de outro, o garoto Wallysson também deixou dois e tudo deu certo demais Dizem que o WP cumpriu um papel muito importante. Menos de goleador que se espera dele. Agora, temos de curtir a vitória, mas sabendo que eles lá vão chorar sangue, comer grama, babar pra cima do nosso time. Mas vencemos a primeira batalha. O jogo com as frangas foi só um treino para afiarmos as garras. Estamos bem vivos na Libertadores, que é onde as frangas ficam querendo chegar mas não chegam. Conclusão : ser cruzeirense é bom demaiiiiisssss!

BR 381 - A MELHOR NOTÍCIA DO ANO - ESTÃO SAINDO OS RADARES DA 381


Se não for apenas mais uma promessa é uma excelente noticia a instalação dos radares na 381.

É uma questão emergencial que a gente reclamava e que pode estar se encaminhando. A medida ameniza, mas não resolve totalmente os problemas. De qualquer maneira, terá de ser feita nova avaliação logo que os radares estejam instalados. Quem sabe também buscar na internet alguma situação parecida que já tenha acontecido em alguma rodovia pelo mundo. De qualquer maneira, se sair mesmo, será algo a se comemorar.

Vejam a matéria no UAI NOTÍCIAS.

Publicação: 17/02/2011 13:56 Atualização: 17/02/2011 14:10

A BR-381 vai ganhar 24 novos radares e o Anel Rodoviário terá mais 10 controlares de velocidade. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) anunciou nesta quinta-feira que a instalação dos equipamentos vai começar na semana que vem. A conclusão dos trabalhos está prevista para março.

Saiba mais…
Promessa de radares no Anel Rodoviário é adiada
Cinco novos radares serão instalados no Anel Rodoviário
Na BR-381 os aparelhos serão colocadas cinco lombadas eletrônicas e 19 pardais no trecho de 100 quilômetros entre Belo Horizonte e João Monlevade, na Região Central de Minas. No Anel, ao todo, contando com dispositivos já existentes, serão 15 lombadas eletrônicas e três pardais.

A instalação dos radares é fruto da licitação que contratou a implantação de 2.696 equipamentos nas rodovias federais do país, sendo 410 em Minas Gerais.

Confira os locais onde serão instalados radares na BR-381:

(Clique na imagem para o tamanho real)

O BOM E O MAL ATENDIMENTO



Vejo o movimento de alguns blogueiros com reclamações pontuais sobre mal atendimento no comércio local. A reclamações procedem. Infelizmente ainda existem comerciantes e funcionários que parecem ter prazer em nos destratar.


Quando não querem nos empurrar seus produtos a qualquer custo, nos ignoram, como se não precisassem da gente. Que tal criarmos um selo de inqualidade para "agraciar" esses estabecimentos? Um selinho com um dedo indicador de cabeça pra baixo seria a logomarca ideal.

Mas também temos de reconhecer que existe o outro lado da moeda. Existem locais que primam pelo atendimento respeitoso e pela qualidade. Não vou citar nomes para não configurar propaganda, mas acho que as pessoas vão tirar suas conclusões. Vou citar 3 casos que aconteceram comigo. Há alguns meses estava doido pra comprar um notebook novo e comecei a namorar as lojas da cidade. Em algumas, houve tamanha agressividade por parte dos vendedores, que fiquei assustado. Mas em uma delas, os vendedores foram tão educados e preocupados com as minhas necessidades que me cativaram. A diferença é que eles não se esforçavam para me vender, mas para resolver meu problema. Depois de alguns dias de conversa eles me ligaram dizendo que encontraram o notebook sob medida para os meus objetivos. Acabei comprando o note dentro da faixa de preço que eu desejava e fiquei muito satisfeito. Eles não me venderam simplesmente. Me deram uma consultoria. Outra coisa que me conquistou é que a loja tem a filosofia de só vender produtos de procedência. Nada dos piratas chineses que nos matam de raiva. Eu tenho lá em casa um considerável cemitério de quinquilharias, de mp3 players, fones e outros aparelhos descartáveis ( o pior é que a gente nem tem tempo de descartar).


