sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

RESPEITE OS MAIS NOVOS!



Enquanto isso naquele trem...um senhor tentava puxar papo com um jovem...

- Trens mais confortáveis né? Tem lugar de recarregar celular.
- ...
- Falta só wi-fi.
- Minha operadora pega aqui.
- Ah é? Legal. Mas eu prefiro ler um livro. Vc não tem vontade?
- De que?
- De ler um livro.
- Eu não. Eu leio tudo no meu I phone.
- Ah...mas não é a mesma coisa. O livro vc pega, pode manusear..
- E destrói florestas, cria montanhas de lixo.
- Mas na internet vc não pode se aprofundar...
- E quem falou isso?  Eu tava lendo uma forfics muito legal agora.
- Forfics? O que é isso?
- Tá vendo? Vc está me criticando e nem sabe o que é forfic.
- Não sei mesmo. Me explique, por favor.
- São histórias que os jovens publicam na internet. Tem algumas muito legais. E o pessoal ganha dinheiro.
- Não sei não. Não tem profundidade. Isso não é literatura.
- Literatura? Pra que serve a literatura?
- Essa geração tá perdida mesmo, viu. Então você não acha importante a poesia, os clássicos, as memórias...a história, filosofia.
-Olha. Isso são coisas da geração analógica de vocês.  O pessoal de agora quando quer saber consulta o google ou o wikkipedia e resolve. Não precisa ficar decorando tudo.
- Ah...não sei não. Acho que vcs perderam a conexão com a natureza. Só ficam nesse mundinho fechado dos smartphones.
- De jeito nenhum. Estou indo pra roça e vou curtir do mesmo jeito, vou pisar no chão descalço tomar banho de rio, tocar uma viola.Mas onde vou estar tem wifi. Se não fosse assim eu não iria
- Tá vendo?
- Mas qual o problema? A internet pode ser benéfica, tem GPS, pode ajudar até na roça
- E música? O que vcs tem ouvido? Rock? Sertanejo?
- Eu gosto de HipHop. Gosto das letras, dizem coisas legais. Nas festas aceito o que rolar. Não gosto desses rock antigos. Muito machistas.
- Vc é gay?
- Não. Por que a pergunta?
- Por ser contra os machistas.
- Por que eu acho babaca.
- E religião? Tem alguma?
- Acredito em Deus e é só. Mas não sei quem é, como é, não gosto das coisas todas que criaram a vida inteira sobre ele.  Gosto de meditar pra me conectar e pronto.
- Religião self-service. Só faltava essa. Vc monta um Deus como se fosse lego.
- Gostei da comparação. Um Deus lego. Vou postar no twitter...
- Vc não tem medo de Deus? Desrespeita assim?
- Desrespeitar qual Deus? Deus é acima de tudo criação, imaginação.
- Só faltava essa...
- O que?
- Eu não acredito que tô levando uma lição de moral de um rapazote.
- Calma, sô. Na verdade sou muito mais velho que vc. Tenho 1470 anos. Sou uma alma antiga.
- Sua imaginação tá muito turbinada. Anda fumando maconha estragada?
- Não gosto de maconha. Prefiro café.
- Você agora é que tá me desrespeitando.  Não aprendeu a respeitar os mais velhos?
- Não estou brincando não. Vc sabe a idade da sua alma?
- Olha minha estação está chegando. Pense no que estou falando. Respeite os mais velhos.
- Agradeço e também quero lhe dar uma dica preciosa...
- E qual é?
- Respeite os mais novos!


