segunda-feira, 18 de setembro de 2017

FIM DO MUNDO CONFIRMADO...


- Estou vendendo tudo e indo pra Noronha,
- Que beleza. Fazendo turismo?
- Não. Escapando do fim do mundo.
- Mas como assim?
- Não viu a notícia? O mundo vai arrasar no dia 23.
- Ah...não caia nessa. Já disseram que ia arrasar um monte de vezes e nada...
- Mas dessa vez tem um fato novo. Tem vários furacões, terremotos, tsunamis, Temer, Lula querendo voltar.O trem tá feio.
- Calma, sô. Vai arrasar não.
- Como vc tem certeza?
- Certeza eu não tenho. Mas comprei o ingresso pra ver o Cruzeirão contra o Flamengo ganhando mais uma taça. Sacanagem acabar antes.
- É...mas infelizmente a data marcada é dia 23. Mas o Cruzeiro já tem títulos demais.
- É. Mas o mundo não vai arrasar agora não. Não tem nem sinal de meteoro ou de outro fenômeno interplanetário.
- Tem sim. Dizem que um planeta invisível Nibiru vai bater contra a terra.
- E vc acredita nisso? Mesmo que fosse invisível, seria captado pelos radares. Isso é conversa.
- Ah...se arrasar ou não...amanhã estou indo pra Noronha.
- Mas você nem tirou férias. Vai perder seu emprego.
- Besteira.De que vai adiantar emprego se o mundo acabar?
- Ah é? E se o mundo não acabar?
- Vou deixar pra pensar nisso depois...
- Vc é doido mesmo hein? Como pode um homem velho tão sem juízo? E se o mundo não arrasar?
- Mas o mundo precisa arrasar..
- Vira essa boca pra lá, rapaz. Pense na sua família,  seus amigos, seus parentes...
- Eu penso é nos financiamentos que eu tenho de pagar, na retração do mercado, nos bancos, no SERASA, nos cobradores que ficam no meu pé noite e dia. Se o mundo acabar somem esses problemas todos. Imagine o alivio?

terça-feira, 8 de agosto de 2017

O BRASIL TÁ MUDANDO ?


Enquanto isso naquele buteco...

- Serve uma branquinha dupla aí, Alfredo, que eu tô p da vida com esse país de m*.
- Mas que isso, amigo. Por que essa raiva do Brasil?
- Ah...nós só temos ladrões. Esses políticos não fazem nada a não ser roubar.
- Que isso, companheiro. O Brasil tá mudando.
- Mas tá mudando como?
- Uai. Não viu o tanto de prefeito que tá caindo por corrupção? A partir de agora, eles vão ter de pensar duas vezes antes de agir errado.
- Ah...mas você não vê esse povo ser preso...põe mais uma aí, Alfredo.
- Vê sim. Vc não viu os vereadores que foram presos aqui pertinho? Quase todos os vereadores foram detidos. O bicho tá pegando...
- Ah...mas não adianta. Lá em cima eles vão continuar roubando...
- É, mas já tem muitos graúdos caindo também. Tem muitos deputados presos, tem senadores. O trem tá feio pra eles.
- É. Mas a maioria dos ratos ainda estão soltos. É neguinho com dinheiro na cueca, é mala de dinheiro, helicópteros de cocaína. Eu não tenho esperança no Brasil. Põe mais uma aí, Alfredo.
- Estão soltos mas as ratoeiras estão sendo armadas pra todo lado. Os corruptos estão tremendo, sô. O Brasil tá mudando.
- Mas não adianta. Esse povo roubou tanto que a economia tornou-se irrecuperável. Os preços subindo e o povo desempregado.
- Ah...mas já começou a melhorar. Os índices vem num crescendo e até a indústria já está voltando a produzir.
- Põe mais uma aí, Alfredo. Olha meu amigo. A saúde tá um caos, a educação tá morrendo, a segurança pública tá falida, faltando dinheiro pra tudo. Como você pode ser tão otimista?
- Uai. Se o pessoal lá de cima for impedido de roubar, se trancarem o cofre, vai sobrar mais dinheiro pro povo cá de baixo.
- Alfredo (hic)...bota mais uma...olha aqui...você tá até parecendo que é do PMDB.Tá achando bom? Vai dormir com o vampiro. E deixe a Marcela pra mim.
- Você é que tá pessimista demais. Precisa gostar mais do Brasil
- Brasil? Aquele país que era verde amarelo? Hoje é vermelho de sangue e corrupção. Ô Alfredo, me serve a saidera...mas dupla...metade é pro santo.
- Ahá!!!
- Ahá o que?
- Fazendo um agrado pro santo?
- E o que tem?
- Isso é corrupção espiritual.Tentanto corromper o pobre santim pra ver se ele alivia a sua barra. Isso é pecado mortal viu? Vai arder no mármore do inferno.
- Pensando bem, vc tem razão. Não vou mais corromper o santo. Além do mais, é desperdício de cachaça. Nunca mais vou fazer isso.
- Tá vendo?
- Vendo o que, companheiro?
- O Brasil tá mudando...

quarta-feira, 26 de julho de 2017

PIRATARIA, PLÁGIOS, COVERS E PARÓDIAS...