Outro local que me impressionou pelo atendimento foi uma papelaria que fica mais lá pra baixo da Getúlio Vargas, depois do Buffalo Bill. Já na chegada a gente sente que o lugar é diferente. Nada daquele monte de coisas empilhadas, ambiente apertado, poluição visual e atendimento despersonalizado. A gente chega e é atendido por meninas educadíssimas e o local é amplo, com todos os materiais dispostos de maneira organizada. Num local assim a gente compra com prazer. E querem saber da maior? Eles não cobram mais caro por causa do atendimento melhor. Os preços são mais ou menos os mesmos das concorrentes. Quer dizer, se as pessoas quiserem, dá pra atender bem. Pra finalizar esses cases sobre bom atendimento, quero contar uma história que aconteceu comigo. Aconteceu numa pizzaria que nem fica no centro da cidade, mas cujo atendimento é realmente surpreendente até para cidades como Belo Horizonte. Chegamos para comer e nos atendeu um garçon muito educado, que em primeiro lugar se colocou à disposição para qualquer coisa de que necessitássemos. O local era de uma limpeza, de um cuidado tão grande, que parecia ser cuidado por mulher. Mas o que mais me surpreendeu mesmo foi a atenção da casa para com os fumantes. Os garçons faziam a maior vigilia, disponibilizavam cinzeiros e ficavam de olho. Um detalhe aconteceu comigo e com meu amigo naquela ocasião. Ele é fumante a enquanto tomávamos uma cerveja e ele fumava seu cigarro, aconteceu de estarmos conversando e ele esquecer o cigarro aceso com uma grande cinza prestes a cair. Num certo momento ele percebeu e resolveu bater a cinza. Não é que o garçon surgiu do nada com o cinzeiro para pegar a cinza do meu amigo antes que sujasse o chão? Se alguém jogasse uma cinza longe dele, acho que pularia e faria uma ponte, que nem goleiro de futebol. As pizzas e batatas assadas de lá são realmente muito boas, mas pra mim, o que fez a diferença foi o atendimento.( Esse caso aconteceu há alguns anos atrás, mas achei interessante pra exemplificar o que chamo de bom atendimento. Imagino que nem seja mais permitido fumar lá, mas creio que a filosofia deve ter sido mantida). Não sei vocês, mas como consumidor logicamente levo o preço em consideração, mas topo até pagar um pouquinho a mais para ser bem atendido. Quanto aos que não atendem bem, selo de inqualidade neles.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

BR 381 - MENSAGEM DA ANA - ESPOSA DO PRESIDENTE DA AMEPI


Caro Marcos,

Não entrei em contato com você nem enviei releases pra toda a imprensa porque estou em BH desde o sábado, resolvendo alguns projetos na área cultural e meu tempo aqui, em frente ao computador, é bem restrito. E o edital FEC termina neste próximo dia 23.

Mas li agora à noite Cenários, dentre outros, e solidarizo-me com o sofrimento de mais uma família que perde seu ente querido nesta assassina 381.

Quero te dizer que a DeFato online citou apenas 2 prefeitos, o JMaria e João Izael. Mas na verdade hoje seguiram para Brasília cerca de 14 prefeitos, juntamente com o J.Maria. Inclusive o Gustavo, Saulo e João Galo Índio. Acabei de saber por telefone que as reuniões ( uma com o diretor geral do DNIT e outra com o ministro dos transportes, acompanhados de vários deputados e outras autoridades de Minas) foram um sucesso, graças a Deus. Amanhã, quando eles retornam, deve sair uma entrevista na Rádio Itatiaia, com o João G. Índio e J.Maria.

Todos estão muito confiantes, e este é apenas "mais um passo de vários que continuarão a ser dados, até conseguirmos alguma coisa concreta ou então vencer o nosso tempo" palavras do J.Maria. Outra notícia muito boa é que a Amepi se fortaleceu mais ainda com a adesão do Timbira (Sta. Bárbara), Abade (Barão de Cocais), Laura (Nova Era), que já assinaram suas respectivas vindas para a entidade. Até o João Galo Índio está com o pensamento firme de se associar. Então não faltará nenhum prefeito, todos os municípios do M.Piracicaba estarão filiados. Isso significa mais força para essa e outras lutas em prol de toda a nossa região.