O menino Jesus pregando aos doutores

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

SABEDORIA POLÍTICA COMO CAMINHO ÚNICO - José Santana de Vasconcellos

José Santana de Vasconcellos
Para vencer a crise que passou a atormentá-lo no últimos anos, o Brasil e os governadores eleitos precisam reencontrar com a maior urgência o caminho da sabedoria política. Vamos a  exemplos que nos foram legados por dois dos maiores mineiros de todos os tempos: o ex-presidente Juscelino Kubitschek e o ex-governador e Ministro Milton Campos. 
Juscelino e Santana
Após ter os seus direitos políticos suspensos e exilado no exterior pelo regime militar, Juscelino veio a Belo Horizonte pela primeira vez dois anos depois, para participar do enterro de Dona Naná, sua única irmã. Corria o inicio do Governo Israel Pinheiro (de quem fui assessor e responsável pelo Gabinete), Ele venceu nas urnas o candidato apoiado pelo então governador Magalhães Pinto, considerado o líder civil da revolução de 1964. O inesquecível ex-presidente pediu-me que o levasse à casa de um amigo e, no trajeto, perguntou-me sobre a situação do Estado. Falei-lhe sobre as imensas dificuldades que o Governo do Dr. Israel estava enfrentando. Seu comentário veio carregado de sabedora política: “Santana, nós só ganhamos a eleição porque o governo anterior foi ruim. Se tivesse sido bom nós não teríamos vencido. Ficar reclamando da situação não resolve nada. Agora, é montar uma eficiente equipe de trabalho, porque os executores de qualquer obra administrativa são importantíssimos. E, logicamente, acionar a imaginação criadora de quem comanda”.


Milton Campos
O outro fato envolve o nosso saudoso Dr. Milton Campos, quando lhe perguntaram sobre quem era mais importante numa ação de governo, se o técnico ou politico. A resposta do Dr. Milton representa uma lição de sensibilidade para os dias atuais: “O técnico pode até ter o saber, mas é o politico quem tem a sabedoria”. 
Vamos, sem perda de tempo, adotar como patriótica ordem de serviço, os sábios ensinamentos destes dois expoentes da história politica brasileira.


A imprensa, a classe politica e todos nós, deveríamos dar um prazo aos novos dirigentes, 
o normal seria 90 (noventa) dias 
para se organizarem.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

A CULTURA EM 3 FÁBULAS

A cigarra e a formiga.
Há muito tempo atrás questionei um ex-prefeito sobre premiação em um festival de música. E o prefeito na época me disse: " - isso não é obrigação da prefeitura.  Prefeitura tem de cuidar das obras que a cidade precisa, da saúde e da educação. O resto, o povo que se vire".  Eu na época fiquei "P" da vida. Sempre fui entusiasta da cultura e fico inventando moda pra ver se viabilizo eventos vitrine, onde os artistas possam expor sua arte. Mas pelo que vejo da opinião da maioria das pessoas, tem muita, mas muita gente mesmo que concorda com a afirmação desse ex-prefeito.  Cultura é algo que a prefeitura pode fazer quando sobrar dinheiro. Algumas prefeituras até constituíram fundações e secretarias de cultura. Quando o prefeito que entra aprecia e compreende a arte, costuma destinar verbas e promover eventos legais. Mas na primeira crise, qual é a área que é cortada primeiro? É claro que é a cultura.É um espécie de PATINHO FEIO das administrações. 
A cultura é o patinho feio das administrações
E pra completar o drama, na hora da distribuição de cargos nos governos, ninguém quer pegar a cultura. Sabem por que né? Claro que é por causa do orçamento anão. E mesmo assim, na hora de cortar é a primeira área a ser tesourada. Então é aquela ultima vaga que é dada a um companheiro quase sempre não vocacionado que não tem mínima sensibilidade e não conhece a dor de ser artista. E digo isso não com desânimo ou qualquer ressentimento. Muito pelo contrário. Os desafios me movem. Mas precisamos encarar a realidade como ela é. A velha fábula da FORMIGA E DA CIGARRA parece um looping infinito. As pessoas não encaram os artistas como trabalhadores, como pessoas que precisam se esmerar e estudar muito para serem bons profissionais. Ainda são vistos com olhos preconceituosos. Muitas vezes quando em uma casa um dos filhos tem inclinações artísticas, o pai fica contrariado e pensa: - Ó Deus. Por que ele não nasceu com vocação pra dentista, advogado, profissões que dão dinheiro.  