O Plágio acontece quando algúém copia parte considerável de uma música, de forma voluntária ou deliberada. Existem casos famosos de plágios na música. Uma das mais célebres foi do cantor escocês Rod Stewart, que plagiou a música "Taj Mahal" do Jorge Ben Jor pra fazer o megahit "Da ya Think I'm sexy".
Na época Stewart admitiu que pode ter se inspirado na música de Benjor, pois sempre ouvia música brasileira. Pagou pelo processo de plágio e reverteu o dinheiro para causa humanitária e ficou tudo bem. 


NOSSA SENHORA APARECIDA e DO ROSÁRIO

Existem também apropriações pouco comentadas por causa do respeito religioso. A música tema de "Nossa Senhora Aparecida" foi adaptada em diversas cidades, inclusive na minha Alvinópolis. Foi adaptada para N. S do Rosário e virou até Hino da cidade.



COVERS, TUDO BEM...

Desde os bailes de antes de antigamente existem conjuntos e bandas que tocam os sucessos dos grandes artistas populares. A maioria procura tocar o mais próximo possível dos originais. 

COLAGENS TAMBÉM

O RAP,o HIP HOP, são gêneros que abusam de colagens, que utilizam samplers, trechos de músicas de outras inseridos na batida, criando uma música mosaico, híbrida, borg. 


PARÓDIAS, VÁ LÁ...

Parece que os artistas não se importam. É muito raro alguém reclamar. Fiquei sabendo que há pouco tempo o Humberto Guessinger do Engenheiros mandou que tirassem do ar uma paródia feita com uma música deles em uma rádio jovem de uma capital. Mas na maioria das vezes o pessoal até gosta, pois acaba dando um up na versão original.

MAS PIRATEAR JINGLE É FEIO

O sujeito pegar uma criação sua e refazer, sem dar a mínima satisfação é pirataria. É errado por parte de quem copia e também por parte de quem contrata. Muitas vezes é o próprio cliente que pede pro arranjador "eu quero só que vc dê uma atualização, pois gosto do jingle antigo". Só que tem os direitos autorais. Eu faço jingles há anos. Quando o cliente quer obter a propriedade intelectual da obra não tem problema nenhum. Em algumas situações, já cedi os direitos de forma definitiva para alguns clientes, mediante negociação e pagamento, tudo na forma legal, oficial, documentada e tudo. Vamos trabalhar com ética, pessoal. Não vamos furar os olhos dos companheiros. Isso vale para os clientes também... 

terça-feira, 23 de maio de 2017

A RENÚNCIA

Enquanto isso naquela reunião de cúpula

- E aí? Todo mundo já chegou?
- Todos estão aí...
- Então muito bem. Eu queria comunicar para vocês, que vou renunciar ao cargo. 
- Mas presidente. O que é isso? O senhor não pode fazer isso. Não é justo.
- Eu refleti muito. Não tem mais clima, estou deixando a minha mulher em casa sozinha, vai que o Ricardão aparece...
- Olha. Faz o seguinte. Vá pra Fernando de Noronha uns dias pra espairecer, leve a esposa...enquanto isso a gente toma conta do queijo, quer dizer...da política, né? Dessa crise que não acaba.
- Nada disso. Eu vou passar a presidência para o meu vice.
- Pra mim? Nem pensar. Eu estou impedido. Tenho 380 processos contra mim.
- Ah é? Então vc, ministra do supremo?
- Eu? De jeito nenhum. Eu não me sinto em condições de assumir tamanha responsabilidade.
- Então vai um dos outros ministros do supremo?
- Sr. Presidente. Nós já conversamos sobre isso. Nós todos temos culpa no cartório. Tem de ir o senhor mesmo.
- Sr presidente do senado?
- A Lava gato me pegou...
- Quer saber uma coisa. Me passem o telefone...
- Mas presidente. O sr vai ligar pra quem?
- Alô...é o barbudo? Como é que tá? Aqui...vc tá querendo a presidencia né? Vamos fazer o seguinte. Vamos aprovar essa diretas já de uma vez, você assume e leva procê.
- Espere companheiro. Não é bem assim. Não é o momento de pegar. Vou esperar você fazer as reformas primeiro aí vc fica como vilão e eu chego como mocinho. (Tu...tu...tu...tu...caiu a ligação).
- Já sei...vou ligar pra ela...ô minha presidenta. Eu fiz aquela malcriação...aquele golpezinho...mas tô arrependido. Quer pegar de volta? Hein? Tá dando palestra num hotel em porto rico? Tomando Amarulla? Ah que pena. Tá bom então. Tchau querida...
- E aí presidente?
- Última tentativa...alô...e aí? Olha...eu tô pensando em renunciar a presidência mas ninguém quer pegar. Você topa? Topa mesmo? Viva...até que enfim...
- Sr Presidente? Quem topou?
- O Tiririca... 


segunda-feira, 15 de maio de 2017

DENTE CADENTE


Enquanto isso naquele bar das paqueras ... uma recém separada investia sobre um tímido no balcão.