Depois enviaremos release com detalhes do que está acontecendo.

Abraços,

Ana Maria

BR 381 - PRESIDENTE DA AMEPI EM BRASILIA

Acabo de saber através da DEFATO ONLINE, que o presidente da AMEPI e prefeito de Dom Silvério José Maria Repolês e o prefeito de Itabira, João Izael encontram-se em Brasília, onde tem audiência junto ao diretor do DNIT. Tomara que tragam boas notícias. Precisamos de informações fidedignas, de saber com certeza como será a duplicação e o cronograma. Será fundamental também que anotem todos os contatos, os emails do pessoal do DNIT para que possamos manter uma interação permanente. Quem sabe não consigamos através desses contatos viabilizar ações emergenciais antes da duplicação, tais como instalação de radares e pardais, sinalizadores e até mesmo outdoors educativos e de sensibilização.

Em tempo: um anônimo fez um comentário de que uma carreata de luto para BH não funcionaria, pois BH nõ manda nada. Pois é. Mas uma carreata para Brasilia seria economicamente inviável. De qualquer maneira, todas as idéias vem pra somar. Vamos continuar pensando e agindo juntos.

BR 381 - UMA MEGA CARREATA DE LUTO ATÉ BH

Já imaginaram que repercussão daria? Se conseguirmos mobilizar todos os municípios, teremos um movimento que poderá ser visto até da estação espacial. Corre o risco da turma de Brasília também ver.

BR 381 - IDÉIA QUE DEVE SER CONSIDERADA

No blog Pumdemônio tem uma idéia que deve ser considerada: de uma grande carreata fúnebre até a Assembléia Legislativa em Belo Horizonte. Os carros irão com alguma bandeira que simbolize o luto. Pode dar uma boa visibilidade sim. São muitas ações coordenadas que devem somar para que a BR nos ofereça segurança de ir e vir. Sugiro até a mudança do nome da BR depois. O número 381 é de amarga lembrança pra muita gente. (peguei a foto emprestada)

PELO AMOR DE DEUS, DESPOLITIZEM A 381

Caros políticos de todas as facções, todos os partidos, todos os interesses. Pelo menos uma vez na vida, deixem de lado as desavenças e pensem nas centenas de mortos e sequelados da BR 381. Pensem nas famílias dilaceradas. Pensem em tudo de ruim que essa BR tem trazido. Muitos de vocês podem e devem se empenhar de corpo e alma, mas não o fazem pelas velhas e sabidas picuinhas de sempre. Peço-lhes encarecidamente. Não deixem de ajudar porque fulano é do outro partido ou pensa e age de forma diferente. Tenham a grandeza de relevar todas as diferenças em nome de uma causa maior. Não dá mais aguentar as mesmas promessas repetidas a tantos anos, de que existe um plano, que agora vai, que está no planejamento para o ano. Sabemos que tudo que está planejado, que está no orçamento, pode ser adiado ou cancelado e é isso que tem sido feito através dos anos. Agora, se o governo chegar à conclusão de que não dá mesmo pra fazer, porque não entregar para a iniciativa privada, com pedágio e tudo?

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

BR 381 - RETOMANDO A LUTA

Estamos aturdidos, emocionalmente abalados, mas precisamos retomar os trabalhos em prol da Br 381. Não vamos nos deixar abater pelo sentimento de impotência. O que está combinado é que o Célio Lima vai entregar um dossié, um estudo que tem como objetivo municiar a AMEPI e os prefeitos para uma reunião em Brasília, quem sabe com a Dilma, na tentativa de sensibilizá-la a dar atenção para essa estrada assassina. O Prefeito Gustavo também já esteve em Brasilia e as conversas por lá também estão adiantadas para agendamento da tal reunião. Outros prefeitos da região também estiveram em Brasília esta semana e não temos noticias se também entraram no tema 381. Toda ajuda é bem vinda. No entanto, precisamos, além do Dossié, de termos um conjunto de ações, de idéias para uma discussão com o DNIT, com a Polícia Rodoviária, com o ministério dos transportes, com as cidades vizinhas de forma a propor ações imediatas e factíveis num curtíssimo prazo. Mas sinceramente, acho que estamos prosseguindo muito devagar. Continuo usando a 381 e morrendo de medo de também ter a vida interrompida por uma fatalidade que poderia ser evitada.