Dom Quixote contra os moinhos e cabeças de vento.
Eu não queria ter um vagabundo em casa. Vai ser mais um DOM QUIXOTE nesse mundo lutando contra os moinhos de vento. Mas por que estou escrevendo um  texto pessimista desse jeito? Apenas pra dar um choque de realidade e pra voltar na frase lá de cima " Prefeitura não tem obrigação de fazer cultura".  Pode acontecer da prefeitura apoiar em um mandato ou outro. Mas quase nunca tem sustentabilidade. O ideal é o pessoal da cultura se unir, se organizar em associações e fundações, pensar, planejar e não ficar esperando que a prefeitura faça tudo. Podem até buscar parcerias das prefeituras, que são muito bem vindas.  Como eu citei no texto aí pra trás, em alguns mandatos aparecem gestores que gostam de literatura, de música, das memórias, da cultura da cidade e acham fundamental e até vêem como fator econômico e turístico. Mas e quando o prefeito só vê o mundo pela ótica do pragmatismo capitalista e acha que prefeitura é só obra, obra e obra? E quanto pintar uma crise e a verba for praticamente extinta? Então, meus camaradas colegas que gostam desse tema tão vital e tão "dispensável" para tantos. Se quisermos arte e cultura, tratemos de fazer as nossas partes. Ah...e os egos inflados, pseudo conhecimentos superiores e a dificuldade de divergir em paz e convergir por objetivos comuns também atrapalham bastante. Mas...continuaremos na luta.


sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

UHUU !!!

Enquanto isso naquela loja...

- Dona Helena, tem um rapaz aqui querendo conversar sobre patrocínio.
- Ah, minha nossa senhora. Diga que não estou...
- Mas é a 5ª vez que ele vem aqui esse mês.
- Ô meu Deus. Ele quer patrocínio pra que mesmo?
- Pra um Festival de arte e cultura que vão fazer...
- Eu não aguento mais. Esse pessoal da cultura é pior que mendigo. Só vem pedir dinheiro.
- O que eu faço? Digo que a senhora não vai poder atender?
- Não. Mande ele entrar que vou despachar de uma vez por todas.
- Ok...Sr Julio...pode subir, por favor.
( Ele subiu e se aproximou...)
- Pois não. Queira sentar-se por favor...
- Obrigado.
- Vc tá querendo patrocínio pra que mesmo, seu nome é Julio né?
- Sim. Julio. Olha, estamos fazendo um Festival intercolegial, com ginkanas culturais, festival de música, de artes, unindo todo o público estudantil através da arte.
- Olha...que legal. Tem o projeto aí?
- Eu enviei pra vc, quer dizer, pra senhora por email.
- Ah é? Me desculpe. Na empresa tem um filtro anti spam que não deixa passar nada...
- Não tem problema. Eu trouxe tudo impresso...olha aqui ó...
- Deixa eu dar uma olhada...a arte tá bonita hein...mas qual seria o retorno pra loja?
- Uai...na internet, nas mídias sociais...
- Mas isso nós já fazemos. Temos nossas próprias redes sociais com mais de 50 mil acessos.
- Uai...tem também a citação do apresentador nos dias do evento, na publicidade, a marca vai em todas as mídias.
- Uhn...mas será que isso dá retorno mesmo? Se vc me provar que dá retorno, eu lhe patrocino.
- Nos países mais desenvolvidos do mundo, associar sua marca à eventos de bom nível, que oportuniza muitos artistas, sempre dá bons dividendos em termos de marketing cultural.
- O discurso é bonito. Mas não acha que se eu pegar esse dinheiro e empregar em propaganda volante, por exemplo, num carro de som vendendo nossa loja, não dá mais retorno?
- Pode ser. Mas não estará beneficiando a comunidade em que está inserida.
DE REPENTE A SECRETÁRIA INTERROMPE...
- Dona Helena, sua filha tá subindo aí...tentei dizer que tinha visita mas ela subiu assim mesmo.
- Tudo bem...ela já tá chegando aqui...- Filha...vc não pode subir assim...sua mãe tá com visita.
- Desculpe mãe...mas eu tinha de lhe contar a novidade. Julio...o que vc tá fazendo aqui?
- Estou conversando com a sua mãe sobre um patrocínio.
- É mesmo? Do Festival? Mas é claro que ela vai patrocinar, né mãezinha? Mamys adora cultura.
-  Pois é. Estamos conversando aqui...
- Nossa mãe...o Festival vai bombar viu...o pessoal das escolas tá muito entusiasmado. Minha equipe tá ensaiando direto pra arrasar.Você vai né mãe? Quanto vc estão precisando mesmo Julio?
- Ah...uns 2.000,00 ia ajudar bem.
- Só isso? Ah não. Minha mãe falou que tivemos muito lucro esse ano. Acho que 4 mil não aperta, não é Mamys?
- 4 mil?
- Por que? Quer dar mais? Precisa de mais, Julio?
- Não...4 mil tá ótimo.
- Negócio fechado então. Nossa mãe. Estou tão orgulhosa de você. Não é atoa que a loja tá bombando. Uhhú ...e Mamys...tenho uma notícia que vc vai adorar. Olha o meu boletim.Passei direto em tudo. Nenhuma recuperação...
- É mesmo filha? Que maravilha...Uhhú...
- Bom pessoal. Tudo decidido então, né? Eu tenho que ir nessa. Posso contar com os 4.000?
- É claro, Julio.
- Então me dá licença mas eu também vou ter de dizer...Uhhú.