- Olá. Posso beber ao seu lado?
- Claro.
- Vc vem sempre aqui?
- Sim. Gosto de beber aqui, sempre venho sim.
- Procurando alguém?
- Não exatamente...venho pra beber e pensar na vida.
- Mas num bar como esse?
- Nesse bar vem pessoas pra beber por que perderam o amor, outros procurando outro amor.
- E qual é o seu caso?
- Minha situação é pior. É um problema de infância que nunca consegui resolver.
- Mas não é possível.Vc também é viado?
- Não. De jeito nenhum. Eu pareço um ?
- Mas hoje em dia não precisa parecer mais. Antigamente eles eram efeminados né? Hoje em dia costumam parecer másculos...mais até do que alguns que realmente são. É uma confusão.
- Mas não é o meu caso. O que você está bebendo?
- Vodka pura. Eu quero ficar de foguinho rápido.
- Sei. Mas qual é o seu caso.
- Pois é. Meu marido me largou por causa de um rapaz. Acredita? E eu não desconfiava de nada. Mudou-se com ele para Macacos. Pelo menos continua pagando minha pensão.
- Puxa. Mas você bebeu quase um copo de uma vez. Assim vai passar mal.
- Eu quero é esquecer. Mas me diga aí. Qual é o seu problema?
- Uhn. Não sei não. Acho que vc vai sair correndo daqui quando souber...
- O que foi? Tem alguma doença grave contagiosa?
- Não. Eu tenho é dente cadente.
- Mas o que é isso?
- É o seguinte. Quando adolescente eu levei um tombo de bicicleta e quebrei os dois dentes da frente. O dentista colocou dentes postiços pra mim, mas eles sempre caem nas situações mais inusitadas.
- Ah...mas isso é motivo pra se isolar do mundo?
- Eu não quero passar mais vergonha. Viu aquele caso do ministro cujo dente caiu na hora que ele estava falando? Puxa...outro copo de vodka?
- Olha...quer saber de uma coisa?
- Já sei...vai me deixar sozinho aqui né? Eu já esperava. Fique à vontade.
- Não...eu vou fazer outra coisa...
( E lascou um beijo na boca do moço. E ele que estava na seca há muito tempo correspondeu com entusiasmo. Foi um beijo de 10 minutos)
- Puxa, vc me surpreendeu.
- Nossa...eu engoli o seu chicletes...espera aí...você está banguelo...ahhhhhhhhhhhhhhh !!!!

segunda-feira, 8 de maio de 2017

SUPER JEAN

Enquanto isso naquela escola, o professor iniciava a sua aula de filosofia...

- Hoje eu quero provocar vocês. Eu quero saber quem é o maior herói da nossa cidade. Alguém sabe me dizer o nome dele? Hein? Luizinho levantou a mão! Sabe quem é?
- O Vinícius Araujo?
- Não. Não é o Vinícius Araújo. Ele inclusive anda meio sumido. Quem mais quer arriscar?
- Eu...
- Viviane...pra você quem é o nosso herói?
- O soldado Otávio.
- Mas quem é esse soldado Otávio?
- Um guardinha que salvou o meu gato que tinha subido no poste de luz. Ele foi muito corajoso. Podia ter morrido esturricado. E até que ele era um gato também....
- Olha Viviane. Os policiais são heróis mesmo, mas não é dele que estou falando. Mais alguém quer arriscar?
- Professor...eu sei de quem o sr está falando. É do Jean, não é?
- Até que enfim. Agora diga para os seus colegas quem é o Jean.
- Jean é o cara que traz uns games irados pra gente dos Estados Unidos. Gente boa ele viu.
- Você está de brincadeira né?
- Uai. Achei que tinha acertado. Não é ele?
- Quase. Vou lhe dar mais uma chance.
- Já sei...JEAN foi o cara que inventou a calça JEANS.
(risos gerais)
- Minha nossa senhora. Vou dar uma pista pra vocês. Qual é o nome da nossa cidade?
TODA SALA FALOU JUNTO:
- João Monlevade.
- E agora...pra vocês quem é o nosso principal herói?
E TODA A SALA FALOU JUNTO NOVAMENTE: JOÃO MONLEVADE
- Ufa. Até que enfim. Só que o nome dele era JEAN. Os brasileiros da época é que adaptaram, assim Jean virou João.
- Puxa professor. Mas por que ele foi herói?
- Uai. Ele saiu da França há 200 anos atrás pra fundar a Belgo Mineira e a nossa cidade. Se não fosse por ele, não estaríamos aqui.
- Mas ele tinha algum super poder? Onde já se viu herói sem super poder?
- Sim. Ele tinha super inteligência, super persistência e super visão de futuro.
- Que nem o Scoth dos Xmen com sua visão de raio laser?
- Muito maior...a visão dele atravessou dois séculos e chegou até os dias de hoje.
- Mas tem HQ com a história dele? Tem série pra gente ver?
- Ainda não. Mas, esperamos que a cidade comemore com muita festa, pois não é qualquer lugar que tem um herói tão importante.
- Mas professor. Se ele era mesmo um herói, usava capa? Podia voar?
- Não. Era um herói de carne, osso e atitude. Mas suas ações foram tão marcantes que influenciaram o futuro de uma região inteira.
- Puxa professor. Que maneiro. Que bom que temos um herói.
- Pois é, meus queridos. Os orientais veneram seus antepassados e honram seus exemplos. Espero que vocês tenham gostado da aula. Tomara que instalem o espírito do Jean no coração de vocês.  
- Professor...professor...nós estamos pensando em criar um HQ. Sabe qual vai ser o nome?
E DISSERAM JUNTOS:

- SUPER JEAN...

segunda-feira, 24 de abril de 2017

CACHAÇA EMPREENDEDORA


Aqueles  aposentados saem todas as manhãs pra comprar pão, mas param num boteco pra tomar umas cagibrinas.

- Ô, lasqueira! Cachaça ruim essa hein baianim?. Desce que nem gato nervoso de perna aberta.
- Por 10 centavos queria o que? Muito barata...
- E deve ser feita de barata mesmo.
- Vc reclama demais. E aí Afonsim? Já comprou o pãozim?
- Vou só acabar de ver o esporte e vou lá levar pra muié. Ela tem de pegar serviço...
- Ô Betão. Que coisa hein? Nós aqui abandonados, sem nada pra fazer...ô baianim...serve mais uma aí...
- Eu discordo. A gente tem nossa utilidade. Eu saio, compro pãozim, compro as coisas pra fazer almoço, limpo a casa...
- Que destino hein? Dono de casa! Depois de trabalhar mais de 50 anos virou mulherzinha...
- Peraí. Assim vc tá me ofendendo. 
- Calma, sô. Só brincadeira. Eu é que tô entediado. Vontade de montar um negocim pra passar o tempo. Serve mais uma pro amigo aqui, Baianim.
- Por que você não abre um negócio pela internet?
- Abrir o negócio pela internet? Tá me estranhando? Abrir o negócio é pra vocês que são mais mudernos. Meu negócio é fechado e eu não abro pra ninguém.
- Eu tô falando sério. Hoje em dia o bicho tá pegando é na internet...mais uma baianinho.
- Tá bom então, seu sabichão. O que nós podemos fazer pra ganhar dinheiro pela internet.
- Sei lá...que tal um serviço de entregas de flores ? 
- Ah...não sei não...acho que o pessoal não tá muito romântico mais não. Não dá certo.
- Já sei...vamos criar uma funerária virtual. Tem muita gente morrendo. A gente resolve tudo pela internet. Se bobear até enterra, contrata figurantes pro velório e tudo. Desce mais uma, Baianim.
- Não dá. As funerárias já estão fazendo isso...
- Tive uma ideia boa. Vamos montar um Partido Político Virtual...o PPV. Vai ser um sucesso. Não vai ter comícios físicos, só virtuais. Não vamos gastar com papel, atitude sustentável. Nós mesmos de candidatos. Que tal?
- É um caso a pensar. Mas teremos de conseguir milhões de assinaturas.
- Mais uma, Baianim.Vai dar muito trabalho né?
- Isso vai. Melhor pensarmos em algo mais simples.
- Já sei. Que tal um serviço de acompanhantes da terceira idade?
- Como assim?
- Veja só - serve mais uma baianim -Tem muitas pessoas que são sozinhas, que não tem com quem conversar. Você  oferece seu serviço de amigo temporário.
- E se a pessoa quiser algo mais?
- Ai a gente cobra à parte.
- É isso que eles chamam de empreendedorismo né?
- Isso tá me cheirando a semvergonhice.
- Larga de ser pudento, home. Hoje é tudo prestação de serviços.
- Não sei não...mas deixa eu ir embora pois tá na hora de levar o pãozim senão a patroa me mata...
- Mas e os nossos planos?
- Amanhã nós continuamos...
- Desce a saideira então...baianim.
- Outra uma pra mim também...e me traz  um halls, uma bala icekiss e dois chicletes de caixinha...