SOMOS TODOS CULPADOS!!!

Eu sei que muitos vão se eximir de culpas, vão dizer que fazem as suas partes, sei que muitos tem a consciência tranquila por dirigir direito, dentro da lei. Mas sejamos realistas: somos todos culpados pelas mortes na Rodovia maldita. Se os nossos políticos se omitem, se nem nos percebem, como elefantes que pisoteiam formigas, se não nos atendem, como se não fizéssemos parte do Brasil, se não nos ouvem como surdos fossem aos nossos clamores, temos também nossa culpa por não fazermos valer a nossa cidadania. Toda vez que morre alguém próximo nos indignamos e derramamos lágrimas vãs, pois não conseguimos transformar essa indignação em ações de resultado. Por que não cobramos dos deputados em que votamos? Por que as cidades não se articulam num esforço comum? Por que somos tão desconectados? Por que não juntamos uma multidão, uma enorme caravana subindo até Brasilia para um movimento de visibilidade na esplanada dos ministérios? Quem tal a igreja entrar no meio? Que tal uma missa, um grande culto ecumênico com todos os padres e pastores da região, paralisando a BR num dia de orações pelas vítimas da 381? Que tal shows com artistas da região, também buscando chamar a atenção do país para o nosso drama? Que tal começarmos a distribuir releases e matérias para a imprensa internacional? Será que o mundo sabe sobre a rodovia que mata mais que guerra? Pedimos encarecidamente aos que ainda não se engajaram, que se envolvam mais à partir de agora, que se apresentem de corpo e alma. Pedimos aos Tucanos que sejam menos belicosos, pelo menos no que diz respeito a 381, que parem de tentar botar a culpa no PT, afinal, a culpa é de todos . E pedimos também aos Petistas de Brasília que nem pensem em deixar de contemplar a 381 para não favorecer um estado governado pelos tucanos. Por isso, embora consternados, baqueados, paralisados com a passagem do nosso amigo Marcão, não podemos e não devemos cruzar os braços. Pelo amor de Deus! Não vamos esmorecer.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

BR 381 - LEVA MAIS UM AMIGO

A BR assassina leva mais um amigo.
Doi muito em mim, uma dor ínfima se comparada a dos familiares.
Quantas familias ainda terão de ser desfiguradas, meu Deus.
Até onde vai a falta de sensibilidade dos engravatados de Brasília?
Até quando irá essa nossa incapacidade de fazer valer os nossos direitos de cidadãos ?
Hoje foi um amigo. Amanhã pode ser qualquer um de nós.
Até quando, meu Deus?

BOM GOSTO É O MEU!


Bom gosto é o meu.
Parece arrogância,
mas é constatação.
Minha língua me diz
o que é agradável ao paladar.
Meus ouvidos sabem o que lhes agrada.
Meus olhos reconhecem a beleza.
Meu olfato aprecia bons perfumes.

Mas aí, veio o contraste.
Arranjei uma namorada
e ela não gostava de cebola.
Também não gostava de jazz.
Usava roupas estranhas
e detestava perfumes.
Ela deu um cheque
no bom gosto
que eu pensava que tinha.

Ela gostava de comida japonesa,
de bossa nova,
de alta costura
e de um incenso suave
de vez em quando.

Pensei comigo:
- Meu Deus, meu bom gosto era falso!
Fui me moldando ao bom gosto dela
e deixei o meu guardado
numa gaveta qualquer.

Dizem que o gosto
vai mudando com o tempo.
Vamos acumulando milhas e refinando.
Depois de aprender muita coisa no convívio,
de estudar por anos a fio,
acontece até de nos lapidarmos
e do nosso bom gosto ficar...
sei lá...
internacional.

Também acontece diferente.
Muitas vezes a pessoa
fica rica
da noite pro dia,
mas continua com o gosto
popularesco,
comprando aparelho de som de ponta
pra ouvir
Axé, Funk ou Sertanejo.