QUALQUER SEMELHANÇA COM A COINCIDÊNCIA É PURA REALIDADE. MAS AINDA ASSIM...UHUU...VAMOS FESTEJAR A VIDA...E QUE EM 2019 HAJA MAIS GENEROSIDADE E MAIS UHUUS...

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

E AGORA ?

Enquanto isso aquela casa acordava ...


- ... Julia...hora de acordar...vamos...
- ... Hein? Eu não quero levantar dessa cama mais
- Por que? Vamos...vamos...hora da escola!
- Eu não estou acreditando...
- Acreditando no que?
- Que o Brasil elegeu aquele misógino.
- Mis o que? 
- Misógino,
- No meu tempo tinha miss brasil, miss minas gerais, miss universo...
- Nossa pai...o senhor tá desatualizado hein
- Ih menina...eu não tenho tempo pressas coisas não. Eu tenho de dar duro.
- Misógino é aquele que não trata bem as mulheres, que as trata como misoginia.
- Não me enrola não, viu Julia. Vou acender a luz...lá vai ó.
- Para pai...nossa...assim não dá...sabe o que é, pai? Ele é xenófobo além de tudo.
- Xenofobo? O que é isso?
- Pessoa que discrimina outras raças.
- Que não gosta de preto?
- Também...mas vai além disso...também discrimina índios, nordestinos.
- Mas isso é bobeira. Nós somos um país moreno...tudo misturado.
- Pois é...mas pra completar ele é homofóbico.
- Vcs não tem um palavriado mais fácil pra nomear as coisas não?
- Nossa, pai. Vc é muito obtuso...
- Eu sei é que a vida continua. Vamos levantar...vamos ...
- Deixa eu ir no segundo horário?
- Nada disso. O café tá pronto e busquei pão de queijo novinho na padaria...vamos....
- Tá booom! ...mas pai ???
- O que foi?
- E agora?


terça-feira, 9 de outubro de 2018

FOTOS LEGENDADAS - POR MARCOS MARTINO

Pessoal, eu gostei tanto do resultado do CONCURSO FOTOGRÁFICO PENSANDO MONLEVADE, que resolvi fazer uma pequena galeria legendada 
com algumas fotos colhidas ao acaso. Um abraço em todos. 