O menu do novo rico
será ainda de peão.
Churrasco, cerveja e cachaça.
Qualquer coisa faz lipo
e volta pra mesa.
São pessoas que detestam poesia
ou algum tipo de intelectualismo.

É um problema!
Quanto mais evoluímos,
quanto mais nos informamos,
quando mais nos aprofundamos
nas verdades do mundo,
mais nos afastamos
do gosto comum.

E se dissermos que não apreciamos
música sertaneja
ou outro gênero,
quem aprecia vai dizer
que temos mal gosto.

Mas é isso mesmo!
Tudo normal!
Mas de uma coisa eu tenho certeza:
bom gosto é o meu!

ULTRAPASSAGEM PERIGOSA - COLISÃO FRONTAL

Cheguei ao restaurante self-service mais ou menos as 12:45 e a fila estava enorme. Pacientemente, me postei no final da fila e fiquei aguardando que a mesma andasse. O problema é que havia uma grande retenção na hora de servir o churrasco. As pessoas chegavam próximas ao churrasqueiro e tinham dúvidas de qual carne pedir. A somatória dessa dúvida gerava a demora da fila. Tudo caminhava até relativamente bem, até que chegou atrás de mim um senhor gordão, todo suado e com cara de nervosismo e impaciência. Foi chegando e reclamando alto que a fila não andava e gerando o maior stress. Não satisfeito, a cada pessoa que andava na fila, ele dava um passo á frente, me dando um pequeno empurrão. Como eu não estava com tanta pressa assim, falei pra ele que se quisesse passar na frente não haveria problema. Fiquei mais à direita e ele ultrapassou mesmo. Só que o stress não diminuiu. Ele começou a importunar quem estava na frente. Ora insinuava ultrapassagem pela esquerda, ora pela direita. A senhora que estava à frente olhava para trás com cara fechada, mas ele não desistia. Enquanto isso, a retenção continuava no churrasco. Nosso nervoso senhor queria que queria ultrapassar. Foi ai que surgiu uma oportunidade. Enquanto a senhora se distraiu servindo uma salada, o apressado amigo se aventurou numa ultrapassagem arriscada. Já que não gostava mesmo de verduras e leguminosas, foi passando de passagem. Só que foi ai que aconteceu um desastre. Uma pessoa que não gostava de carne, no mesmo momento resolveu sair da fila do churrasco e foi bater de frente com nosso amigo. Foi uma batida feia. Os pratos dos dois foram se espatifar no chão e voou comida pra todo lado. Todos olhavam atônitos para a cena, mas ninguém tinha coragem para intervir. O moço que não era carnívoro, mais calmo, procurava alguém da casa para providenciar a limpeza do local. O gordão, indignado, acusava o outro pelo acidente. A senhora que havia sido ultrapassada retrucou, dizendo que a culpa era do obeso senhor. " O senhor tá quem nem aqueles caminhões na estrada, que acham que podem passar por cima dos carros pequenos". O dono do restaurante, serviu suco de maracujá para o gordão e pediu calma . Ao final, alguém sugeriu a instalação de câmaras, pardaizinhos e redutores de velocidade.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

BOTA FOGO ( PIROMANIA )

Seja no meio rural, seja na zona urbana, incrível como o pessoal gosta de queimar coisas. Pelo menos aqui perto de onde moro, vira que mexe tem alguém botando fogo em pneus, coisas velhas, mato, seja o que for. Quando está ventando, até passa, pois a fumaça se espalha. Mas de sábado para domingo, passamos por uma situação inusitada. Acordamos de madrugada com a casa toda enfumaça. Quando fui até a janela, notei que havia muita fumaça lá fora também. Parecia serração, mas era combustão mesmo e o ar estava irrespirável. Minha esposa, que é alérgica ficou com falta de ar. É que alguém colocou fogo em entulhos ali próximo a Igreja Sagrado Coração de Jesus e como na hora não estava ventando, a fumaça ficou em suspensão. Da minha janela, dava pra ver as labaredas de fogo no meio da fumaçada. Depois de algum tempo, não sei se alguém reclamou, mas apagaram o fogo. A fumaça se dissipou depois de algum tempo. Dizem que existe uma doença chamada piromania, que é a compulsão em queimar qualquer coisa. Pois tem muita gente aqui em nossa cidade que sofre desse mal. Pelo que posso perceber, essa não foi nem a primeira nem será a última vez que fazem algo parecido. Nem sei a quem recorrer em casos como esse. Só sei que estou tossindo até agora.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

LIBERTADORES É O QUE IMPORTA

A torcida do Cruzeiro quer é a Libertadores. Isso é um fato incontestável.O campeonato mineiro é um treino de luxo para o time. De qualquer maneira, ganhar do atlético é mais que um obrigação pra qualquer cruzeirense. Mas abusamos do direito de perder gols mais uma vez e quem não faz...leva. Essa máxima vale até para futebol de botão. Foram duas bolas na trave, várias bolas que cruzaram a área e nenhum pezinho pra desviar pra dentro, além das defesas milagrosas do goleirinho deles. Ficou claro que não temos zaga de responsa nem atacante finalizador. Não acho que o Leandro Guerreiro tenha ido tão mal. Talvez tenha se posicionado mal em algumas situações, mas foi um bom líbero. O problema mesmo foi a zaga. O Atlético atacou pouco e fez 4 gols. Da outra vez foi Obination e agora o Tardeli.Venceu o mais eficiente. Vamos chorar a semana inteira aquele pênalti do empate, que foi realmente duvidoso. O Cruzeiro tem dado azar com esse tipo de lance. Teve outro com um atacante cruzeirense no segundo tempo que teve muito mais pinta de pênalti, embora também não tivesse sido. Mas não adianta chorar. Agora já foi. O Fábio foi o de sempre. Pablo é mais ou menos. A Zaga esteve muito mal. Diego Renan razoável. O Atlético armava tudo do seu lado no primeiro tempo. Depois teve o Guerreiro que foi razoável na estréia, Henrique, mais uma vez muito bem, Gilberto, que ficou devendo futebol, Montillo, que jogou muito bem, Thiago Ribeiro , mais apagado e Wellington Paulista, fazendo um e perdendo 20. Quanto ao Atlético, eles acharam um goleiro bom, tem dois bons zagueiros hoje, tem o Tardelli, que cairia muito bem é no nosso ataque e acabou por aí. Pelo menos essa derrota não representa muita coisa em termos do mineiro e com a entrada do Vitorino na defesa, pode melhorar bastante. Mas ainda assim, vai faltar um matador lá na frente. Wellington Paulista já passou de hora de se tornar um bom reserva.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

ÓIA A INTRIGA !!!


Enquanto isso, numa praça da cidade

- ÓIA A INTRIGA...ÓIA A INTRIGA...
- MEU SENHOR....MAS O QUE É ISSO QUE VOCÊ ESTÁ VENDENDO AÍ?
- UAI...EU TÔ VENDENDO BISCOITO PORVILHO E INTRIGA.
- DEIXA EU VER ESSA INTRIGA...
- TÁ BOA MESMO VIU, TÁ DANDO O MAIOR IBOPE.
- QUANTO É?
- NÉ NADA NÃO. PRO SENHOR É DE GRAÇA, PRA VIRAR FREGUÊS.
- ENTÃO TÁ. MUITO OBRIGADO.
- EU É QUE AGRADEÇO.
- UHN...BOM HEIN???
- BOM E DÁ RESULTADO RÁPIDO.
- RESULTADO RÁPIDO? MAS PERAÍ,,,DE REPENTE MINHA BARRIGA COMEÇOU A REVIRAR.
- JÁ TÁ FAZENDO EFEITO
- MAS QUER DIZER ENTÃO QUE A INTRIGA TÁ ENVENENADA?
- MAS É ÓBVIO, VOCÊ ENGOLIU FOI A INTRIGA DA OPOSIÇÃO ...

Rá - rá - rá - rá - etc, etc, etc ( Risada de bruxa ).

OBS - Em diversas cidades do interior faz-se um biscoito de polvilho menorzinho, porém que quebra na boca. Que quebra, não! Que derrete! Em algumas cidades este biscoito é chamado de intriga. Ai a gente põe a imaginação pra tentar decifrar o que gerou esse "apelido".