Os trilhos perpétuos levam longe...
O trem leva o aço pro mundo
A cidade interage com a usina
O fogaréu azul impressiona desde sempre
A usina fumegante encanta e assusta
A delicadíssima Igreja São José ao Fundo
O Pau de Óleo foi uma nova descoberta
 onde a natureza ainda domina a paisagem
De onde a Laurita contempla o mundo
Agradeçamos por mais um dia
Que tal fazer aço a partir do sol
Que tal descer a Alberto Lima de bicicleta?
Que tal  um banho de mangueira?
Tá achando que é gente? 
Que tal um linda foto do amigo? 
A cidade se reconciliou com o céu
As pessoas olharam pra cima
E capturaram maravilhosas matizes de cores
Parece Júpiter
E pensar que tudo começou de uma Fazenda
E a cidade foi crescendo
E tornou-se uma espécie de capital
Mas que ainda tem  refúgios selvagens
Muita fé
e potencial pra alçar vôos...


sexta-feira, 5 de outubro de 2018

PREMIAÇÃO DO CONCURSO FOTOGRÁFICO - PARTICIPE !

Foto magistral de Bruno Guimarães
Hoje a partir das 18:30 vai acontecer a entrega dos prêmios do CONCURSO FOTOGRÁFICO PENSANDO MONLEVADE. Foram 148 fotos inscritas, visões da cidade retratadas por diversos fotógrafos. 
O objetivo foi incentivar a prática fotográfica, tirar as pessoas de casa pra olhar o mundo, levá-las para o campo, para as periferias, para fora e para dentro,  fazer com que vissem e nos revelassem belezas ocultas...ou tão na cara que ninguém vê. 

Pau D'Oleo - nova fronteira
Por causa do concurso, nossos intrépidos fotógrafos manifestaram seu amor pelo seu loco, fizeram incursões e nos revelaram por exemplo um lugar como o "Pau d'Oleo", que muitos nem sabiam existir. 

Foi muito bacana também a interação esse tempo todo, o envolvimento de várias pessoas que adoram arte e fotografia e nos apoiaram desde o primeiro minuto.

HOJE ÀS 18:30 - NO AUDITÓRIO DA CDL serão revelados e entregues os prêmios para as categorias VOTO POPULAR, VOTO JURI TÉCNICO e PRÊMIO MEMÓRIAS DO AÇO. 

Haverá premiação em dinheiro e outros ofertados pelos patrocinadores.

Teremos também a exibição de um vídeo editado com as fotografias do CONCURSO, compondo um lindo painel do que foi o certame.

Queremos agradecer a presteza do Marcelo Bicalho e Ana Luiza do Hiper, do Luiz da Ludor Soluções Tecnológicas, à Jacqueline e Nádia da República Literária, o renomado fotógrafo Bruno Guimarães, a Rádio Alternativa pela força na divulgação, ao pessoal da JM Confecções, ao Luiz e equipe da CDL, sempre  generosos. Também ao pessoal da UOLOL Fotografias.

Agradecemos também aos maravilhosos fotógrafos que nos emprestaram seu talento. São eles  Jessica Quaresma, Ademir Silva, Gustavo Mota, Laurita Santos, Gabriela Miranda, Lucas Felipe(SanModels), Bia Melo, Paulo Santos, Lucinéia Maia/Rafael Maia, Pedro Américo de Barros, Rafaela Vitalina, Simone Geralda dos Santos, Savio Figueira Correa, Aline Cotta, Carla Lisboa, Leandro Jonas da Silva, Samuel Domingos da Silva, Fábio Rodrigues Barroso, Murilo de Freitas Santi, Niemar Silva e Sérgio Henrique braga.
E pra finalizar, agradecemos aos amigos da imprensa, fotógrafos e patrocinadores que nos ajudaram a compor o juri técnico. São eles: Márcio Passos, Bruno Guimarães, Lutécia Espechidt, Anselmo de Oliveira, Francisco Barcelona, Marley Melo, Claira Ferreira, Wir Caetano, Jéssica Couto, Rogério Ribório, Luz Carlos Dorneles( Ludor), Junio Queiroz(Rádio Alternativa), Ana Luiza( Hiper Comercial Monlevade), Aluízio Bittencourt (Uolol) e Jacqueline Silvério( República Literária).

Marcos Martino - Sheila Malta